“Canal 100: Uma Câmera Lúdica, Explosiva e Dramática”.

Era uma vez um futebol que tinha Pelé, Garrincha, Tostão, Gerson, Jairzinho, Carlos Alberto Torres, Félix, Coutinho etc etc etc.
E ainda era filmado (e editado) com uma classe…
As câmeras do Canal 100 são o tema de um livro de arte – de futebol-arte. “Canal 100: Uma Câmera Lúdica, Explosiva e Dramática” (Dois Um Produções), organizado por Carla Niemeyer (filha de Carlos Niemeyer, criador da produtora) e Cláudia Pinheiro, tem umas 300 imagens de clássicos do futebol brasileiro, que levavam ao deleite o torcedor brasileiro que ia ao cinema entre as décadas de 60 e 80. E mais recentemente, em algumas sessões de festivais como o CINEfoot.

10452813_696792713716926_2180656043747382671_o (1)
https://www.facebook.com/pages/DOIS-UM-Produções/

Este livraço, que saiu durante a Copa, custa 45 reais e inclui um DVD, com uns 40 minutos de gols do Canal 100. Olha só o que tem neste extra:

  • Fla-Flu de 1960, onde os rubro-negros quebraram a invencibilidade dos tricolores (de uniforme branco) no campeonato carioca, que seria o último conquistado pelo América.
  • Depois de uma reportagem do Canal 100 sobre o ‘Carnaval quatrocentão’, o DVD tem outro Fla-Flu, em Maracanã lotado. O que decidiu o título carioca de 1969. Tempos em que os uniformes clássicos (Fla de rubro-negro e Flu novamente de branco) não tinham marcas de patrocinadores. E que o goleiro também era chamado de “keeper”. Félix era o “keeper” do Flu. Rodriguez, o do Fla, dá um pique “a 100 km por hora” para reclamar do segundo gol tricolor. No final, o Flu ganhou por 3×2 e deu a volta olímpica. O técnico? Um mestre Telê Santana começando sua gloriosa carreira de treinador.
  • Depois do cinejornal sobre a visita da musa Claudia Cardinale ao Rio, para filmar “Uma Rosa para Todos” (no papel de uma mulata!), tem o clássico Botafogo x Santos no Torneio Rio São Paulo de 1964, já no começo de 1965. Do lado do glorioso, tinha Manga, Gerson, Jairznho, Garrincha… Do lado do alvinegro praiano, Gylmar, Pelé, Coutinho… E o Canal 100 ainda usava a versão instrumental de “Na Cadência do Samba”, a melô do “Que Bonito É”… Covardia…
  • A seguir, uma reportagem sobre o surf, “a nova moda das praias cariocas”, e outra toda sobre a estreia da Seleção Brasileira na Copa de 1966, contra a Bulgária, no estádio do Everton, Goodison Park. Pelé e Garrincha (com a 16), garantiram a vitória, ambos em belíssimas cobranças de falta. Pelé vibrou muito com o gol de Mané – foi o último do anjo das pernas tortas com a amarelinha.
  • Tem também um curta sobre o GP do Brasil de F1, num autódromo de Interlagos ensolarado e tomado por “150 mil pessoas” em 1973. O então campeão mundial Emerson Fittipaldi venceu de ponta a ponta, com a Lotus 72 D, aquela flecha negra, o carro mais bonito da história da Fórmula 1. Mas o segundo no pódio em Interlagos, Jackie Stewart, se recuperaria e adiaria o bi de Fittipaldi.
  • O último filme do DVD é a reportagem sobre o clássico Brasil 1×0 Inglaterra, na Copa de 1970, no México. O jogo da extraordinária defesa de Gordon Banks na cabeçada do Rei Pelé. E da jogadaça de Tostão no gol decisivo, de Jairzinho, o ‘furacão da Copa’.

O livro virou exposição em 2015. “Canal 100, uma câmera lúdica, dramática e explosiva” fica até 29 de março no Galpão das Artes – Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico do Rio. Continuar lendo ““Canal 100: Uma Câmera Lúdica, Explosiva e Dramática”.”

É Tudo Verdade: “Fla x Flu – 40 Minutos Antes do Nada”, no Canal Brasil.

Nesta segunda-feira,16 de junho, 64 anos da inauguração do Maracanã, a sessão É Tudo Verdade, do Canal Brasil, passa às 22h o excelente documentário “Fla x Flu – 40 Minutos Antes no Nada“.
1239176_416884401756924_764732307_oO filme de Renato Terra (codiretor de “Uma Noite em 67”) ganhou o prêmio de melhor documentário do júri popular no Festival do Rio 2013. Tive a oportunidade de ver a pré-estreia paulistana, que em 2013 lotou o auditório Armando Nogueira, do Museu do Futebol, em pleno Pacaembu! É um tal de provocação… “Recordar é viver, Assis acabou com você” x hat–trick do Zico… Quase todas brincadeiras sadias, verbais, engraçadas, tiração de sarro como deveriam ser as rivalidades no futebol. Como sou “neutro”, devo dizer que me diverti muito, nos 85 minutos do filme. Que figuraças os entrevistados… de um lado, Sacha Rodrigues (neto rubro-negro do profeta tricolor Nelson Rodrigues), Márvio dos Anjos, Márcio da Fla-Angra, Francisco (a cara do João) Bosco, Arthur Muhlenberg, e por falar em Arthur, Zico, Júnior e Leandro. Do outro lado, Toni Platão, Pedro Bial, notórios tricolores, Heitor D´Alincourt, Márcio Trindade, o folclórico Desiré e… Assis… Assis rouba o filme! Os caras já são engraçados… e a dupla de entrevistadores, formada pelo próprio diretor, Renato Terra (FFC), e Luiz Antônio Ryff (CRF) – soube provocar, para tirar o máximo dos personagens. O objetivo do diretor não era fazer um filme cronológico, do primeiro Fla-Flu, em 1912, ao Fla-Flu do centenário. Onze clássicos considerados históricos são de alguma maneira lembrados. Renato Terra afirma que quis fazer um filme sobre a paixão, a paixão dos torcedores. E conseguiu. Depois da sessão em São Paulo, houve um bate-papo no auditório do Museu do Futebol, E uma senhora comentou que não gosta de futebol, mas se amarrou no filme.  Continuar lendo “É Tudo Verdade: “Fla x Flu – 40 Minutos Antes do Nada”, no Canal Brasil.”

“O Time de 92”. Saiu no Brasil “The Class of ´92”, o filme sobre a geração campeã de tudo do Man United.

https://twitter.com/classof92film
O inesgotável Ryan Giggs, Nicky Butt, Beckham, Phil Neville, Scholes e Gary Neville, reunidos por um dia pela equipe do filme “The Class of ´92” https://twitter.com/classof92film

O documentário “The Class of ’92” passa hoje (domingo, 1º de dezembro) em cinemas ingleses e amanhã já sai em DVD. O assunto é a geração de 92 do Manchester United. Seis pratas da casa dos Red Devils. O midiático astro David Beckham, Paul Scholes, os irmãos Phil e Gary Neville, Nicky Butt e o incansável Ryan Giggs, que ontem completou 40 anos, 24 de firma. O filme dirigido pelos manos Benjamim e Gabe Turner entrevista cada um individualmente e também reuniu a turma de 92 por um dia para falar de uma década gloriosa do Man United, que na temporada 1998-99 foi campeão de tudo. Premier League, Copa da Inglaterra, Champions League (numa virada inacreditável sobre o Bayern, no finzinho da decisão disputada no Camp Nou) e o Mundial de Clubes no Japão (sobre o Palmeiras). Também participam do filme Eric Cantona, o ex-primeiro-ministro Tony Blair e o roqueiro Mani, baixista do Primal Scream e do Stone Roses, torcedor fanático do MUFC. “Class of ´92” está sendo bastante elogiado na Inglaterra  – e já pode ser visto em DVD lançado no Brasil e também no Canal Now, como “O Time de 92”. Continuar lendo ““O Time de 92”. Saiu no Brasil “The Class of ´92”, o filme sobre a geração campeã de tudo do Man United.”

Metegol | Um Time Show de Bola. Agora em DVD, Blu-Ray e Blu-Ray 3D.

Publicado em novembro de 2013
741198_254025904728338_2097897668_o
Estreou na sexta-feira, 29 de novembro de 2013, o longa de animação (também em 3D) “Um Time Show de Bola” (“Metegol”, o título original, é o nome do pebolim na Argentina). O diretor Juan José Campanella, do emotivo “O Filho da Noiva”, já ganhou um Oscar pelo thriller “O Segredo dos Seus Olhos“, que tem uma eletrizante sequência no estádio do Huracán, em Buenos Aires. O roteiro tem seu ponto de partida no conto “Memorias de Um Wing Derecho”, de Roberto Fontanarrosa, um torcedor do Rosario Central que adorava escrever contos sobre futebol. E o time de roteiristas de “Metegol” pega esse linguarudo ponta-direita de totó e o insere numa história com mocinha, vilão, romance, aventura e uma animação realmente show de bola. Uma matinê perfeita para meninos e meninas de todas as idades. Sessão da tarde total. Já “ouço”o  locutor de chamadas empostando a voz daqui a alguns anos, para anunciar algo tipo “esse time show de bola vai aprontar” etc e tal.

Seria o Loco, o cabeludo de bigode mais à esquerda no poster acima inspirado no Luque, centroavante da Argentina campeã do mundo em mil, novecentos e Jorge Videla? Seria o convencido Beto, o craque mais à direita, inspirado no Tarantini? No colombiano Valderrama? Ou no Coloccini?Hahaha! O certo é que  “Um Time Show de Bola”  garante boas risadas. E deixa o brasileiro de queixo caído nos quesitos roteiro redondo (característica do cinema argentino) e qualidade da animação.

Dá uma vontade danada de ver o filme no idioma original.
Abaixo, o trailer dublado em português, como o público brasileiro assistiu ao filme nos cinemas.

Continuar lendo “Metegol | Um Time Show de Bola. Agora em DVD, Blu-Ray e Blu-Ray 3D.”

O “Primeiro Tempo” do Palestra Itália.doc, em DVD e no Now.


Saiu em DVD a primeira parte do documentário da Oka Comunicações sobre o estádio Palestra Itália / Parque Antarctica, transformado em Allianz Parque.

O diretor Rogério Zagallo e equipe da Oka Comunicações (mesmos nomes do excelente curta  Juventus Rumo a Tóquio) filmaram o último jogo no Palestra (em 2010), o cotidiano do estádio do Palmeiras e depoimentos de grandes ídolos alviverdes. Primeiro Tempo poderá ser encontrado em lojas como Verde Gol, Academia Store e Mundo Palmeiras. No trailer, vemos Oberdan Cattani, Valdir Joaquim de Moraes, Marcos, o divino Ademir da Guia e os artilheiros Cesar Maluco e Evair … Confira.


Continuar lendo “O “Primeiro Tempo” do Palestra Itália.doc, em DVD e no Now.”

#Vasco115. Vamos Todos Cantar de Coração.

#115
Recado do Vasco para sua imensa torcida, Norte-Sul, Norte-Sul deste país
crvg  vasco
Flâmula do Vasco

Pela internet, o Vasco da Gama convida o torcedor do Gigante da Colina a pendurar a bandeira na janela e declarar o seu amor ao clube, que nesta quarta-feira, 21 de agosto, completa 115 anos de uma lindíssima história – nos seus primeiros anos, o Vasco travou uma batalha contra o preconceito racial, como mostra o clássico “O Negro no Futebol Brasileiro”, de Mario Filho.
O Fut Pop Clube saúda os amigos vascaínos e aproveita para dar a dica do show “Vamos Todos Cantar de Coração“, lançado em CD e DVD em junho de 2012. Muita gente boa participou:  vascaínos ilustres como Erasmo Carlos, Martinho da Vila, Luiz Melodia, Teresa Cristina, Nelson Sargento, Dicró, Fernanda Abreu (não poderia faltar, mesmo) e Paulinho da Viola (que anos atrás gravou uma lindíssima versão do hino escrito por Lamartine Babo, num CD lançado pela revista “Placar”). Por falar em hino, é capaz de arrepiar qualquer torcedor do blues e da música em geral a versão comandada pela saudosa guitarra de Celso Blues Boy, que  como Dicró nos deixou no ano passado. Emocionante! Confira aqui o vídeo com o vascaíno Blues Boy. Continuar lendo “#Vasco115. Vamos Todos Cantar de Coração.”

João Sem Medo

Saiu em vídeo o excelente documentário “João Saldanha”, de André Iki Siqueira e Beto Macedo sobre “o comentarista que o Brasil inteiro consagrou”. Na revisão, chamaram minha atenção alguns depoimentos sobre a participações de Saldanha no rádio. José Carlos Araújo conta que João costumava escolher um ou outro “geraldino” na (hoje extinta) geral do Maracanã, para fazer seu comentário no rádio, como que batendo um papo imaginário com os torcedores.
Outro jornalista, Pedro Costa, conta que tinha técnico que fazia substituição com base nos comentários de Saldanha. O DVD tem o selo Coleção Canal Brasil.

Continuar lendo “João Sem Medo”