Um filme pra quem gosta de velocidade

1236465_198447786999944_1034184657_n
Um filme que tem na trilha sonora David Bowie, Thin Lizzy, Steve Winwood (incluídos no CD) e Slade (“Mama Weer All Crazee Now“, só no cinema) já merece consideração. O Fut Pop Clube e a Coluna de Música pedem um tempo para curtir Rush – No Limite da Emoção“, sobre a louca temporada da Fórmula 1 em 1976, com o título disputado entre o então campeão mundial Niki Lauda, da Ferrari, e o inglês James Hunt (McLaren). O inglês levava uma vida de rockstar dos anos 70. O austríaco, mais metódico, exímio acertador de carros, sofreu um acidente gravíssimo no GP da Alemanha. E para quem não conhece ou não lembra do desenrolar da temporada é melhor eu não escrever mais nada. Os atores principais mandam bem e as cenas de corrida são de tirar o fôlego – e devo advertir que as da recuperação de Lauda no hospital podem incomodar.
Filmão. Confira o trailer dentro do post.

  • Clique:

http://www.rushmovie.com/

  • Posts sobre outros filmes de esporte no blog:

https://futpopclube.com/category/filmes-sobre-esporte/

2 comentários sobre “Um filme pra quem gosta de velocidade

  1. De fato gostei bastante do filme a única coisa que comentam é que o filme parece exagerar na rivalidade entre o Lauda e o Hunt, onde eles eram amigos claro com suas personalidades próprias, o que seria bem diferente do que aparece na película(imaginem quando fizerem filmes baseados nas rivalidades enter O Mansell e Piquet ou a do Ayrton e o Alan Prost.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.