O respeito necessário

O respeito necessário

27654986_10155501097767746_139624570911478480_n
O Manchester United trocou neste 6 de fevereiro a imagem de perfil nas redes sociais. Saiu o escudo, entrou um relógio, parado na hora de uma tragédia. Há sessenta anos, 23 pessoas morreram num acidente em Munique, com o avião que trazia a delegação do United de volta de um jogo de Copa dos Campeões da Europa, em Belgrado.

Estive no museu do Manchester United, que tem um memorial dedicado às vítimas do acidente de Munique. Impossível não se emocionar nessa sala.

O respeito aos mortos na tragédia com uma equipe de futebol, funcionários, jornalistas, torcedores e tripulação é coisa séria lá, como os minutos de silêncio.  

Respeito prestado até pelos rivais, como o City.  Nem poderia ser diferente.

Que sirva de lição para nós, brasileiros e sul-americanos.

Continuar lendo “O respeito necessário”

Old Trafford, o teatro dos sonhos.

Old Trafford, o teatro dos sonhos.
  • Old Trafford.
  • Dono: Manchester United
  • Inauguração: 19 de fevereiro de 1910
  • Primeiro jogo: United 3×4 Liverpool
  • Transporte: Old Trafford está perto de quatro estações da Metrolink,a rede de tram, moderno bonde de Manchester: Exchange Quays, Old Trafford, Trafford Bar e Mediacity UK. Para quem sai do centro de Manchester, pode pegar o Metrolink no sentido Altrincham.
  • Capacidade atual: 75.653 pessoas
  • 55 mil torcedores têm season tickets, ou seja, acesso garantido a todos os jogos.


No dia seguinte ao tour pelo museu do Manchester United (post anterior), um dos pontos altos destes anos todos indo a estádios de futebol. Conhecer Old Trafford, uma das catedrais da bola, o teatro dos sonhos para os torcedores red devils. Melhor ainda, durante um jogo, em que o United recebeu o Bournemouth, pela rodada #27 da Premier Leaguer 2016-17, que seria conquistada pelo Chelsea. 

Rooney na batida…

Um rápido histórico do estádio. Inaugurado em 1910, num clássico contra o Liverpool (que terminou 3×4…), Old Trafford já recebeu decisão da Copa da Inglaterra no ano seguinte. Foi devastado durante ataques aéreos alemães em 1940 e 41 (o United teve que jogar no estádio do City na época, Maine Road). Também sediou três partidas do grupo do Brasil no Mundial de 1966 (mas não do então escrete bicampeão), foi todo reformado nos anos 90 depois das grandes tragédias nos estádios ingleses e em 2003 recebeu uma final italiana da Champions, em que o Milan superou a Juve nos pênaltis. É o maior estádio de um clube na Inglaterra, com 76 mil lugares.

Teatro dos sonhos

Na partida contra o Bournemouth, em março de 2017, o United jogou com as feras quase todas. De Gea, Valencia, Phil Jones, Shawm , Carrick, Pogba, Mata, Martial, Rooney, Ibrahimovic, que perdeu um pênalti quando o jogo já estava 1×1, Fellaini, Lingard e Rashford entraram no decorrer da partida. Marcos Rojo marcou o gol do time da casa. Joshua King empatou.

Preste atenção neste homem: ele vai perder o pênalti.

O visitante jogou ‘na dele’ e conseguiu levar um pontinho para o sul da Inglaterra. Estádio quase completo, imagine 75 mil pessoas gritando, atmosfera vibrante, sim, mas o que me chamou muito a atenção foi a participação pra lá de ativa da torcida do Bournemouth. Os gritos de United! United! cresceram no segundo tempo, para empurrar os diabos vermelhos em busca de uma vitória, que no fim não rolou.

Placar final na “estreia” do blog Fut Pop Clube em Old Trafford, 4 de março de 2017.

Continuar lendo “Old Trafford, o teatro dos sonhos.”

O time mais rico do mundo

O time mais rico do mundo

Facebook:  73 milhões de curtidas e contando. Instagram: 17,7 milhões.
Twitter: mais de 11,2 milhões. Google +: quase sete milhões de seguidores.
São os números (em 25/05/17) das redes sociais do Manchester United, o time de futebol mais rico do mundo (Deloitte Football Money divulgado em 2017), mesmo tendo chegado apenas em quinto lugar no Inglês 2015-16. Receita de 689 milhões de euros, quase setenta milhõezinhos a mais que Barça e Real Madrid na temporada 15-16, analisada pelo relatório mais recente da Deloitte. Fruto dos grandes contratos (Chevrolet, adidas), direitos de transmissão de TV, mais a grana que Old Trafford movimenta em dias de jogos (e fora deles!).
No começo de março de 2017, tive a oportunidade de fazer o tour pelo museu do United, que fica dentro do estádio Old Trafford. Como já era um finzinho de tarde, não dava mais para acessar o campo. Era pegar ou largar.

O uniforme do Newton Heath, no começo da linha do tempo do United

A flamulinha ao lado indica o ano de fundação: 1878. Primeiro como Newton Heath, que era verde e amarelo (em 1992, a Umbro fez um terceiro uniforme com o visual verde-amarelo). Só passou a ser chamado Manchester United em 1902. Desde 1910, os Red Devils estão em Old Trafford,  investimento inicial de 40 mil libras, na grande Manchester. Infelizmente, a história do time vermelho tem uma coisa em comum com o Verdão do oeste catarinense. Em fevereiro de 1958, um acidente de avião em Munique acabou com parte de uma jovem geração promissora e já vitoriosa, os Busby Babes, comandados por Sir Matt Busby – que sobreviveu à tragédia de Munique.

Primeira página do Daily Herald, fevereiro de 1958.

Para um brasileiro, é impossível não lembrar da tragédia da Chapecoense em 2016, impossível não se emocionar na sala dedicada aos Busby Babes, que tem vários painéis e gavetas forradas de jornais de 1958.

Homenagem a Matt Busby

Sir Bobby Charlton, Denis Law e George Best, o quinto beatle, o primeiro football star na Inglaterra. 470 partidas, 179 gols pelo Manchester. Com a United Trinity dos Red Devils em campo, Busby levou o United à primeira de três Copas/Ligas dos Campeões, em 1967-68. Dez anos depois da tragédia.

Continuar lendo “O time mais rico do mundo”

Manchester Derby

A United Review, publicação oficial do Manchester United, fez um concurso com fãs do mundo todo pra escolher a capa da edição deste domingo de dérbi de Manchester (o United recebe o City, que tem 2 pontos a mais). A escolhida foi a arte de Harri Lyons, do norte do País de Gales.

A capa bolada por Harri Lyons venceu o concurso da revista
A capa bolada por Harri Lyons venceu o concurso da revista “United Review”. Imagem da página oficial do Manchester United no Facebook.

Lá fora, especialmente na Inglaterra, todo jogo tem um programa oficial (uma revista com informações não só sobre o dono da casa, como sobre o time visitante). Link para interessados em comprar esta edição aqui.
12105871_10153302257692746_3421683719844738094_n Continuar lendo “Manchester Derby”

Manchester United 2015-16

Manchester United 2015-16

Atualizado em agosto

O United está no grupo B da Champions, com o campeão holandês, o PSV, o vice russo, o CSKA e o vice alemão, o Wolfsburg.

Martial, novo #9 do United : facebook.com/manchesterunited
Martial, novo #9 do United : facebook.com/manchesterunited

O 11187766_10153138869307746_5418362191173733246_oManchester United apresentou a sua camisa titular (“home kit”) para a Premier League, Copa da Inglaterra e Champions 2015-16. Depois de 13 anos com a Nike, os Red Devils voltam a vestir Adidas (que usaram entre 1980-1992), em troca de 750 milhões de libras durante dez anos de contrato. Bagatela que despertou ciúmes em outros times da Adidas. É uma inimaginável para clubes brasileiros receber 75 milhões de libras por ano do fornecedor. Pra ficar só na Premier League: representa o dobro do que a Puma paga ao Arsenal.
Não faltou grana para as contratações de Louis Van Gaal, que já tinha gasto os tubos em sua primeira temporada em Old Trafford.

  • > Chegaram > Anthony Martial (jovem destaque do Monaco), Bastian Schweinsteiger (ex-Bayern, campeão do mundo em 2014), Memphis Depay (atacante da Holanda, ex-PSV), Morgan Schneiderlin (meio-campo, França ex-Southampton), Matteo Darmian (defensor, Itália, ex-Torino), Sergio “Chiquito” Romero (Argentina, estava no Monaco).

  • *** Estrelas ***  … e olha que LVG já conta com Wayne Rooney, Juan Mata, Ander Herrera, Blind, Luke Shaw, Rojo, Carrick, Ashley Young, Fellaini e… o goleiro espanhol David De Gea, que não foi pro Real Madrid desta vez e acaba de renovar.
  • Brasileiro: Rafael (está indo pro Lyon)
  • < Saíram < – Angel Di María (PSG), Robin Van Persie (que perdas!) e Nani (que estava emprestado ao Sporting) foram pro Fenerbahçe. Adnan Januzaj foi emprestado ao Borussia. Chicharito voltou de Madri e já foi vendido ao Bayer Leverkusen. Falcao García, que pertence ao Monaco, já está no Chelsea.
  • Técnico: Louis Van Gaal
  • Uniformes: Adidas. O Man Utd estreia a nova camisa – visual parecido com o de uniformes dos devils nos anos 80 (veja galeria no site do ManUtd) – no primeiro jogo em casa pela Premier League, contra os Spurs. Marca a volta das três listras ao ombro do jogador e tem uma gola V branca.
    11831799_908266725876603_1332215814982766670_n
Manchester United 15-16
Manchester United 15-16

O uniforme foi desenhado por um torcedor do Man United!

Este slideshow necessita de JavaScript.

A segunda camisa do Manchester United foi revelada em 11 de agosto.

Away kit: segunda camisa do Man United 2015-16.
Away kit: segunda camisa do Man United 2015-16.

A terceira camisa é preta. Bem legal.

Compare com os uniformes da Nike pra 2014-15 Continuar lendo “Manchester United 2015-16”

Programão

https://www.facebook.com/manchesterunited
https://www.facebook.com/manchesterunited

A capa da “United Review”, a revista oficial do Manchester United, fez uma montagem maneira com as capas dos programas oficiais dos clássicos contra o Liverpool.

Taí uma coisa que não pega no Brasil. Revista/programa de jogo. E lá fora nego faz até coleção… Mas aqui que é o país do futebol. Kkk!

Domingo “D” de dérbi também em Portugal: tem clássico  Porto x Benfica. A águia lidera a liga lusa com 3 pontos de vantagem sobre o dragão arquirrival.

Na Argentina não tem clássico, mas pode sair o campeão. O Racing só depende dele – vencer o Godoy Cruz em casa, em Avellaneda – pra gritar #campeón depois de exatos 13 anos (a última vez foi o Torneo Apertura 2001). O River tem que vencer o Quilmes fora e secar a Acadé. 

Em caso de empate do Racing e vitória do River, os 2 times ficam com o mesmo número de pontos e vai rolar um jogo desempate. Uma final. Continuar lendo “Programão”

Livro de 2014: “A Rainha de Chuteiras – Um Ano de Futebol na Inglaterra”, de Marcos Alvito.

https://www.facebook.com/editoraapicuri
https://www.facebook.com/editoraapicuri

Um antropólogo carioca – “Flamengo até morrer” – passou um ano no Reino Unido para fazer sua pesquisa sobre a paixão do inglês pelo futebol. O professor Marcos Alvito viu jogos até da Nona Divisão, amadora, mas conseguir ingresso para uma partida de Premier League que é bom, ah, você pode imaginar, isso é missão quase impossível. Tanto que numa de suas “voltas olímpicas” em torno dos estádios,  quase que como um reconhecimento do terreno, o pesquisador foi confundido com suspeito de terrorismo, parado e revistado pela polícia. Por outro lado, conseguiu entrar em jogos da Premier League para acompanhar o trabalho da Football Police Unit. Viu partidas no meio da galera – como a da torcida mais à direita dos estádios da Inglaterra, talvez do mundo.
O resultado dessa temporada do flamenguista Marcos Alvito na terra que inventou o Football Association é o livraço  A Rainha de Chuteiras – Um Ano de Futebol na Inglaterra (Apicuri Editora), que saiu em 2014. Ele é doutor em Antropologia e dá aula de História na UFF, mas o que gente lê é uma grande reportagem, em crônicas informativas e bem humoradas sobre esse ano que deve ter sido muito proveitoso para um apaixonado por futebol. A saber, Marcos Alvito trata da temporada 2007-2008, em que o Manchester United – então com o artilheiro Cristiano Ronaldo- foi campeão inglês e europeu, com o Chelsea vice nas duas competições. Mas vale demais a pena para quem  se interessa pelo futebol inglês. Muitas vezes com notas de rodapés explicando ou atualizando informações. Continuar lendo “Livro de 2014: “A Rainha de Chuteiras – Um Ano de Futebol na Inglaterra”, de Marcos Alvito.”