Eterno Calderón, bela campanha da revista #Líbero.

Eterno Calderón, bela campanha da revista #Líbero.

16 de maio de 2017

Uma campanha de doação de órgãos como você nunca viu.

Eterno Calderón (1966- ).

Depois do gol de placa que foi a série “Fútbol vs Alzheimer”, a ótima revista espanhola “Líbero” encabeça uma campanha para que o cinquentão “Don Vicente”, o estádio Vicente Calderón, doe seus “órgãos” – como refletores, cadeiras, traves, placar eletrônico, gramado – para mais de trinta clubes de bairro da capital espanhola. Como sabemos, o Calderón só tem mais um jogo de La Liga (Atlético x Athletic, no domingo), a final da Copa do Rei (Barça x Deportivo Alavés, dia 27) e uma partida de históricos jogadores #rojiblancos, antes de ir pro chão. O Atleti está de mudança para o Wanda Metropolitano. Continuar lendo “Eterno Calderón, bela campanha da revista #Líbero.”

O visual do novo estádio do Atlético de Madrid

O visual do novo estádio do Atlético de Madrid

O Atleti divulgou um vídeo com detalhes das cadeiras do seu novo estádio, Wanda Metropolitano. Elas são vermelhas e já estão sendo instaladas. O nome do clube e o ano de fundação, 1903, aparecerão com destaque no setor leste – quando essas cadeiras não estiverem todas lotadas.

Continuar lendo “O visual do novo estádio do Atlético de Madrid”

Últimos lugares: só faltam 4 jogos do Atleti por La Liga no estádio Vicente Calderón.

Últimos lugares: só faltam 4 jogos do Atleti por La Liga no estádio Vicente Calderón.

O site oficial do Atlético de Madrid avisou, nesta primeira semana de abril: faltam só quatro jogos de La Liga no estádio Vicente Calderón, que vai pro chão quando os rojiblancos enfim mudarem para o Wanda Metropolitano.

Fiesta rojiblanca

Pelas quartas de final da Champions, o Atleti recebe o Leicester no Calderón, na quarta-feira. E em caso de classificação para as semifinais, é claro que voltará a jogar em sua casa.

Adios, Calderón.

E assim, restam pouquíssimos ingressos para este cinco jogos oficiais do Atlético confirmados na temporada de despedida do cinquentão estádio del Manzanares – a final da Copa do Rei será mais uma vez no Calderón: Barcelona e Deportivo Alavés decidem a taça em 27 de maio.

No sábado, dia 8, faltavam umas quinhentas entradas, de acordo com uma rápida pesquisa no site do Atlético.

Duzentas e cinquenta e sete para as quartas da Champions, contra o Leicester, de 70 a 650 euros.

Para a partida contra o Osasuna, no sábado, 15 de abril, 66 ingressos, de 40 a 400 euros.

Para o jogo contra o Villarreal, na terça, 25 de abril, 75 entradas, de 40 a 450.

Contra o Eibar, na antepenúltima rodada, apenas 44 bilhetes, o mais barato a 200 euros.

E para a última partida de La Liga no Calderón, na rodada 38, fim de semana de 20 e 21 de maio, por coincidência ou não entre Club Atlético de Madrid e Athletic Club, de Bilbao (clube também rojiblanco que inspirou a fundação dos colchoneros, em 1903), restam na hora da pesquisa para este post 96 entradas, de 250 à bagatela de 750 euros.

Continuar lendo “Últimos lugares: só faltam 4 jogos do Atleti por La Liga no estádio Vicente Calderón.”

Perfil dos sócios do Atlético de Madrid

Perfil dos sócios do Atlético de Madrid
facebook.com/AtleticodeMadrid/
facebook.com/AtleticodeMadrid/

O Atlético de Madrid comemorou, neste 23 de fevereiro de 2017, o número de 100.000 sócios. Catorze mil a mais do que na temporada passada.

Quarenta e oito mil atléticos têm abono, ou seja, o carnê para ver todas as partidas da atual temporada, 2016-17. Quarenta mil rojiblancos já garantiram esse tipo de abono para o novo estádio Wanda Metropolitano, para onde o Atleti deve mudar ainda este ano.

E onde estão os sócios colchoneros39% moram na cidade de Madri; 35% na Comunidade de Madri; 24% nas demais regiões da espanholas e 2% fora da Espanha. Há sócios espalhados por 74 países! Continuar lendo “Perfil dos sócios do Atlético de Madrid”

Deloitte Football Money League 2017: o Manchester United é o mais rico do mundo.

Deloitte Football Money League 2017: o Manchester United é o mais rico do mundo.
https://www2.deloitte.com/uk/en/pages/sports-business-group/articles/deloitte-football-money-league.html?id=gb:2sm:3tw:4dfml:5awa:6oth:20170119080000:duk2&linkId=33517873
As receitas, em milhões de euros: https://www2.deloitte.com/uk/

Saiu a edição 2017 do Deloitte Football Money League (DFML), e a novidade é a volta do Manchester United ao #1, superando Barça e Real Madrid. Só Real Madrid e Manchester United lideraram o relatório, em duas décadas de DFML. Mas os red devils não chegavam ao topo da ‘liga do dinheiro’ desde a temporada 2003/2004 (foram 11 relatórios seguidos com o Madrid na ponta). Em 2015-16, a receita dos diabos vermelhos foi de 689 milhões de euros – cifra$ recordes. Fruto dos grandes contratos (Chevrolet, adidas), direitos de transmissão, a grana que Old Trafford movimenta em dias de jogos (e fora deles!). E olha que o Man United não ganha a Premier League desde 2012-13 e a Champions desde 2007-08.

Na nova lista dos 20 mais ricos, estão ao todo oito clubes da Premier League: os dois de Manchester, quatro de Londres – Arsenal, Chelsea, Tottenham Hotspur e West Ham – o Liverpool e o Leicester, que entrou no Top 20 pela primeira vez. Há três clubes de La Liga até o 13º lugar (Barça, Real, Atlético). Três da Bundesliga até o 14º (Bayern, Borussia, Schalke). São quatro da série A italiana (Juve em 10º, Roma, Milan, Inter), um da liga francesa (Paris Saint-Germain) e um da liga russa (Zenit). Continuar lendo “Deloitte Football Money League 2017: o Manchester United é o mais rico do mundo.”

Cholo-propaganda

Cholo-propaganda

Neste fim de semana de grandes clássicos do futebol mundial, vamos ter daqui a pouco o último #DérbiMadrileño de campeonato espanhol no cinquentão Vicente Calderón – na próxima temporada o Atleti vai trocar o estadio del Manzanares, no sul de Madri, por um novo estádio, La Peineta. Último dérbi de Liga porque, claro, pode pintar um Atlético x Real na Copa do Rei ou quem sabe mais uma vez em mata-mata da Champions!
Bom gancho para curtir este anúncio maneiro da companhia ferroviária espanhola, a Renfe, estrelado pelo técnico que devolveu o orgulho rojiblanco aos que vão a Manzanares em busca de emoção.

Continuar lendo “Cholo-propaganda”

50 anos do estádio del Manzanares (Calderón)

facebook.com/AtleticodeMadrid
facebook.com/AtleticodeMadrid

O domingo, 2 de outubro, foi de festa para o Atlético de Madrid. Os colchoneros comemoraram os 50 anos do atual estádio. Em 2 de outubro de 1966, o então estádio del Manzanares foi inaugurado numa partida contra o Valencia (1×1). Em 1971, o estádio recebeu o nome de Vicente Calderón – presidente do clube que consolidou a mudança do estádio Metropolitano para Manzanares (a propósito, recomendo um vídeo do jornalista espanhol Andres Cabrera sobre o estádio Metropolitano). O Calderón ficou pronto em 1972 e foi definitivamemte inaugurado num amistoso contra a seleção uruguaia. 2×0 para o Atlético.

Como na rodada do fim de semana o Atlético jogou em Valencia, os torcedores puderam ver em telões no estádio à beira do rio madrilenho a vitória por 2×0 em Mestalla (mesmo com os dois pênaltis defendidos pelo goleiro valencianista, o brasileiro Diego Alves, recordista no futebol espanhol). A vitória em Valencia, o empate do Real e a derrota do Barça levaram o Atleti à liderança de La Liga. Quase 12 mil rojiblancos estiveram no Calderón curtindo o domingão. Continuar lendo “50 anos do estádio del Manzanares (Calderón)”