Destacado

“The Liverpool Supporter’s Book”

Atualizado em junho de 2019

Desde a fundação, em 1892 (!), o Liverpool FC teve apenas 22 técnicos, até o atual, Jürgen Klopp (número que alguns clubes brasileiros devem atingir em menos de uma década). É uma das saborosas informações do livro inglês “The Liverpool Supporter’s Book”, Carlton Books, 2010, terceira edição de 2017), de John White, que curiosamente também escreveu um volume semelhante sobre o Manchester United, grande rival do Liverpool pela soberania (oops!) das taças na Inglaterra. Ambos livros foram encontrados pelo blogueiro numa livraria da Barra da Tijuca, no período da virada de 2018/19, enquanto os fãs da Premier League se divertiam com as rodadas próximas ao Boxing Day.

O décimo-primeiro técnico dessa lista foi Bob Paisley, herdeiro de Bill Shankly, todo um mito em Anfield (um dos portões leva seu nome, tem estátua e tudo). Paisley treinou o Liverpool que conquistou seis campeonatos ingleses, três copas da liga, três Copas/Ligas dos Campeões, uma Copa da Uefa e uma Supercopa europeia.
Continuar lendo ““The Liverpool Supporter’s Book””

Liverpool Football Club and Athletic Grounds Ltd

Liverpool Football Club and Athletic Grounds Ltd
O escudo oficial que o Liverpool até o fim da temporada 17-18

Neste fim de semana, o Liverpool divulgou um vídeo emocionante para celebrar os 125 (cento e vinte e cinco!) anos da fundação do clube inglês que tem mais títulos europeus. Só de #orelhudas são cinco taças, ganhando as finais europeias em :

  • 1977: em Roma, 3×1 sobre o Borussia Gladbach.
  • 1978: em Wembley, 1×0 sobre o Brugge
  • 1981: no Parc des Princes, 1×0 sobre o Real.
  • 1984: de novo no Stadio Olímpico, venceu a Roma nos pênaltis.
  • 2005: ganhou a Champions em Istambul, nos pênaltis, depois de virar o primeiro tempo perdendo do Milan por 3 a 0. Continuar lendo “Liverpool Football Club and Athletic Grounds Ltd”

#YNWA: primeira camisa 2017-18 do Liverpool, que celebra 125 anos!

#YNWA: primeira camisa 2017-18 do Liverpool, que celebra 125 anos!

27 de abril de 2017

Distintivo de camisa do Liverpool, comemorativo dos 125 anos dos Reds

Em junho, o Liverpool FC completa 125 anos de muita história. Um novo distintivo de camisa celebra o aniversário, com o símbolo da cidade dos Reds, o pássaro liver bird, as datas 1892 e 2017 e a inscrição ‘125 years’. Isso já na camisa que o Liverpool vai usar na temporada 2017-18, a partir de12 de agosto, revelada hoje por clube e fornecedora, a New Balance.

Liverpool 125 years. Home kit 2017-18 da New Balance.

Na galeria abaixo, mais detalhes do “home kit”, inspirado especialmente no uniforme de 1983-84, quando a turma que canta You’ll Newer Walk Alone festejou o quarto das cinco copas de Europa.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Pure Liverpool – O vídeo publicado pela LFCTV, canal do Liverpool no You Tube, mostra uma ação muito bacana bolada pelo pessoal do marketing no lançamento do novo home kit vermelho e a reação dos quatro torcedores escolhidos: Charlie, Andrew, Robbie e Max. E é emocionante! Que alegria do menino Max, de 7 anos, com o presentaço que recebeu logo do camisa 10,Philippe Coutinho!

Dentro do post, mais sobre os distintivos dos Reds.
Continuar lendo “#YNWA: primeira camisa 2017-18 do Liverpool, que celebra 125 anos!”

Bom programa!

Revista mensal (“Inside United”) e programa oficial de jogo do ManUtd (“United Review”), março de 2017.

Na gigantesca cultura de futebol na Inglaterra, alguns dos itens altamente colecionáveis são os programas oficiais dos jogos – revistas bacanudas que os clubes mandantes vendem a cada partida, seja de Premier League, de Copa da Inglaterra ou de Champions League. Estatísticas, histórico, tabelas, recados dos torcedores (como aniversários), lista dos jogadores relacionados para a partida em foco, as cores dos uniformes, reportagens – inclusive sobre o time adversário. É de babar para o torcedor de um “país do futebol” que praticamente só publica um jornal esportivo de alcance nacional (“Lance!”) e duas revistas de futebol (“Placar”, “Corner”).

A maioria dos grandes clubes também conta com revistas mensais, como você vê aqui na fotos com publicações do Man United e do Liverpool. Sem falar nas revistinhas independentes, editadas por torcedores, praticamente fanzines.

Revista mensal do Liverpool e programa oficial (“This is Anfield”) do jogão contra o Arsenal – março de 2017.

O Chelsea foi o primeiro clube a produzir um programa oficial consistente para dias de partida, segundo um painel informativo no museu de Stamford Bridge, que o blog visitou em março. Isso, já em setembro de 1905! Chelsea FC Chronicle era o nome do programa, editado por Fred Parker. A revista da partida de Copa da Inglaterra contra o Brentford, em janeiro de 2017, fez uma homenagem ao Chronicle de Fred Parker, com uma capa retrô. Muito legal.

O programa oficial do jogo do Chelsea contra o Brentford pela Copa da Inglaterra teve capa retrô – 28 de janeiro de 2017.

Ainda segundo o museu do Chelsea, na temporada 1912-13 o clube vendeu mais de 341 mil cópias. Em 1948, o programa chegou a 16 páginas. E segundo o Chelsea as vendas na temporada 1972-73 atingiram 99 por cento dos espectadores de Stamford Bridge. E isso o que representa para um clube de futebol? Recurso$$$$$$, claro. Desde 1905! Os clubes brasileiros certamente considerariam apenas uma despesa.

Programa oficial de um jogo de Champions que o torcedor do Arsenal certamente quer esquecer.

Cada programa custa entre 3 e 3,50 libras nas megalojas dos clubes ou em stands na frente dos estádios. E claro, na era da internet é possível baixar versões digitais dos programas, por um preço mais em conta. No fim do post, publico os sites de alguns programas dos clubes mostrados aqui.

Folheando revistas inglesas, a gente descobre sites especializados em revender essas revistinhas. Como escrevi no começo do post, uma memorabilia altamente colecionável. Bela lembrança de um jogaço, de uma grande vitória, de uma campanha campeã.

Programa do jogo do City contra o Huddersfield Town pela Copa da Inglaterra – março de 2017

Alguns links:
Continuar lendo “Bom programa!”

“Eight Days a Week – The Touring Years” e uma espetacular cena no estádio do Liverpool.

Anfield, 1964. Uma massa compacta de torcedores do Liverpool se espreme durante uma partida dos Reds no colossal setor Kop do estádio, ao cantar “She Loves You”, Top #1 de 1963, de Lennon e McCartney. Parece multidão em show de rock, mas é uma arquibancada em dia de jogo. John e Paul não estavam muito preocupados com futebol, queriam saber mesmo é de fazer música, mas o quarto single beatle inspirou os fãs do time vermelho da cidade (o Liverpool foi campeão inglês na temporada 1963-64). A cena, impressionante, está no filme Eight Days a Week – The Touring Years, de Ron Howard (diretor de Splash, CocoonWillow, Apollo 13, Uma Mente Brilhante, Código Da Vinci, Frost/Nixon, Rush etc). Enquanto não saem no Brasil o DVD e o Blu-Ray, você pode curtir um pedaço dessa cena de Anfield aqui.

17441_d_iphone-1
Cartaz brasileiro do filme de Ron Howard sobre os anos dos Beatles na estrada: “Eight Days a Week”.

O documentário sobre os anos de estrada dos Beatles passou no Festival do Rio em 2016 e esteve em cinemas de algumas cidades brasileiras agora, no começo de fevereiro de 2017 – quando ainda teve o concerto dos quatro no Shea Stadium remasterizado, em 4K, como espetáculo extra, ao fim da sessão. E pensar que em 2014 a produção divulgou um aviso pedindo para fãs do mundo que tivessem algum tipo de recordação de show dos Beatles (foto, imagem, memorabilia) entrassem em contato. Abaixo, a nota que publiquei na Coluna de Música.20170208_200657 Continuar lendo ““Eight Days a Week – The Touring Years” e uma espetacular cena no estádio do Liverpool.”

O protesto do minuto 77 contra os ingressos a 77 libras. 430 reais por partida!

A torcida do Liverpool canta “You’ll Never Walk Alone” em todo jogo.
Mas é bom a diretoria dos reds não abusar da paciência e, especialmente, do bolso do torcedor.
10849751_384907801634167_980758049566982027_n
Na semana passada, o Liverpool anunciou o aumento para 77 libras de certos ingressos para uma só partida na nova Main Stand, a estendida arquibancada principal de Anfield, a partir da temporada 2016-17. O estádio vai ter mais 8.500 lugares, chegando a 54 mil torcedores.

Richard Monaghan, que frequenta Anfield há 5 anos, escreveu no ótimo Sportblog do jornal Guardian que a nova política de ingressos do Liverpool pode afastar os torcedores com deficiências. Monaghan escreve que demora muito pra conseguir um “season ticket” (carnê de temporada) para os cadeirantes, e o jeito é comprar partida por partida. Ele conta que o gasto pra ver as 19 partidas em casa vai subir de 640,50  para 1.000 libras (5.614 reais)- um aumento de 56,13 por cento. Leia o artigo completo aqui.

Em outra reportagem do Guardian, o Liverpool argumenta que 45% dos ingressos para só uma partida vão custar menos e que os preços de 64% dos carnês pra toda temporada vão ficar congelados ou diminuir. Um “season-ticket” vai custar entre £685 e £1,029 – de 3.843 a 5.773 reais.

A torcida do Liverpool protestou. Exatamente no minuto 77, numa referência ao novo preço de um lugarzinho na Main Stand.

Você já viu torcedores abandonando o estádio quando um time dá vexame?

No caso, foi bem diferente: o Liverpool vencia por 2 a 0. Dez mil torcedores deixaram o estádio. Dez mil! E por coincidência ou não, depois do protesto do minuto 77, o Sunderland diminui, 2×1, e empatou, 2×2. Continuar lendo “O protesto do minuto 77 contra os ingressos a 77 libras. 430 reais por partida!”

Liverpool 2015-16. Agora vai?

Atualizado em outubro

//platform.twitter.com/widgets.js
O Liverpool foi às compras no mercado de verão, gastou quase 80 milhões de libras. Mas a melhor contratação foi a de Jürgen Klopp, técnico bicampeão alemão pelo Borussia Dortmund que assume a vaga de Brendan Rogers.

Boa sorte, Klopp!

Christian Benteke estreou em Anfield marcando gol.
Christian Benteke estreou em Anfield marcando gol.
  • 10479088_433804443411169_325961738025934764_o> Novidades> Roberto Firmino (atacante, Brasil, ex-Hoffenhein). Christian Benteke (ex-Aston Villa). Nathaniel Clyne (ex-Southampton). Joe Gomes (defensor, ex- Charlton)
  • <Foram embora< Steven Gerrard (LA Galaxy), Sterling (Man City), Lambert (West Brom). Markovic (emprestado ao Fenerbahçe).
  • Balotelli foi emprestado ao Milan.
  • Outros brasileiros: Philippe Coutinho, Lucas Leiva (pode sair pro futebol turco).
  • Astros: Skrtel, Henderson, Sturridge (em recuperação).
  • Treinador: Brendan Rodgers.  Assumiu Jürgen Klopp. Aí sim!
  • Uniformes: a New Balance, sucessora da marca Warrior, já revelou os três uniformes do Liverpool. 10580913_850077998396497_5643300815860581634_o

Continuar lendo “Liverpool 2015-16. Agora vai?”