Destacado

“The Liverpool Supporter’s Book”

Atualizado em junho de 2019

Desde a fundação, em 1892 (!), o Liverpool FC teve apenas 22 técnicos, até o atual, Jürgen Klopp (número que alguns clubes brasileiros devem atingir em menos de uma década). É uma das saborosas informações do livro inglês “The Liverpool Supporter’s Book”, Carlton Books, 2010, terceira edição de 2017), de John White, que curiosamente também escreveu um volume semelhante sobre o Manchester United, grande rival do Liverpool pela soberania (oops!) das taças na Inglaterra. Ambos livros foram encontrados pelo blogueiro numa livraria da Barra da Tijuca, no período da virada de 2018/19, enquanto os fãs da Premier League se divertiam com as rodadas próximas ao Boxing Day.

O décimo-primeiro técnico dessa lista foi Bob Paisley, herdeiro de Bill Shankly, todo um mito em Anfield (um dos portões leva seu nome, tem estátua e tudo). Paisley treinou o Liverpool que conquistou seis campeonatos ingleses, três copas da liga, três Copas/Ligas dos Campeões, uma Copa da Uefa e uma Supercopa europeia.
Continuar lendo ““The Liverpool Supporter’s Book””

Diário de bordo: giro do Fut Pop Clube em 2018

Diário de bordo: giro do Fut Pop Clube em 2018

Foram dez jogos em cerca de 20 dias. Dez estádios diferentes, oito deles inéditos para o blog Fut Pop Clube. Abaixo, um resumo do #RolêDoFutPopClube, temporada 2018, por campos da Inglaterra e Espanha.

  • Tottenham Hotspur 2×0 Huddersfield Town FC, Wembley Stadium, 3 de março de 2018.

    Vitória do Tottenham em Wembley, 3 de março de 2018.

Conhecer Wembley era um sonho de muitos anos – infelizmente não visitei o estádio como era antes. A temporada inteira dos Spurs no estádio nacional da Inglaterra, casa oficial da seleção inglesa, proporcionou a oportunidade. Ok, não foi nenhum clássico, mas uma partida em que os lillywhites consolidaram a boa campanha na Premier League 2017-2018 com mais uma vitória, pela 29ª rodada. Fui pra ver Harry Kane e acabei assistindo ao sul-coreano Son brilhar, marcando os dois gols. Atmosfera muito bacana, que já começa no caminho entre a estação Wembley Park e o estádio. Tente resistir à oferta de programas, cachecóis, pins e até flâmulas nas bancas e mãos dos vendedores…

Wembley, 3/03/2018

O brasileiro Lucas Moura (São Paulo, PSG) entrou no final, puxou algumas bolas, mas não foi muito adiante em contra-ataques. 68.311 espectadores contribuíram para o belo espetáculo. Mais desse jogo no post anterior. Dias depois, os Spurs seriam eliminados da Champions pela Juve dentro de Wembley.

  • Crystal Palace 2×3 Manchester United, Selhurst Park, 5 de março de 2018
Selhurst Park, março de 2018.

Dois dias depois do jogo do Tottenham, ainda pela rodada 29 da Premier, FutPopClube foi ao sul de Londres numa segunda-feira à noite conhecer o estádio do Crystal Palace, numa partida emocionante contra o Man United, de José Mourinho. Vinte e oito mil pessoas no Selhurst Park, que é um alçapão – tive a sensação que aquilo é um barril de pólvora que pode explodir a qualquer momento. Panela de pressão total, tribunas grudadas no campo. Uma torcida participante o tempo todo empurrou o Palace, que abriu 2×0. Mas quando Mourinho mandou o United pra frente, no segundo tempo, o time da casa não resistiu. E perdeu de virada no finalzinho. Claro que a torcida do azul e vermelho do sul de Londres ficou p… da vida (o time vai lutar pra não cair), mas deu show a partida toda. Ouça um dos cantos:

Não sei se por ser um jogo contra o Manchester United, mas Selhurst Park confirmou todas as expectativas e até as superou. Um dos melhores ambientes futboleros encontrados nesta viagem, se não o melhor. Parabéns, Palace! Se cair, que volte logo. Mais neste post aqui.

Continuar lendo “Diário de bordo: giro do Fut Pop Clube em 2018”

#89. Documentário conta a saga do Arsenal, campeão inglês de 1989, nos instantes finais.

Destacado#89. Documentário conta a saga do Arsenal, campeão inglês de 1989, nos instantes finais.

O futebol não para. Maio de 1989. Quarenta e um dias depois da tragédia de Hillsborough (estádio do Sheffield Wednesday), que provocou a morte de 96 torcedores do Liverpool, numa tarde de semifinal de Copa da Inglaterra (contra o Nottingham Forest), o campeonato inglês de primeira divisão (que ainda não era a Premie League) chegava à sua última rodada. Disputavam o título justamente o multicampeão Liverpool, que podia até perder por 1×0, e o Arsenal, que para acabar com um um jejum de 18 anos precisava vencer por 2×0. E em pleno Anfield, a fortaleza do Liverpool (que durante a fila do time vermelho e branco de Londres, ganhou ‘apenas’ 10 ligas inglesas e 4 de suas 5 Copas dos Campeões/Champions).

A saga da temporada 1988-1989 do Arsenal, enfim campeão inglês, é o tema do filme ‘89‘, lançado ano passado na Inglaterra e que aqui pode ser visto no You Tube (aluguel ou compra, alta definição ou não). É um documentário tradicional, com excelente material de arquivo, entrevistas feitas agora e boas artes. Indicado para quem gosta de futebol inglês, fundamental para quem quer saber mais sobre a história dos gooners. Para torcedores e simpatizantes do clube então de Highbury, é ouro puro. Deleite.

27356114_1590554707647798_2792047620856833289_o
Cartaz original do filme “89”, já disponível em streaming no Brasil.

Neste dia D, ou talvez dia G, de gunners, da “final” em Anfield, os jogadores do Arsenal entraram no gramado com flores em homenagens às vítimas de Hillsborough. Tá no filme “89”, que também mostra que o técnico George Graham, contratado do Millwall, tinha participado como jogador gooner do então último campeonato inglês conquistado pelo Arsenal, em 1970-71 (ano de dobradinha, campeonato e copa). Com sua fisionomia até meio parecida com o nosso conhecido Muricy Ramalho, ele fechou o time e conseguiu segurar o Liverpool no primeiro tempo da partida decisiva – dissecada quase jogada a jogada no filme – para ganhar no segundo tempo, com direito a um autêntico gol de ouro, nos acréscimos.

George Graham ainda levaria o Arsenal a um título de Copa das Copas, a Recopa europeia, em 1994, contra o Parma.

Confira o trailer de “89” dentro do post.

Continuar lendo “#89. Documentário conta a saga do Arsenal, campeão inglês de 1989, nos instantes finais.”

Liverpool Football Club and Athletic Grounds Ltd

Liverpool Football Club and Athletic Grounds Ltd
O escudo oficial que o Liverpool até o fim da temporada 17-18

Neste fim de semana, o Liverpool divulgou um vídeo emocionante para celebrar os 125 (cento e vinte e cinco!) anos da fundação do clube inglês que tem mais títulos europeus. Só de #orelhudas são cinco taças, ganhando as finais europeias em :

  • 1977: em Roma, 3×1 sobre o Borussia Gladbach.
  • 1978: em Wembley, 1×0 sobre o Brugge
  • 1981: no Parc des Princes, 1×0 sobre o Real.
  • 1984: de novo no Stadio Olímpico, venceu a Roma nos pênaltis.
  • 2005: ganhou a Champions em Istambul, nos pênaltis, depois de virar o primeiro tempo perdendo do Milan por 3 a 0. Continuar lendo “Liverpool Football Club and Athletic Grounds Ltd”

“Eight Days a Week – The Touring Years” e uma espetacular cena no estádio do Liverpool.

Anfield, 1964. Uma massa compacta de torcedores do Liverpool se espreme durante uma partida dos Reds no colossal setor Kop do estádio, ao cantar “She Loves You”, Top #1 de 1963, de Lennon e McCartney. Parece multidão em show de rock, mas é uma arquibancada em dia de jogo. John e Paul não estavam muito preocupados com futebol, queriam saber mesmo é de fazer música, mas o quarto single beatle inspirou os fãs do time vermelho da cidade (o Liverpool foi campeão inglês na temporada 1963-64). A cena, impressionante, está no filme Eight Days a Week – The Touring Years, de Ron Howard (diretor de Splash, CocoonWillow, Apollo 13, Uma Mente Brilhante, Código Da Vinci, Frost/Nixon, Rush etc). Enquanto não saem no Brasil o DVD e o Blu-Ray, você pode curtir um pedaço dessa cena de Anfield aqui.

17441_d_iphone-1
Cartaz brasileiro do filme de Ron Howard sobre os anos dos Beatles na estrada: “Eight Days a Week”.

O documentário sobre os anos de estrada dos Beatles passou no Festival do Rio em 2016 e esteve em cinemas de algumas cidades brasileiras agora, no começo de fevereiro de 2017 – quando ainda teve o concerto dos quatro no Shea Stadium remasterizado, em 4K, como espetáculo extra, ao fim da sessão. E pensar que em 2014 a produção divulgou um aviso pedindo para fãs do mundo que tivessem algum tipo de recordação de show dos Beatles (foto, imagem, memorabilia) entrassem em contato. Abaixo, a nota que publiquei na Coluna de Música.20170208_200657 Continuar lendo ““Eight Days a Week – The Touring Years” e uma espetacular cena no estádio do Liverpool.”

O protesto do minuto 77 contra os ingressos a 77 libras. 430 reais por partida!

A torcida do Liverpool canta “You’ll Never Walk Alone” em todo jogo.
Mas é bom a diretoria dos reds não abusar da paciência e, especialmente, do bolso do torcedor.
10849751_384907801634167_980758049566982027_n
Na semana passada, o Liverpool anunciou o aumento para 77 libras de certos ingressos para uma só partida na nova Main Stand, a estendida arquibancada principal de Anfield, a partir da temporada 2016-17. O estádio vai ter mais 8.500 lugares, chegando a 54 mil torcedores.

Richard Monaghan, que frequenta Anfield há 5 anos, escreveu no ótimo Sportblog do jornal Guardian que a nova política de ingressos do Liverpool pode afastar os torcedores com deficiências. Monaghan escreve que demora muito pra conseguir um “season ticket” (carnê de temporada) para os cadeirantes, e o jeito é comprar partida por partida. Ele conta que o gasto pra ver as 19 partidas em casa vai subir de 640,50  para 1.000 libras (5.614 reais)- um aumento de 56,13 por cento. Leia o artigo completo aqui.

Em outra reportagem do Guardian, o Liverpool argumenta que 45% dos ingressos para só uma partida vão custar menos e que os preços de 64% dos carnês pra toda temporada vão ficar congelados ou diminuir. Um “season-ticket” vai custar entre £685 e £1,029 – de 3.843 a 5.773 reais.

A torcida do Liverpool protestou. Exatamente no minuto 77, numa referência ao novo preço de um lugarzinho na Main Stand.

Você já viu torcedores abandonando o estádio quando um time dá vexame?

No caso, foi bem diferente: o Liverpool vencia por 2 a 0. Dez mil torcedores deixaram o estádio. Dez mil! E por coincidência ou não, depois do protesto do minuto 77, o Sunderland diminui, 2×1, e empatou, 2×2. Continuar lendo “O protesto do minuto 77 contra os ingressos a 77 libras. 430 reais por partida!”

Liverpool 2015-16. Agora vai?

Atualizado em outubro

//platform.twitter.com/widgets.js
O Liverpool foi às compras no mercado de verão, gastou quase 80 milhões de libras. Mas a melhor contratação foi a de Jürgen Klopp, técnico bicampeão alemão pelo Borussia Dortmund que assume a vaga de Brendan Rogers.

Boa sorte, Klopp!

Christian Benteke estreou em Anfield marcando gol.
Christian Benteke estreou em Anfield marcando gol.
  • 10479088_433804443411169_325961738025934764_o> Novidades> Roberto Firmino (atacante, Brasil, ex-Hoffenhein). Christian Benteke (ex-Aston Villa). Nathaniel Clyne (ex-Southampton). Joe Gomes (defensor, ex- Charlton)
  • <Foram embora< Steven Gerrard (LA Galaxy), Sterling (Man City), Lambert (West Brom). Markovic (emprestado ao Fenerbahçe).
  • Balotelli foi emprestado ao Milan.
  • Outros brasileiros: Philippe Coutinho, Lucas Leiva (pode sair pro futebol turco).
  • Astros: Skrtel, Henderson, Sturridge (em recuperação).
  • Treinador: Brendan Rodgers.  Assumiu Jürgen Klopp. Aí sim!
  • Uniformes: a New Balance, sucessora da marca Warrior, já revelou os três uniformes do Liverpool. 10580913_850077998396497_5643300815860581634_o

Continuar lendo “Liverpool 2015-16. Agora vai?”