“Bobby Robson – More Than a Manager”


Ele era o técnico da Inglaterra que parou nas quartas-de-final da Copa de 1986, no México, diante do gol de mão e do gol da vida de Maradona. Também comandou o English Team até as semifinais na Itália, em 1990. Até chegar lá, ganhou alguns dos principais títulos da vida do Ipswich Town (Copas da Inglaterra em 1978 e da Uefa em 1981). Sir Bobby Robson treinou um conturbado Barça depois da era Cruyff técnico. Levou Ronaldo Fenômeno do PSV para o Camp Nou. Tinha como auxiliar o português José Mourinho (que faz caras hilárias enquanto ajuda o ‘boss’ a se expressar nas entrevistas).

“Bobby Robson – More Than a Manager” é um filmaço, que passou no Cinefoot SP em 2018 e logo depois chegou ao streaming. Espetacular montagem do rico material de arquivo, sem deixar de contar sobre a vida pessoal do treinador, que morreu em julho de 31 de julho de 2009, de câncer.

Pra quem curte futebol internacional, em especial o inglês e o espanhol. vale muito a pena conhecer este documentário. Confira o trailer. Continuar lendo ““Bobby Robson – More Than a Manager””

Diário de bordo: giro do Fut Pop Clube em 2018

Diário de bordo: giro do Fut Pop Clube em 2018

Foram dez jogos em cerca de 20 dias. Dez estádios diferentes, oito deles inéditos para o blog Fut Pop Clube. Abaixo, um resumo do #RolêDoFutPopClube, temporada 2018, por campos da Inglaterra e Espanha.

  • Tottenham Hotspur 2×0 Huddersfield Town FC, Wembley Stadium, 3 de março de 2018.

    Vitória do Tottenham em Wembley, 3 de março de 2018.

Conhecer Wembley era um sonho de muitos anos – infelizmente não visitei o estádio como era antes. A temporada inteira dos Spurs no estádio nacional da Inglaterra, casa oficial da seleção inglesa, proporcionou a oportunidade. Ok, não foi nenhum clássico, mas uma partida em que os lillywhites consolidaram a boa campanha na Premier League 2017-2018 com mais uma vitória, pela 29ª rodada. Fui pra ver Harry Kane e acabei assistindo ao sul-coreano Son brilhar, marcando os dois gols. Atmosfera muito bacana, que já começa no caminho entre a estação Wembley Park e o estádio. Tente resistir à oferta de programas, cachecóis, pins e até flâmulas nas bancas e mãos dos vendedores…

Wembley, 3/03/2018

O brasileiro Lucas Moura (São Paulo, PSG) entrou no final, puxou algumas bolas, mas não foi muito adiante em contra-ataques. 68.311 espectadores contribuíram para o belo espetáculo. Mais desse jogo no post anterior. Dias depois, os Spurs seriam eliminados da Champions pela Juve dentro de Wembley.

  • Crystal Palace 2×3 Manchester United, Selhurst Park, 5 de março de 2018
Selhurst Park, março de 2018.

Dois dias depois do jogo do Tottenham, ainda pela rodada 29 da Premier, FutPopClube foi ao sul de Londres numa segunda-feira à noite conhecer o estádio do Crystal Palace, numa partida emocionante contra o Man United, de José Mourinho. Vinte e oito mil pessoas no Selhurst Park, que é um alçapão – tive a sensação que aquilo é um barril de pólvora que pode explodir a qualquer momento. Panela de pressão total, tribunas grudadas no campo. Uma torcida participante o tempo todo empurrou o Palace, que abriu 2×0. Mas quando Mourinho mandou o United pra frente, no segundo tempo, o time da casa não resistiu. E perdeu de virada no finalzinho. Claro que a torcida do azul e vermelho do sul de Londres ficou p… da vida (o time vai lutar pra não cair), mas deu show a partida toda. Ouça um dos cantos:

Não sei se por ser um jogo contra o Manchester United, mas Selhurst Park confirmou todas as expectativas e até as superou. Um dos melhores ambientes futboleros encontrados nesta viagem, se não o melhor. Parabéns, Palace! Se cair, que volte logo. Mais neste post aqui.

Continuar lendo “Diário de bordo: giro do Fut Pop Clube em 2018”

Chelsea 2015-16. Rumo ao bi?

Chelsea 2015-16. Rumo ao bi?

Atualizado em 1º de setembro.

Depois de perder Drogba e Cech, o Chelsea, campeão inglês, anunciou outro grande reforço para tentar o bi inglês e a Champions de novo (pra quem acredita em superstição, voltou a ter um segundo uniforme branco). Pedro, ex-Barça. Lá, o rápido atacante entrava e correspondia, marcava gols importantes, como o que decidiu a Supercopa da Uefa, agora em agosto. O Chelsea está no grupo G da Champions, ao lado do Porto, Dynamo Kiev e do Maccabi Tel-Aviv.

Pedro deixa o Barça para trabalhar com Mouinho. IMAGEM: facebook.com/ChelseaFC
Pedro deixa o Barça para trabalhar com Mouinho. IMAGEM: facebook.com/ChelseaFC

11011782_10153575343922259_8168572666133639789_o

  • > Chegam > Pedro Rodriguez (atacante, Espanha, ex-Barça), Radamel Falcao Garcia (El Tigre, que estava no Man United, foi emprestado pelo Monaci, agora pro Chelsea),  Nathan (ex-Atlético Paranaense, emprestado pro Vitesse), Asmir Begović (goleiro, ex-Portsmouth), Danilo Pantić (comprado do Partizan e emprestado ao Vitesse), Abdul Rahman Baba (Augsburg), Papy Djilobodji (Nantes). Michael Hector foi comprado do Reading, mas continua por lá até a virada do ano.

//platform.twitter.com/widgets.js

  • < Saíram <: Cuadrado (emprestado à Juve), Petr Cech (foi pro Arsenal), Filipe Luís (voltou pro Atlético de Madrid), Drogba (Montreal Impact, da Major League Soccer), Kakuta (Sevilla), Josh McEachran (Brentford). Victor Moses foi emprestado ao West Ham. Dominic Solanke, Isaiah Brown e Lewis Baker foram emprestados para o Vitesse.  Tomáš Kalas foi emprestado ao Middlesbrough, Andreas Christensen pata o Borussia Mönchengladbach, Marco van Ginkel pro Stoke City. Christian Atsu pro Bournemouth. Mario Pašalić pro Monaco. Patrick Bamford para o Crystal Palace. O brasileiro Lucas Piazon (voltou do Eintracht Frankfurt e foi de novo emprestado ao Reading, da segunda divisão inglesa).
  • Outros brasileiros: Oscar, Ramires, Willian.
  • Outras estrelas (muitas): o ótimo goleiro Courtois, o capitão John Terry, Cahill,  Fàbregas, Hazard, o artilheiro Diego Costa (jogador de Seleção Espanhola nascido no Brasil), Matic, Azpilicueta, Cuadrado (pode sair) etc.
  • Técnico: the special one, José Mourinho.
  • O elenco dos blues, de 1 a 37:

1 – Asmir Begovic
2 – Branislav Ivanovic
4 – Cesc Fabregas
5 – Kurt Zouma
6 – Nathan Ake
7 – Ramires
8 – Oscar
9 – Radamel Falcao
10 – Eden Hazard
11 – Juan Cuadrado (emprestado à Juve)
12 – John Mikel Obi
13 – Thibaut Courtois
14 – Bertrand Traore

17 – Pedro
18 – Loic Remy
19 – Diego Costa
20 – Victor Moses (emprestado aos Hammers)
21 – Nemanja Matic
22 – Willian
24 – Gary Cahill
26 – John Terry
27 – Jamal Blackman
28 – Cesar Azpilicueta
29 – Nathaniel Chalobah
34 – Ola Aina
35 – Dominic Solanke
36 – Ruben Loftus-Cheek
37 – Jake Clarke-Salter

  • Uniformes: Adidas. Agora com novo patrocinador.

    Home kit: camiseta principal do Chelsea 15-16
    Home kit: camiseta principal do Chelsea 15-16
A segunda camisa do Chelsea para 2015-16. Branca como a do título europeu de 2012.
A segunda camisa do Chelsea para 2015-16. Branca como a do título europeu de 2012.

Continuar lendo “Chelsea 2015-16. Rumo ao bi?”

Arsenal 2015-16

Arsenal 2015-16
facebook.com/Arsenal
facebook.com/Arsenal


O goleiro-batera está com 33 anos. Pelo jeito deve ter um revezamento com o colombiano Ospina, que depois do ótimo Mundial novamente se destacou na Copa América.
O Arsenal é o atual bicampeão da Copa da Inglaterra. Foi o terceiro na Premier e por isso vai direto para a fase de grupos da Champions. Está bem servido com jogadores como Rosicky, Cazorla, Ozil, Giroud e …

  • A fera: Alexis Sánchez!
  • Brasileiro: Gabriel Paulista, zagueiro. E tem o atacante Wellington Silva esperando uma chance.
  • Saiu: Wojciech Szczesny (Roma)
  • Treinador: Arsene Wenger (desde … 1996!)
  • Uniformes: o Arsenal veste Puma desde a temporada passada. A camisa 1 de 2015-16, a vermelha com os ombros brancos, foi apresentada com festa no Emirates Stadium em maio.
Hector Bellerin, Santi Cazorla, Tomas Rosicky, Nacho Monreal e Danny Welbeck
Rosicky, Monreal, Cazorla, Welbeck e  Bellerin com a nova camisa 1 do Arsenal

Continuar lendo “Arsenal 2015-16”

West Ham United 2015-16: a despedida de Boleyn Ground.

atualizado em 1º de setembro de 2015

Este slideshow necessita de JavaScript.

11063623_10152938582058663_6898888111042324535_o

  • > IN >. Principais chegadas: Slaven Bilic (aquele jovem técnico que gosta de rock and roll e toca guitarra, ex-Croácia, Lokomotiv e Besiktas; quando jogador, defendeu os Hammers), Pedro Obiang (meio-campo, ex-Sampdoria, Espanha sub-21), Darren Randolph (goleiro, Irlanda, ex-Birmingham), Dimitri Payet (meio-campo, ex-Olympique de Marselha). Manuel Lanzini (meia argentino, ex-Flu, emprestado pelo Al-Jazira), Nikica Jelavic (atacante, Croácia, ex-Hull City), Victor Moses (atacante, emprestado pelo Chelsea). Alex Song (volante, reemprestado pelo Barça). Michail Antonio (ponta, ex-Nottingham Forest)
  • < OUT < Principais saídas: Sam Allardice (técnico). Matt Jarvis (emprestado ao Norwich City). Stewart Downing (Boro).

Continuar lendo “West Ham United 2015-16: a despedida de Boleyn Ground.”

We are the champions

facebook.com/Arsenal
facebook.com/Arsenal

Arsenal, Paris Saint-Germain e Wolfsburg também soltaram o grito de campeão, nas Copas da Inglaterra, da França e da Alemanha.

facebook.com/Arsenal
facebook.com/Arsenal

Os gunners se isolaram como os maiores campeões da FA Cup. O Arsenal tem 12 Copas da Inglaterra, e é o atual bicampeão. 4×0 no Aston Villa. Jogou com a camisa amarela, que tem dado sorte nessas decisões em Wembley

facebook.com/PSG.Brasil
facebook.com/PSG.Brasil

O PSG ganhou mais um título no futebol francês. Com o 1×0 sobre o Auxerre, no Stade France, o Paris Saint-Germain faturou a Copa da França. Já tinha o campeonato francês, a Copa da Liga e o Trophée des Champions, a supercopa nacional, lá no começo da temporada 2014-15.

facebook.com/vflwolfsburgfussball
Luiz Gustavo dedicando o gol a Malanda | facebook.com/vflwolfsburgfussball

Jogando com Malanda no coração, o Wolfsburg, vice-campeão alemão, conquistou sua primeira DFB Pokal – a Copa da Alemanha. De virada, 3×1, sobre o Borussia Dortmund, que não terá mais Kloppo. Continuar lendo “We are the champions”

Trilha sonora e quadrinhos para a grande final da Copa da Inglaterra

11214307_10152772550736502_4968279232694529883_n
facebook.com/TheFACup

A final da Copa da Inglaterra (FA Cup) fecha neste sábado a temporada 2014-15 do futebol inglês, já que no outro sábado a final da Champions terá Barça e Juve em Berlim. Arsenal e Aston Villa tem tudo para fazer uma decisão emocionante no imponente Wembley. O Arsenal do Nick Hornby ficou em 3º lugar na Premier League inglesa, se classificou novamente para Champions. O Aston Villa do Geezer Butler e pessoal do bom e velho Sabbath lutou bravamente para não cair – e conseguiu escapar, ufa! Como se não bastasse toda esse clima, a Football Association ainda aproveita para esquentar a final com um projeto chamado #FACupMusic. Sons novos das bandas Muse e Blur e do Leftfield vão estrear publicamente em Wembley. No sistema de som dessa catedral da bola e dos concertos, também vão rolar Noel Gallagher, Stereophonics, Mumford & Sons, Foo Fighters, Paul Weller, Imagine Dragons, The Vaccines, Simple Minds, Kaiser Chiefs etc. Calma gente, não é um festival. É só uma trilha sonora da final. E que trilha!

Lá fora, especialmente na Inglaterra, existem programas oficiais de cada jogo, revistas de diferentes formatos, tem gente que coleciona, que vende, revende, enfim, é um mercado. E a revista oficial da final Arsenal x Aston Villa tem a trajetória dos dois times para chegar à Wembley… em quadrinhos! Obra do ilustrador Stephen Gulbis (The Football Artist) que trabalha direto com futebol em HQs. Foi uma superdica da Trivela (leia aqui a reportagem). E o trabalho do Stephen Gulbis – espetacular – pode ser conhecido aqui, no site do artista.

Continuar lendo “Trilha sonora e quadrinhos para a grande final da Copa da Inglaterra”