Os parceiros de Messi na Argentina 2018

Os parceiros de Messi na Argentina 2018

Atualizado em 9 de junho, depois dos cortes de Sergio Romero e Manuel Lanzini

A Seleção Albiceleste convocada por Jorge Sampaoli só tem três atletas de clubes argentinos (mesmo número da Seleção Brasileira e também o mesmo número da Argentina vice de 2014 – gracias, Paladar Negro). As ligas mais representadas são a inglesa (cinco jogadores), italiana (cinco), espanhola (três), portuguesa (dois), francesa (dois), holandesa, chinesa e, agora, mexicana.
ARQUEROS:

  • Sergio Romero (Man United)

* Chiquito foi cortado por lesão e substituído por Nahuel Guzmán, do Tigres, do México

  • Willy Caballero (Chelsea)
  • Franco Armani (River Plate)


DEFENSORES

  • Gabriel Mercado (Sevilla)
  • Cristian Ansaldi (Torino)
  • Nicolás Otamendi (Manchester City)
  • Federico Fazio (Roma)
  • Marcos Rojo (Manchester United)
  • Nicolás Tagliafico (Ajax)
  • Marcos Acuña (Sporting)

VOLANTES:

  • Javier Marcherano (Hebei China Fortune)
  • Eduardo Salvio (Benfica)
  • Lucas Biglia (Milan)
  • Giovani Lo Celso (PSG)
  • Éver Banega (Sevilla)
  • Manuel Lanzini (West Ham) Enzo Pérez (River)
  • Maximiliano Meza (Independiente)
  • Ángel Di María (PSG)
  • Cristian Pavón (Boca)

DELANTEROS:

  • Lionel Messi (Barça)
  • Paulo Dybala (Juve)
  • Gonzalo Higuaín (Juve)
  • Sergio Ag6uero (Manchester City)

* FIGURINHAS COM ASTERISCO –

Continuar lendo “Os parceiros de Messi na Argentina 2018”

Les Bleus 2018

Les Bleus 2018

O técnico da França, Didier Deschamps, convocou três jogadores do PSG, três do Olympique, três do Monaco, um do Lyon, dois do Chelsea, dois do Barça, dois do Atleti, um do Real, um do Sevilla e também um jogador de cada uma destas equipes: Tottenham, Man City, Man United, Bayern, Stuttgart e Juve. Ou seja, atletas acostumados às principais ligas europeias. A Équipe de France vai disputar as vagas do grupo C contra Austrália, Peru e Dinamarca.
Gardiens (goleiros):

  • Aréola, Paris Saint-Germain
  • Lloris, Tottenham
  • Mandanda, Olympique de Marselha

Défenseurs (defensores):

  • Lucas Hernández, Atlético de Madrid
  • Kimpembe, Paris Saint-Germain
  • Mendy, Manchester City
  • Pavard, Stuttgart
  • Rami, Olympique de Marselha
  • Sidibé, Monaco
  • Umtiti, Barcelona
  • Varane, Real Madrid

Milieux de terrain (meio-campistas:

  • Kanté, Chelsea
  • Matuidi, Juventus
  • N’Zonzi, Sevilla
  • Pogba, Manchester United
  • Tolisso, Bayern

(Attaquants) atacantes:

  • Dembélé, Barcelona
  • Fekir, Lyon
  • Giroud. Chelsea
  • Griezmann, Atlético de Madrid
  • Lemar, Monaco
  • Mbappé, Paris Saint-Germain
  • Thauvin, Olympique de Marselha

*FIGURINHAS COM ASTERISCO:

Continuar lendo “Les Bleus 2018”

Gagliardetto. Banderín. Wimpel. Pennon. Pennant. Galhardete.

Os campeonatos nacionais na Europa vão chegando ao fim e já conhecemos os principais campeões.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Flâmulas dos campeões de quase todas as principais ligas europeias na temporada 2017-2018:

  • Bayern, hexacampeão alemão, ainda pode ganhar a Copa da Alemanha
  • Barça, campeão de La Liga e tetra da Copa do Rei
  • Juve, heptacampeã italiana e também vencedora da Coppa Itália
  • Manchester City, campeão inglês e da Copa da Liga Inglesa
  • Paris Saint-Germain, campeão francês, da Copa da França e da Copa da Liga
  • Porto, campeão português

Continuar lendo “Gagliardetto. Banderín. Wimpel. Pennon. Pennant. Galhardete.”

Deloitte Football Money League 2017: o Manchester United é o mais rico do mundo.

Deloitte Football Money League 2017: o Manchester United é o mais rico do mundo.
https://www2.deloitte.com/uk/en/pages/sports-business-group/articles/deloitte-football-money-league.html?id=gb:2sm:3tw:4dfml:5awa:6oth:20170119080000:duk2&linkId=33517873
As receitas, em milhões de euros: https://www2.deloitte.com/uk/

Saiu a edição 2017 do Deloitte Football Money League (DFML), e a novidade é a volta do Manchester United ao #1, superando Barça e Real Madrid. Só Real Madrid e Manchester United lideraram o relatório, em duas décadas de DFML. Mas os red devils não chegavam ao topo da ‘liga do dinheiro’ desde a temporada 2003/2004 (foram 11 relatórios seguidos com o Madrid na ponta). Em 2015-16, a receita dos diabos vermelhos foi de 689 milhões de euros – cifra$ recordes. Fruto dos grandes contratos (Chevrolet, adidas), direitos de transmissão, a grana que Old Trafford movimenta em dias de jogos (e fora deles!). E olha que o Man United não ganha a Premier League desde 2012-13 e a Champions desde 2007-08.

Na nova lista dos 20 mais ricos, estão ao todo oito clubes da Premier League: os dois de Manchester, quatro de Londres – Arsenal, Chelsea, Tottenham Hotspur e West Ham – o Liverpool e o Leicester, que entrou no Top 20 pela primeira vez. Há três clubes de La Liga até o 13º lugar (Barça, Real, Atlético). Três da Bundesliga até o 14º (Bayern, Borussia, Schalke). São quatro da série A italiana (Juve em 10º, Roma, Milan, Inter), um da liga francesa (Paris Saint-Germain) e um da liga russa (Zenit). Continuar lendo “Deloitte Football Money League 2017: o Manchester United é o mais rico do mundo.”

Atlético de Madrid: estádio e escudo novos em 2017.

Atlético de Madrid: estádio e escudo novos em 2017.


Esta sexta-feira de dezembro de 2016 foi cheia de novidades para os torcedores e simpatizantes do Atlético de Madrid. O clube revelou o nome do novo estádio rojiblanco. E não, não é o do ídolo atlético Luís Aragonés, como muitos torciam ou poderiam esperar. A nova casa do Atleti vai se chamar estadio Wanda Metropolitano.

atleticodemadrid.com
atleticodemadrid.com

Se o nome do patrocinador ficou estranho, a outra parte não deixa de ser uma bela homenagem à história do clube hoje de Manzanares. Wanda é o nome do grupo liderado pelo empresário chinês Wang Jianlin, hoje dono de um quinto das ações atléticas. Metropolitano era o nome do estádio que o Atlético deixou de usar em 1966, quando mudou para o Vicente Calderón. Sabe o que restou do (antigo) Metropolitano em Madri? O jornalista Andres Cabrera mostrou neste curioso vídeo aqui que sobrou apenas um escudo -virtual- do Atlético no mapa das ruas da capital espanhola.  

O novo escudo do Atlético de Madrid - Imagem em baixa
O novo escudo do Atlético de Madrid – imagem em baixa

Bem, o escudo usado até agora pelos colchoneros. Porque hoje o clube anunciou uma modificação do distintivo, que será implantada definitivamente em 2017, ano da mudança de casa, do Calderón, em Manzanares, para o estádio Wanda Metropolitano, até agora conhecido como La Peineta. O logo ficou mais arredondado, o urso símbolo de Madri ficou maior, o azul do uniforme original do Atlético ressaltado. Um trabalho do estúdio Vasava. Veja no vídeo abaixo a evolução dos escudinhos do Atlético – para justificar a mudança, a peça também mostra a evolução dos distintivos de Arsenal, Bayern, Juve e PSG. Vale ver até o fim.

Continuar lendo “Atlético de Madrid: estádio e escudo novos em 2017.”

Supercopeiros 2016

1470791815651-95269779O zagueiro Sergio Ramos no ataque, ainda mais nos acréscimos, é um perigo, é fatal para os adversários. O herói da décima das onze Champions conquistadas pelo Real Madrid -dois anos atrás- repetiu a dose na terceira Supercopa europeia dos blancos. Empatou a final nos acréscimos, e levou a decisão para a prorrogação. Aí Carvajal marcou quase que um gol de ouro no final do tempo extra contra o novo Sevilla de Sampaolli, ainda sem Ganso.

Confira os supercampeões de seus países (falta a segunda partida da Supercopa da Espanha). Continuar lendo “Supercopeiros 2016”

Os olímpicos

Eis a boa lista de 18 jogadores convocados por Rogério Micale para tentar a cobiçada medalha de ouro na Olimpíada. Boa sorte a todos!

  • Goleiros
  • Laterais
  • Zagueiros
  • Meio-campistas
  • Atacantes

Continuar lendo “Os olímpicos”