Para Mané

Neste 20 de janeiro, Fut Pop Clube lembra livro, filmes e algumas músicas sobre o anjo de pernas tortas. O livro, escolha óbvia, é um clássico das biografias sobre ídolos populares. Estrela Solitária – Um Brasileiro Chamado Garrincha, de Ruy Castro, pela Companhia das Letras. Que inspirou um filme romanceado, Garrincha, Estrela Solitária, de Milton Alencar, com o ator André Gonçalves no papel de Mané; a bela Thaís Araújo interpreta Elza Soares . Pena que não bateu um bolão nem de crítica nem de bilheteria. Há ainda o documentário Garrincha, Alegria do Povo, do diretor cinema-novista Joaquim Pedro de Andrade, lançado em 1963, pouco depois do bi mundial da Seleção e do bi carioca do Botafogo (leia mais aqui).

Tem frevo para Garrincha
Tem frevo para Garrincha

Gostaria de lembrar de um sensacional frevo de Antonio Nóbrega que descobri por acaso. Garrincha não é a faixa 7, mas a 12 do primeiro volume do CD “Nove de Frevereiro“. Fala com encanto de “um bobo da corte, um herói brasileiro”… que “deixou pátria órfã, sem circo a nação”. Também presente no DVD do show de Nóbrega – capinha reproduzida ao lado.
O livro que o jornalista Beto Xavier lançou pela Panda cita um mambo que entrou na trilha sonora do filme Garrincha, Alegria do Povo. E muitas outras canções sobre o herói da estrela solitária (para Beto, Garrincha só perde de Pelé em nº de músicas). Mané mereceu um capítulo inteiro do livro Futebol no País da Música – páginas divididas com Elza Soares, que casou com o camisa 7  e gravou sambas do craque das pernas tortas.

Em abril de 2009, Fut Pop Clube publicou uma série de posts, graças ao Beto Xavier, “Futebol em 11 Ritmos“. Pedi ao Beto para indicar uma balada nota 10. A resposta dele está abaixo:

BETO XAVIER – “BALADA Nº 7 (Mané Garrincha)“, cantada pelo MOACYR FRANCO (autoria de Alberto Luiz, disco “Nosso Primeiro Amor“, 1970)

(NOTA DO BLOG: no You Tube, tem uma apresentação de Moacyr cantando a linda balada num programa de TV).

3 comentários sobre “Para Mané

  1. Reblogged this on FUT POP CLUBEe comentado:

    30 anos sem Garrincha…
    Até em São Paulo tinha torcedor com camisa retrô do Botafogo em homenagem a Mané.

  2. Ainda não li o livro pretendo realizar isto em breve quanto ao filme não gostei muito quando assisti há um tempo atrás, quem sabe revendo ele possa mudar de opinião e por fim gostei mais do famoso documentário sobre o Mané produzido na época do Cinema Novo Guarrincha alegria do Povo.

  3. É, infelizmente, o filme “Garrincha, Estrela Solitária” não é grande coisa, um tanto apelativo demais.
    Comprei recentemente numa oferta, mais para completar coleção, mesmo.
    Grande abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s