Supercopeiros 2016

1470791815651-95269779O zagueiro Sergio Ramos no ataque, ainda mais nos acréscimos, é um perigo, é fatal para os adversários. O herói da décima das onze Champions conquistadas pelo Real Madrid -dois anos atrás- repetiu a dose na terceira Supercopa europeia dos blancos. Empatou a final nos acréscimos, e levou a decisão para a prorrogação. Aí Carvajal marcou quase que um gol de ouro no final do tempo extra contra o novo Sevilla de Sampaolli, ainda sem Ganso.

Confira os supercampeões de seus países (falta a segunda partida da Supercopa da Espanha).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s