A 33ª.

O campeão da temporada 2016-17 de La Liga só foi conhecido na última rodada, embora depois da goleada contra o Celta, em Vigo, o time de Cristiano Ronaldo tenha passado uma mão e quatro dedos na taça. O Real Madrid precisava apenas de um empate em Málaga e acabou vencendo por 2 a 0, enquanto o Barça desperdiçava gols e teve que dar mais uma #remontada contra o Eibar, depois de estar perdendo por 2 a 0. Depois de três taças do Barça (2013, 2015 e 2016) e uma do Atleti (2014), esta é a 33ª dos #blancos… a 33ª liga espanhola  Em 3 de junho, os galáticos disputam outra final de Champions, agora contra a Juve, hexa italiana. Décima segunda à vista?

O goleiro do Porto comemorou.

//platform.twitter.com/widgets.js
De Nova York, o hoje diretor de La Liga nos EUA mandou parabéns.

//platform.twitter.com/widgets.js
Normal que Casillas e Raúl (legendas madridistas para todo o sempre) estejam felizes. Rara é a próxima tuidada:

//platform.twitter.com/widgets.js
A conta oficial do Barça em catalão no Twitter (como os perfis em outros idiomas) felicitou o arquirrival pela conquista.

Por mais que seja doído ver um título escapar por 3 pontos, saber perder é uma demonstração de grandeza. Mesmo quando jogou mal, o Real Madrid ganhou. E além dos golos (muitos #golos) de CR7, Zidane contou com Marcelo (espetacular fase), Casemiro, Isco e o tão espinafrado Keylor Navas quando a coisa apertou.
Continuar lendo “A 33ª.”

Partida 927 (e última) por La Liga no Vicente Calderón.

Partida 927 (e última) por La Liga no Vicente Calderón.

Atualizado

Calderón, 2014.

O Atlético de Madrid se despediu hoje do seu estádio Vicente Calderón, justamente numa partida contra o Athletic – lá atrás, em 1903, foram torcedores do clube de Bilbao que fundaram o Atlético de Madrid, inclusive com as mesmas cores; o primeiro uniforme dos dois clubes era azul e braco, só depois viraram #rojiblancos. 3×1 para o time da capital.

Só por La Liga, foram 927 partidas no estádio de Manzanares. No sábado, 27 de maio, o Calderón rojiblanco ainda recebe a final da Copa do Rei, entre Barça e Deportivo Alavés. No domingo, 28, uma partida entre mitos #atléticos.

Dois brasileiros estão no Top 10 dos artilheiros do Atleti no estádio, inaugurado em 1966. Veja a lista dos dez maiores goleadores (Fonte: Mundo Deportivo):

Continuar lendo “Partida 927 (e última) por La Liga no Vicente Calderón.”

O visual do novo estádio do Atlético de Madrid

O visual do novo estádio do Atlético de Madrid

O Atleti divulgou um vídeo com detalhes das cadeiras do seu novo estádio, Wanda Metropolitano. Elas são vermelhas e já estão sendo instaladas. O nome do clube e o ano de fundação, 1903, aparecerão com destaque no setor leste – quando essas cadeiras não estiverem todas lotadas.

Continuar lendo “O visual do novo estádio do Atlético de Madrid”

Levante, de volta a La Liga 2017-18.

facebook.com/pg/LevanteUD

Levante sacramentou seu bilhete de volta à elite do futebol espanhol, um ano depois da queda e com seis rodadas de antecedência, doze pontos na frente do více-líder (ou seja, o título está bem perto). É o quinto acesso dos azulgranas de Valência, e a festa granota foi bem louca, com uma invasão de campo do assim que acabou o jogo contra o Real Oviedo. Vídeo publicado pelo próprio canal da segunda divisão espanhola, a Liga 1|2|3.


Continuar lendo “Levante, de volta a La Liga 2017-18.”

Últimos lugares: só faltam 4 jogos do Atleti por La Liga no estádio Vicente Calderón.

Últimos lugares: só faltam 4 jogos do Atleti por La Liga no estádio Vicente Calderón.

O site oficial do Atlético de Madrid avisou, nesta primeira semana de abril: faltam só quatro jogos de La Liga no estádio Vicente Calderón, que vai pro chão quando os rojiblancos enfim mudarem para o Wanda Metropolitano.

Fiesta rojiblanca

Pelas quartas de final da Champions, o Atleti recebe o Leicester no Calderón, na quarta-feira. E em caso de classificação para as semifinais, é claro que voltará a jogar em sua casa.

Adios, Calderón.

E assim, restam pouquíssimos ingressos para este cinco jogos oficiais do Atlético confirmados na temporada de despedida do cinquentão estádio del Manzanares – a final da Copa do Rei será mais uma vez no Calderón: Barcelona e Deportivo Alavés decidem a taça em 27 de maio.

No sábado, dia 8, faltavam umas quinhentas entradas, de acordo com uma rápida pesquisa no site do Atlético.

Duzentas e cinquenta e sete para as quartas da Champions, contra o Leicester, de 70 a 650 euros.

Para a partida contra o Osasuna, no sábado, 15 de abril, 66 ingressos, de 40 a 400 euros.

Para o jogo contra o Villarreal, na terça, 25 de abril, 75 entradas, de 40 a 450.

Contra o Eibar, na antepenúltima rodada, apenas 44 bilhetes, o mais barato a 200 euros.

E para a última partida de La Liga no Calderón, na rodada 38, fim de semana de 20 e 21 de maio, por coincidência ou não entre Club Atlético de Madrid e Athletic Club, de Bilbao (clube também rojiblanco que inspirou a fundação dos colchoneros, em 1903), restam na hora da pesquisa para este post 96 entradas, de 250 à bagatela de 750 euros.

Continuar lendo “Últimos lugares: só faltam 4 jogos do Atleti por La Liga no estádio Vicente Calderón.”

Um dérbi basco ao cair da tarde em Mendizorrotza 

Um dérbi basco ao cair da tarde em Mendizorrotza 

Com um gol do atacante brasileiro Deyverson, o Deportivo Alavés venceu o dérbi basco da rodada 28 de La Liga, contra a Real Sociedad. 

Dezenove mil e oitocentas pessoas lotaram o estádio Mendizorrotza. 

Tremendo ambiente, clima muito amistoso entre os fãs dos dois times bascos e espetáculo da grada de animação do Deportivo Alavés. Que vibrou os 90 minutos e ainda fez uma bela homenagem à Chapecoense durante pelo menos 2 minutos. O “Vamos, vamos Chape”… 

As torcedoras participam bastante. Fiquei entre uma empolgada fã do Alavés, que cornetou o jogo todo, e de uma torcedora da Real Sociedad, que foi embora com a filha depois que o juiz deu segundo amarelo e “tarjeta roja” pro Granero, da Real. “¡Que verguenza, que verguenza!”

Últimos capítulos da era Luis Enrique no Barça

Últimos capítulos da era Luis Enrique no Barça
17016867_1289466114423327_5795911409467294815_o
Esta cobrança do Messi bateria na trave.

CAMP NOU, março de 2017 – Uma notícia esperada, mas que no dia do seu anúncio pegou todo mundo de surpresa. Depois da tranquila goleada contra o Sporting de Gijón – com direito a golaços de Messi, Suárez e Neymar (numa bela cobrança de falta), Luis Enrique avisou que não será o treinador do Barça na temporada 2017-18.

//platform.twitter.com/widgets.js
Está chegando ao fim a era Lucho, que em três temporadas de contrato já conquistou oito títulos (em dez possíveis) – em 2015 o time comandado por Luis Enrique foi campeão de quase tudo:

  • La Liga 2014-2015
  • Copa do Rei 2014-2015
  • Champions 2014-2015
  • Supercopa da Europa 2015
  • Mundial de Clubes 2015
  • La Liga 2015-2016
  • Copa do Rei 2015-2016
  • Supercopa de Espanha 2016

Três ainda podem ser conquistados: La Liga Espanhola (Barça lidera com 1 ponto e 1 jogo a mais que o Rel Madrid), a Copa do Rei (decide a copa contra o Deportivo Alavés, 27 de maio, Vicente Calderón) e a Champions … bem, esta é uma missão muito complicada, já que o Barça perdeu a primeira partida das oitavas para o PSG por 4 a 0.

Aos 17:19 de cada tempo, a torcida organizada puxa o grito pela independência da Catalunha.
Aos 17:19 de cada tempo, a torcida organizada puxa o grito pela independência da Catalunha.

Estiveram no Camp Nou 56.605 espectadores, para ver Barcelona 6-1 Sporting de Gijón (onde o asturiano Luís Enrique começou a jogar).

Camp Nou, 01/03/2017. Quando está
Camp Nou, 01/03/2017. Quando está “vazio”, tem 56 mil pessoas!
Três vira...
Três vira…

Continuar lendo “Últimos capítulos da era Luis Enrique no Barça”