Football Money League 2016

IMG_20160121_072332Real Madrid e Barça são os times que geram mais dinheiro no planeta bola, segundo o 19º relatório Football Money League, da Deloitte, que leva em conta dados da temporada 2014-15 – aquela que terminou com o Barça levantando mais uma Champions League.

É a 11ª vez que o Real Madrid lidera a “liga do dinheiro”. Pulou de 549,5 milhões de euros pra 577 milhões de euros, entre receita comercial, direitos de TV e o que entra em dias de jogos . O Barça passou na frente do Manchester United e do Bayern, muito por causa da temporada em que ganhou quase tudo. A receita pulou de 484,8 milhões de euros para 560,8 milhões,

Os times da Premier League dominam o top 20 (são 9) e o top 30 (são 17). A Deloitte estima que a receita do Manchester United (volta à fase de grupos da Champions 2015-16, novos contratos) pode ultrapassar os gigantes de Madri e Barcelona no próximo ano.

 

Veja o top 20 na tabela. Olha aí o Paris Saint-Germain à frente do Bayern de Munique. O estádio é bem menor que os dos outros primeiros do ranking, mas o PSG arrecada muito com o departamento comercial (297 milhões de euros, contra 263 milhões do Man United, 278 do Bayer, 247 do Madrid e 244 do Barça). As novidades em relação ao relatório anterior são Roma e West Ham no Top 20.IMG_20160121_073655


Do 21º ao 30º lugar da milionária lista, ficaram pela ordem: Galatasaray, mais oito times que disputaram a Premier League 2014-15 – Southampton, Aston Villa, Leicester City, Sunderland, Swansea City, Stoke City, Crystal Palace, West Bromwich Albion -e o Napoli.

O novo Barça das cinco copas é o campeão de redes sociais. São 89,6 milhões de simpatizantes culés no Facebook, 16,6 milhões de seguidores no Twitter e 26,6 milhões no Instagram – dados de 11 de janeiro de 2016.  Certamente, esse gigantesco Camp Nou digital tem a ver com os títulos, o trio MSN e a presença pop de Neymar. Num virtual El Clásico das redes sociais, o Barça só perde pro arquirrival Madrid no Twitter. Mas ganha no Face e no Instagram. Depois de Barça e Real, vem as redes sociais do Manchester United, Chelsea, Arsenal, Bayern, Liverpool, Milan, PSG, Juve, Man City, Borussia Dortmund, Atlético de Madrid, Tottenham Hotspur, Roma, Inter de Milão, Schalke, Everton, Newcastle e West Ham.

Pelos números dos últimos integrantes desse top 20 de redes sociais, a gente já saca que o relatório Football Money League só considera os clubes europeus. Os gigantes que costumam disputar a Copa Libertadores têm mais seguidores do que gialorossi, nerazzurri, royal blues, toffees, toons e hammers (Corinthians tem 10,8 milhões de seguidos no Face; Boca tem 7,8 milhões; River Plate tem quase 6,3 milhões; Palmeiras tem 3,6 milhões; Atlético Mineiro quase 2,5 milhões; Grêmio, 2,3 milhões; São Paulo tem 6,3 milhões de amigos no Face, quase 2,9 no Twitter e 769 mil no Instagram- dados de 21 de janeiro de 2006). O Flamengo tem um pouco menos de fãs no Face que o Corinthians: 10,3 milhões.

Só não faturam o mesmo com arrecadação em dia de jogo, direitos de TV e venda de produtos comerciais.
Leia o relatório completo aqui.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s