Iron Maiden 3.0: The Number of the Beast, 29/03/1982

Foto: Robert Ellis (C) Iron Maiden Holdings 1996/38596 Fonte: EMI

numberofthebeast

A sirene de ataque aéreo – apelido do vocalista  Bruce Dickinson -começou a funcionar pra valer no terceiro disco do Iron Maiden, estreia do cantor na banda inglesa. The Number of the Beast (ouça trechos aqui) foi o primeiro álbum  nº1 do Iron (nas paradas inglesas). Primeiro Top 40 nos EUA. É aquele disco que  mesmo revistas e livros não especializados em rock pauleira elegem para falar do Maiden. Não é à toa que Number mereceu um programa da série Classic Albums, já lançado em DVD no Brasil. Aqui não tem Prodigal Son nem instrumentais. É pau puro, desde a faixa 1, Invaders, até a última, Hallowed Be Thy Name, um clássico de Steve Harris, cheio de mudanças de ritmo e clima, sobre um homem no corredor da morte.  Agora, além do apelo da capa (Derek Riggs), teve dois singles fortíssimos. Continuar lendo “Iron Maiden 3.0: The Number of the Beast, 29/03/1982”

O G-8 do futebol europeu (mesa-redonda aberta ao leitor)

Quatro clubes ingleses, dois espanhóis, um alemão e um português estão classificados para as quartas-de-final da Champions League. Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester United, Barcelona, Villarreal, Bayern de Munique e Porto. Entre esses oito, está o campeão europeu da temporada 2008/09. O sorteio da nova fase de mata-mata será em 20 de março. Agora, é briga de cachorro grande. Apenas o Villarreal pode ser considerado um peixinho fora d´água, mas é bom lembrar que o submarino amarelo tem chegado, quase sempre.

Continuar lendo “O G-8 do futebol europeu (mesa-redonda aberta ao leitor)”

Seis vezes São Paulo

SoberanoPor falar em documentários sobre futebol, saiu no Daniel Perrone e outros blogs tricolores o lançamento da pedra fundamental do filme Soberano – Seis Vezes São Paulo – que vai tratar dos títulos brasileiros de 77, 86, 91, 2006, 07 e 08 pela ótica do torcedor. Na equipe, estão videomaker Carlos Nader, como diretor, Maurício Arruda como roteirista e o ex-titã Nando Reis como diretor musical (será que o nando publicará aquela canção sobre o São Paulo que tocou uma vez no Esporte Espetacular? Tomara!). Atenção, grande nação são-paulina: acorde porque a produção pede para você colaborar com vídeos e depoimentos.

PS atualizando em 23/08/2010.  Soberano estreia nos cinemas em 17 de setembro de 2010. Você pode ver o trailer no SPFCPedia.

Paixão por um time levada à telas. Esse é um mercado que só tende a crescer. Já tem filmes sobre o Flamengo (vários, existe até produtora especializada), Inter, Grêmio, Náutico etc. Bom porque não vai faltar assunto aqui pro blog.

Fenômenos de mídia

Semana Iron Maiden no blog, semana Ronaldo na mídia esportiva brasileira e, por que não dizer, mundial. Um dos “pratos” prediletos aqui do FutPopClube são as películas sobre futebol. Já abordei algumas, que você pode ler/reler nesta tag. Esta semana eu revi um documentário sobre o começo da carreira de Ronaldo, feito em vídeo. Ronaldo: Manual de Vôo (mantive o acento já que se trata do título da obra feita antes da reforma ortográfica). É uma produção hispano-brasileira de 1997, exibida muito tempo atrás pela ESPN Brasil, e que no passado assisti no Canal Brasil, graças a uma dica da coluna do crítico de cinema Amir Labaki, no jornal Valor. Continuar lendo “Fenômenos de mídia”

Mais uma superquarta no futebol

No papel, este parece ser o jogão do dia. Em Milão, foi 0x0. Qualquer empate com gols classifica a squadra de José Mourinho. Encerrei a enquete com 60% para o Manchester, 40% apostando na Inter. Interessante Barça x Lyon, no Camp Nou. Na enquete, o Barça já goleou em preferências: 82% contra 18%. No estádio do Dragão, o Porto do avançado brasileiro Hulk recebe o Atlético de Madrid. Na Espanha, foi 2×2. Na enquete, 63% apostaram nos madrilhenhos, 38% no Porto. O Arsenal foi o único que venceu jogo de ida. Leva vantagem de 1×0 para Roma. Os romanos jogam em casa, mas você viu ontem em Turim o que acontece quando o visitante em vantagem empata… O brazuca-croata Eduardo Silva está entre os 18 relacionados por Arsene Wenger. Enquete: 88% apostaram na classificação do Arsenal, apenas 18% na Roma. Por aqui, tem campeonatos estaduais e Grêmio na Libertadores. Joga em Tunja, na Colômbia, contra o Boyacá Chicó. Celso Roth na corda bamba. Ontem, bons resultados para times brasileiros na Copa. No grupo do São Paulo, o 4, os colombianos América e Independiente empataram em Cali: 1×1. São Paulo e Defensor tem 4 pontos. Independiente, 3, América, 1. No grupo do Cruzeiro, o Deportivo Quito venceu em casa o Estudiantes: 1×0. Cruzeiro segue líder, com 7 pontos. Deportivo Quito surpreende, com 5. Estudiantes tem 3. Universitário de Sucre, 1.

Iron Maiden 2.0

killers O segundo álbum do Iron Maiden marcou a estreia de Adrian Smith (ex- Urchin), um “velho” de Dave Murray. Um guitarrista mais melódico, como mostram suas canções (ex: Wasted Years) e carreira fora da donzela.  Killers (02/02/1981) abriu a parceria do quinteto com o produtor Martin Birch, de clássicos como Machine Head, do Purple, referência para os Irons. A maioria das canções (ouça trechos no site da banda) foi composta por Steve Harris bem antes de Adrian entrar. Innocent Exile, por exemplo, existia ante de Harris fundar o Maiden. Clássicos do metal como Wrathchild e Killers já levantavam shows como Live at the Rainbow. Killers não chegou tão alto na parada como o LP anterior (12º, contra 4º de Iron Maiden). Uma pena. É um discão. Se você acha que o Iron não toca nada, tente ouvir Prodigal Son. A formação com Paul Di´Anno lançou ainda dois singles e um excelente mini-LP ao vivo. Continuar lendo “Iron Maiden 2.0”