Deloitte Football Money League 2017: o Manchester United é o mais rico do mundo.

Deloitte Football Money League 2017: o Manchester United é o mais rico do mundo.
https://www2.deloitte.com/uk/en/pages/sports-business-group/articles/deloitte-football-money-league.html?id=gb:2sm:3tw:4dfml:5awa:6oth:20170119080000:duk2&linkId=33517873
As receitas, em milhões de euros: https://www2.deloitte.com/uk/

Saiu a edição 2017 do Deloitte Football Money League (DFML), e a novidade é a volta do Manchester United ao #1, superando Barça e Real Madrid. Só Real Madrid e Manchester United lideraram o relatório, em duas décadas de DFML. Mas os red devils não chegavam ao topo da ‘liga do dinheiro’ desde a temporada 2003/2004 (foram 11 relatórios seguidos com o Madrid na ponta). Em 2015-16, a receita dos diabos vermelhos foi de 689 milhões de euros – cifra$ recordes. Fruto dos grandes contratos (Chevrolet, adidas), direitos de transmissão, a grana que Old Trafford movimenta em dias de jogos (e fora deles!). E olha que o Man United não ganha a Premier League desde 2012-13 e a Champions desde 2007-08.

Na nova lista dos 20 mais ricos, estão ao todo oito clubes da Premier League: os dois de Manchester, quatro de Londres – Arsenal, Chelsea, Tottenham Hotspur e West Ham – o Liverpool e o Leicester, que entrou no Top 20 pela primeira vez. Há três clubes de La Liga até o 13º lugar (Barça, Real, Atlético). Três da Bundesliga até o 14º (Bayern, Borussia, Schalke). São quatro da série A italiana (Juve em 10º, Roma, Milan, Inter), um da liga francesa (Paris Saint-Germain) e um da liga russa (Zenit). Continuar lendo “Deloitte Football Money League 2017: o Manchester United é o mais rico do mundo.”

… e o Man City foi o que mais gastou.

O bilionário Manchester City consumiu o equivalente a 213 milhões de euros (por exemplo, o Barça gastou 122) para aumentar ainda mais o brilho de sua ‘máquina’, sem falar na contratação do ‘piloto’ mais falado do mundo, o técnico catalão Pep Guardiola. Vai pegar fogo o Grupo C da Champions, onde o City vai pegar exatamente o Barça onde Pep surgiu pro mundo, o Celtic e o Borussia Monchengladbach.

Bravo! https://www.facebook.com/mancity
Bravo! https://www.facebook.com/mancity

IN> Claudio Bravo (goleiro bicampeão da Copa América pelo Chile, bicampeão espanhol e da Copa do Rei, em 2015 vencedor da Champions e Mundial pelo Barça). Quer saber exatamente por que Guardiola fez questão de contratar o goleiro chileno? Leia a detalhada reportagem de Adam Bate, Sky Sports. E mais, muito mais: John Stones (zagueiro, ex-Everton), Leroy Sané (ponta, ex-Schalke), Ilkay Gündogan (meio-campo, Alemanha, ex-Borussia Dortmund), Nolito (centroavante, seleção da Espanha, ex-Celta)
Na virada do ano novo, chega o ótimo atacante Gabriel Jesus, campeão olímpico, já comprado do Palmeiras. O City também contratou Marlos Moreno, campeão da Libertadores pelo Atlético Nacional, já emprestado ao Deportivo La Coruña e Oleksandr Zinchenko (Ufa), emprestado ao PSV.
< OUT : Joe Hart (emprestado ao Torino), Mangala (emprestado ao Valencia), Nasri (emprestado ao Sevilla), Wilfried Bony (emprestado ao Stoke).
Técnico: Pep Guardiola, o novo amigo do jovem torcedor citizen Braydon Bent. Vale ver a corrida no táxi do Pep…

Outras *** estrelas ***: Kompany, Zabaleta, Sterling, Agüero, Navas, DeBruyne, David Silva, Touré.

Brasileiros: Fernandinho e Fernando vão ter a companhia de Gabriel Jesus em 2017.

Elenco completo: Continuar lendo “… e o Man City foi o que mais gastou.”

Manchester City 2016-2017

Manchester City 2016-2017

Imagine trocar todo o visual de um time de futebol, tanto na internet, como no estádio, na sede, na papelada etc. O Manchester City começou a semana de roupa nova – o uniforme da Nike para a temporada 2016-2017 já saiu com o escudo redesenhado dos citizens  – e de técnico novo, Pep Guardiola. O treinador mais badalado do mundo,  tricampeão alemão pelo Bayern – sem falar nos catorze títulos da era Guardiola no Barça.

13568904_1076525139050760_246396041888193276_o
Home kit: Man City 16-17 (Nike)

Guardiola já tem reforços como o atacante Nolito (ex-Celta de Vigo), que fo cobiçado pelo Barça, e o meia Gundogan (ex-Borussia) que vão se juntar a astros como Agüero, David Silva, De Bruyne, Nasri, Navas, Sterling, Yaya Touré, o capitão Kompany. O treinador catalão bateu um papo com um torcedor ilustre e fanático do City, o roqueiro Noel Gallagher. Mandaram bem nas perguntas… Se você tem 20 minutos, vale conferir o vídeo abaixo, divulgado pelos citizens no You Tube (há legendas em espanhol).


Pra dar uma ajudinha ao Pep a cantar “Blue Moon”, um hino para os torcedores do Man City, (re)convocamos o irmão do Noel, o Liam Gallagher, que há cinco anos participou do lançamento da camisa 2011-12 do City (então vestido pela Umbro) e ao mesmo tempo lançou um single da sua banda Beady Eye. Continuar lendo “Manchester City 2016-2017”

O protesto do minuto 77 contra os ingressos a 77 libras. 430 reais por partida!

A torcida do Liverpool canta “You’ll Never Walk Alone” em todo jogo.
Mas é bom a diretoria dos reds não abusar da paciência e, especialmente, do bolso do torcedor.
10849751_384907801634167_980758049566982027_n
Na semana passada, o Liverpool anunciou o aumento para 77 libras de certos ingressos para uma só partida na nova Main Stand, a estendida arquibancada principal de Anfield, a partir da temporada 2016-17. O estádio vai ter mais 8.500 lugares, chegando a 54 mil torcedores.

Richard Monaghan, que frequenta Anfield há 5 anos, escreveu no ótimo Sportblog do jornal Guardian que a nova política de ingressos do Liverpool pode afastar os torcedores com deficiências. Monaghan escreve que demora muito pra conseguir um “season ticket” (carnê de temporada) para os cadeirantes, e o jeito é comprar partida por partida. Ele conta que o gasto pra ver as 19 partidas em casa vai subir de 640,50  para 1.000 libras (5.614 reais)- um aumento de 56,13 por cento. Leia o artigo completo aqui.

Em outra reportagem do Guardian, o Liverpool argumenta que 45% dos ingressos para só uma partida vão custar menos e que os preços de 64% dos carnês pra toda temporada vão ficar congelados ou diminuir. Um “season-ticket” vai custar entre £685 e £1,029 – de 3.843 a 5.773 reais.

A torcida do Liverpool protestou. Exatamente no minuto 77, numa referência ao novo preço de um lugarzinho na Main Stand.

Você já viu torcedores abandonando o estádio quando um time dá vexame?

No caso, foi bem diferente: o Liverpool vencia por 2 a 0. Dez mil torcedores deixaram o estádio. Dez mil! E por coincidência ou não, depois do protesto do minuto 77, o Sunderland diminui, 2×1, e empatou, 2×2. Continuar lendo “O protesto do minuto 77 contra os ingressos a 77 libras. 430 reais por partida!”

United lembra das vítimas de Munique, 1958.

10646778_10152757279887746_7090619399682022734_n
http://www.manutd.com/en/History/Munich-Remembered.aspx

O desastre aéreo de Munique, que matou jogadores do Manchester United, bem como integrantes da comissão técnica e jornalistas, completa 58 anos no sábado. Mas como o Manchester jogou nesta terça-feira em casa contra o Stoke City, as homenagens foram antecipadas. Jogadores com braçadeiras pretas, de luto, torcedor declamando o poema The Flowers of Manchester, bandeirão passando pelas arquibancadas de Old Trafford com os dizeres:

We’ll never die.

Continuar lendo “United lembra das vítimas de Munique, 1958.”