O time mais rico do mundo

O time mais rico do mundo

Facebook:  73 milhões de curtidas e contando. Instagram: 17,7 milhões.
Twitter: mais de 11,2 milhões. Google +: quase sete milhões de seguidores.
São os números (em 25/05/17) das redes sociais do Manchester United, o time de futebol mais rico do mundo (Deloitte Football Money divulgado em 2017), mesmo tendo chegado apenas em quinto lugar no Inglês 2015-16. Receita de 689 milhões de euros, quase setenta milhõezinhos a mais que Barça e Real Madrid na temporada 15-16, analisada pelo relatório mais recente da Deloitte. Fruto dos grandes contratos (Chevrolet, adidas), direitos de transmissão de TV, mais a grana que Old Trafford movimenta em dias de jogos (e fora deles!).
No começo de março de 2017, tive a oportunidade de fazer o tour pelo museu do United, que fica dentro do estádio Old Trafford. Como já era um finzinho de tarde, não dava mais para acessar o campo. Era pegar ou largar.

O uniforme do Newton Heath, no começo da linha do tempo do United

A flamulinha ao lado indica o ano de fundação: 1878. Primeiro como Newton Heath, que era verde e amarelo (em 1992, a Umbro fez um terceiro uniforme com o visual verde-amarelo). Só passou a ser chamado Manchester United em 1902. Desde 1910, os Red Devils estão em Old Trafford,  investimento inicial de 40 mil libras, na grande Manchester. Infelizmente, a história do time vermelho tem uma coisa em comum com o Verdão do oeste catarinense. Em fevereiro de 1958, um acidente de avião em Munique acabou com parte de uma jovem geração promissora e já vitoriosa, os Busby Babes, comandados por Sir Matt Busby – que sobreviveu à tragédia de Munique.

Primeira página do Daily Herald, fevereiro de 1958.

Para um brasileiro, é impossível não lembrar da tragédia da Chapecoense em 2016, impossível não se emocionar na sala dedicada aos Busby Babes, que tem vários painéis e gavetas forradas de jornais de 1958.

Homenagem a Matt Busby

Sir Bobby Charlton, Denis Law e George Best, o quinto beatle, o primeiro football star na Inglaterra. 470 partidas, 179 gols pelo Manchester. Com a United Trinity dos Red Devils em campo, Busby levou o United à primeira de três Copas/Ligas dos Campeões, em 1967-68. Dez anos depois da tragédia.

Continuar lendo “O time mais rico do mundo”

Museu do Chelsea: cultura de futebol e música pop.

Museu do Chelsea: cultura de futebol e música pop.

Publicado em 12 de maio de 2017 e atualizado em 2019

Tours por estádios e museus de times são um clássico para o torcedor/simpatizante de algum time e para o fã de futebol de modo geral. Fiz a visita ao Chelsea Football Club em março de 2017 e este post aqui é sobre a parte do museu dos #blues neste tour, que pode incluir uma visita (guiada) pelo interior do estádio Stamford Bridge, com acesso ao vestiários, setor de imprensa e beirinha do gramado. Adultos pagavam 19 libras pela tour que junta estádio e museu (mais recomendando para quem não conhece Stamford Bridge). Metrô: Fulham Broadway. O ponto de encontro da tour fica ao lado da Matthew Harding Standing, uma das tribunas do estádio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Um bom espaço é dedicado ao elenco que conquistou título europeu, a Champions League 2011-12. Na Europa, o Chelsea também tem duas Recopas, uma Supercopa e agora duas Ligas Europa.

Com a conquista da Premier League 2016-17, o Chelsea tem seis títulos ingleses de primeira divisão. O primeiro foi o da temporada 1954-55, quando a Football League Division I era a elite. De 2004-05 para cá, foram cinco ligas. Na época da visita, eram quatro as taças da Premier League no museu.

A Premier League de 2016-17 já já se junta a estas quatro copas.

Continuar lendo “Museu do Chelsea: cultura de futebol e música pop.”

Museu Benfica | Cosme Damião

Museu Benfica | Cosme Damião
DSC08813 (1)
Sport Lisboa + Grupo Sport Benfica = Sport Lisboa e Benfica

O Museu Benfica | Cosme Damião está no complexo do estádio da Luz, que inclui megalojas (uma só da Adidas e outra do Benfica), restaurantes, 2 pavilhões (ginásios), piscina coberta. Foi idealizado em 2009 e inaugurado em 2013, gestão de Luis Filipe Vieira, atual presidente benfiquista. E quem foi o Cosme Damião? Jogador, técnico, cartola e, claro, torcedor, foi um dos fundadores do Sport Lisboa e Benfica em 1904 (“mil, novecentos e quatro” é um dos refrões dos adeptos encarnados).

O Benfica tem poucos sócios???? Painel fotografado em maio de 2016.
O Benfica tem poucos sócios???? Painel fotografado em maio de 2016.

Aliás, o torcedor benfiquista é o tema de uma plataforma elevatória com projeção em videowall. Bela homenagem!DSC08851

O agora tetracampeão português (atualizado em maio/2017) tem o estádio da Luz como ‘catedral’. O atual estádio (para 65 mil pessoas) foi inaugurado em 2003 e já sediou uma final de Eurocopa (2004: deu Grécia contra Portugal) e uma de Champions (2014, no dérbi madrilenho em que o Real bateu o Atlético na prorrogação).DSC08812

A versão anterior da Luz era bem ao lado da atual catedral e chegou a comportar 120 mil adeptos!

Maquete da velha #catedral da Luz, pnde o Benfica jogo entre 1954 e 2003.
Maquete da velha #catedral da Luz, onde o Benfica jogo entre 1954 e 2003.

Aliás, a seção “Chão Sagrado” mostra num mapa de Lisboa todos os campos que o Benfica usou, das Terras do Desembargador, da Feiteira, de Sete Rios, do bairro Benfica e de Amoreiras ao Campo Grande, antes da Luz.DSC08872

Há uma linha do tempo do Benfica e de Lisboa. Num corredor, o visitante relaciona a história do clube com acontecimentos mundiais.

Muitas telas interativas mostram as campanhas, os elencos, os números das grandes conquistas do Benfica, como a Taça dos Clubes Campeões Europeus, nome que os portugueses davam ao que hoje é a Champions. O Glorioso SLB foi bicampeão europeu, dois títulos seguidos, em 1960-1961 (ainda sem Eusébio) e 1961-62, já com o Pantera Negra.

DSC08844
Como não poderia deixar de ser, o craque nascido em Moçambique merece um destaque todo especial na visita ao museu. Eusébio fez 614 jogos pelo Benfica. Com centenas de golos, ganhou duas Chuteiras de Ouro como maior artilheiro europeu e uma Bola de Ouro. Faturou 11 campeonatos portugueses.

#Camisola da época de Eusébio
#Camisola da época de Eusébio
Estátua do King Eusébio: para os portugueses, o Pantera Negra foi, é e sempre será um rei.
Estátua do King Eusébio: para os portugueses, o Pantera Negra foi, é e sempre será rei.

E como tem taça!

Taça do primeiro campeonato português (Primeira Liga) conquistada pelo SB: 1935-36.
Taça do primeiro campeonato português (Primeira Liga) conquistada pelo SLB: 1935-36.

Continuar lendo “Museu Benfica | Cosme Damião”

Catedrais da bola: Santiago Bernabéu

A fachada do Bernabéu tem bandeiras dos clubes espanhóis, inclusive do Barça

Estádio: Santiago Bernabéu
Proprietário: Real Madrid Club de Fútbol
Capacidade: 80.000 espectadores
Ocupação média na temporada 2013/14: 71.558 torcedores (84 %), segundo a Pluri Consultoria, a quarta maior média do mundo.
Metrô: lnha 10, estação Santiago Bernabéu

A imensa casa do Real Madrid foi inaugurada em 14 de dezembro de 1947, num amistoso contra os Belenenses, de Portugal, vencido pelo anfitrião; Real 3×1. Era conhecido como estádio Chamartín, nome do bairro madrilenho onde está situado, e substitui o Viejo Chamartin, de 1924, que comportava 15 mil fãs e foi sendo ampliado até a capacidade de 25 mil pessoas.

A partir de 1955, o novo estádio passou a levar o nome de Santiago Bernabéu. E quem foi Santiago Bernabéu? Irmão de um dos fundadores do Madrid, jogou no Real como atacante entre 1912 e 1927. Mas se celebrizou mesmo como presidente do clube, de 1943 até a morte, em junho de 1978. Foi campeão de tudo e mais um pouco como real cartola máximo:  16 ligas espanholas, seis copas espanholas, seis das 10 Copas dos Campeões madridistas (hoje Liga dos Campeões, a Champions League) e um Mundial de Clubes (ou Copa Intercontinental, conforme o gosto do freguês).


O estádio recebeu a final da Eurocopa de 1964, da Copa do Mundo de 1982 e de quatro Copas/Liga dos Campeões da Europa:

  1. 1957, deu Real. 2×0 na Fiorentina
  1. 1969, deu Milan
  2. 1980, deu Nottingham e
  3.  2010, deu Inter.

Na foto acima e na do lado, a fachada da megaloja que tem todo tipo do merchandising do Real Madrid, a Tienda Bernabéu.

Abaixo, republico o Rolê do Fut Pop Clube pelo estádio Santiago Bernabéu e galeria do Real Madrid.
Continuar lendo “Catedrais da bola: Santiago Bernabéu”

O museu mais visitado da Catalunha e a homenagem do Barça ao aniversário do baixinho.

8orNbMais de um milhão e meio de pessoas foram em 2014 ao Museu do Barça, mais uma vez o mais visitando da Catalunha, superando os de artistas mundialmente conhecidos: o espetacular Museu de Dalí, na cidade de Figueres (1.297.311 visitantes. Se for à Barcelona e tiver um dia para uma viagem pela Catalunha, eu recomendo), e o Museu Picasso, no bairro gótico de Barcelona (919.814 visitantes). O Museu del Barça está no complexo do Camp Nou, que é o maior estádio da Europa, e a tour Camp Nou Experience inclui os dois. Museu e rolê pelo estádio: vestiários, capela, sala de imprensa, gramado.

Museu e redes sociais do Barça nunca deixam de prestar homenagens à lendas #blaugranas. Como o baixinho Romário, que neste 29 de janeiro fez 49 anos. O Barça bombou um vídeo de 19 minutos com os 30 gols do “Peixe” em 33 partidas com a camisa azul e grená, garantindo o título da liga espanhola de 93-94 pro time comandado pro Cruyff (tetra). Entre eles, os da #manita, goleada de mão cheia sobre o Real Madrid, num Camp Nou elétrico – não tem jogo que a torcida do Barça dê mais festa que num dérbi contra o Madrid (aqui, galeria de fotos). Incorporei o vídeo abaixo com o show de Romário, que usava a 10 do Barça. Fez três gols – triplete, hat-trick, fora o show. Sem dúvida, um dos maiores atacantes da vida do Barça, da seleção brasileira e da história do futebol. Olha só quem dá o passe pro baixinho fazer o primeiro gol. Vamos ver se reconhecem um ex-jogador cria da base do Barça que hoje é um técnico pra lá de vencedor (aqui, uma ficha técnica do dérbi).


E na linha da #ThrowbackThursday, republico fotos de rolês do Fut Pop Clube pelo Museu do Barça e Camp Nou Experience.

Camiseta de José Sastre, campeão da primeira liga espanhola, 1928-29
Camiseta de José Sastre, campeão da primeira liga espanhola, 1928-29

O que talvez muitos brasileiros não saibam é que o Barcelona foi o primeiro campeão da liga espanhola, na temporada 1928-1929. Um campeonato disputado por 10 equipes (pela ordem de chegada: Barça, Real Madrid, Athletic Club, Real Sociedad, Arenas de Getxo, Atlético de Madrid, Espanyol, Europa (saiba mais aqui sobre esse clube catalão), Real Unión e Racing Santander. Ao lado, a camiseta do meio-campo José Sastre, vice-artilheiro do Barça no primeiro título, com 10 gols. O atacante Parera marcou 11. Josep Samitier, outro mito blaugrana, anotou 7.
Dentro deste post especial, mais fotos de memorabilia de alguns ídolos históricos do Barça, que podem ser apreciadas numa visita ao Museu do Barça: a Camp Nou Experience. Continuar lendo “O museu mais visitado da Catalunha e a homenagem do Barça ao aniversário do baixinho.”

Museu da Real Sociedad: Real 100 Museoa.

Museu da Real Sociedad: Real 100 Museoa.

DSC04876
O museu da Real Sociedad, da belíssima cidade de San Sebastián (em basco, Donostia), abriu suas portas exatamente no centenário dos txuri-urdin, em 7 de setembro de 2009.

Um dos antecedentes da Real foi o San Sebastián FC, que usava camisa branca, mas já tinha as iniciais do nome da cidade em azul no peito.DSC04844

O Real100 Museoa, ou Museo Real100, está dentro do estádio Anoeta, o terceiro campo dos azuis reais. À direita de quem olha de frente para a entrada.

IMG_20140518_110615
O Museu Real100 tem uma parte dedicada ao futebol e outra para as demais modalidades.
Não faltam camisas cheias de história – e até de suor e marcas do tempo.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Os torcedores ganham homenagem num mosaico de fotos e as coleções de carteirinhas dos sócios, figurinhas e memorabilia sempre chamam a atenção.DSC04865

DSC04875

Destaque para as participações da Real em competições europeias…DSC04858

… e os troféus, como o bicampeonato espanhol (1980-81 e 1981-82), duas Copas do Rei (1909 e 1987) e uma Supercopa de Espanha (1982). Foram muito boas as campanhas da Real naquele começo dos 80.

Este slideshow necessita de JavaScript.

É campeã!
É campeã! E bicampeã também!

O passeio pelo Real100 Museoa lembra os dois primeiros estádios da Real. Continuar lendo “Museu da Real Sociedad: Real 100 Museoa.”

Juventus Museum

Juventus Museum

DSC04125
O museu da Vecchia Signora está dentro do Juventus Stadium (inaugurado em 2011; Allianz Stadium a partir de julho/2017) e pode ser visitado inclusive em dias de partidas (com horários especiais). Foi o que o blog Fut Pop Clube pode fazer, em maio de 2014, bem na segunda-feira em que a Juve jogou contra o Atalanta, já comemorando o scudetto nº 32, pelas contas da velha senhora (30, se retirados os títulos do calciopoli).

O Juventus Museum tem uma extensa linha do tempo que conta a história do clube desde 1897, de cada scudetto, das estrelas acima do escudo, dos hinos…DSC04154

Conta com uma grande galeria de camisas históricas dos ídolos bianconeri que usaram a camisa listada (e suas alternativas, azuis, amarelas, rosas etc) em mais de 300 partidas.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dino Zoff…Jpeg

e outros bianconeri campeões mundiais pela Azzurra também são lembrados.  Continuar lendo “Juventus Museum”