Juve 2017-18

Juve 2017-18
No detalhe: o novo distintivo da Vecchia Signora

O que será da Juve na temporada 2017-18? Vai ganhar o heptacampeonato italiano? Buffon terá a chance de chegar a mais uma final de Champions League e, quem sabe, desta vez levantar a taça orelhuda, esse brilhante objeto do desejo? Certeza apenas que Massimiliano Allegri continua a frente da squadra – a renovação foi anunciada hoje, mesmo dia em que foi revelada a #PrimaMaglia 2017-18, já com o novo logo da Vecchia Signora.

Prima maglia Juve 2017-18 (adidas)

A Juve, que ocupa o nono lugar na lista dos clubes mais valiosos do mundo da Forbes, também vai ganhar com a venda dos naming rights do Juventus Stadium. que a partir de 1º de julho passa a se chamar Allianz Stadium.

Continuar lendo “Juve 2017-18”

Black and White Stripes | The Juventus Story

Na época das festas juninas aqui, lá em Nova York rolou mais uma edição do festival de cinema Kicking + Screening, especializado em futebol. Entre as atrações, uma prévia de um documentário sobre a Vecchia Signora.  Black and White Stripes | The Juventus Story. Veja um pedacinho do trailer.

Continuar lendo “Black and White Stripes | The Juventus Story”

Juventus 2015-16: a vida sem Tévez e Pirlo. Pogba fica com a 10.

Juventus 2015-16: a vida sem Tévez e Pirlo. Pogba fica com a 10.

Atualizado em agosto de 2015

A tetracampeã italiana anunciou a contratação de Hernanes, o profeta, no último dia de janela! Precisava mesmo de reforços, porque na Champions caiu no grupo “D”, de “death”, morte em inglês: Juve, City, Sevilla e Borussia Mönchengladbach.

Profeta bianconero! facebook.com/Juventus/
Profeta bianconero! facebook.com/Juventus/

Continuar lendo “Juventus 2015-16: a vida sem Tévez e Pirlo. Pogba fica com a 10.”

11224228_427683097356637_4294542473986953547_n
http://www.liverpoolfc.com/history/heysel

Editorial

2015. A Juve está de volta a uma final do principal título europeu, logo contra o temido Barça do tridente M-S-N.

Corte rápido na máquina do tempo.A primeira Taça/Copa/LIga dos Campeões da Europa conquistada pela Vecchia Signora veio num jogo que não deveria ter sido jogado. Estádio de Heysel, Bruxelas, 29 de maio de 1985. Antes da decisão da então Copa dos Campeões (hoje a organizada Champions – Liga dos Campeões), torcedores do Liverpool atacam os tifosi. Um muro de proteção desaba. Trinta e nove, isso mesmo, 39 torcedores morrem – a maioria, bianconeri. Seiscentos ficam feridos.

Incrível, mas ainda teve jogo. A Juve ganhou por 1×0. De pênalti, marcou o craque francês Michel Platini – hoje presidente da Uefa.

Sintomático que trinta anos depois da tragédia de Heysel, estádio que hoje tem outro nome (King Baudouin Stadium) e vai acabar sendo demolido, o futebol tenha vivido mais um dia triste, em outro campo, no tapete de Zurique, nos bastidores, com o continuísmo da atual administração da Fifa. Não que eu acredite que o representante de uma ou outra federação ou confederação vá fazer figura muito melhor, não.

De vez em quando, até nós, fanáticos por futebol como você que me lê e eu, sentimos nojo do esporte de que tanto gostamos. Dá uma vontade de deixar de lado. E isso tem acontecido cada vez mais.

Aconteceu em 29 de maio de 1985. Aconteceu em 29 de maio de 2015. Acontece toda vez que a gente vê uma batalha campal ou nas arquibancadas, ou ainda um episódio como o do spray na mítica Bombonera (o Boca não precisa disso!)… a briga entre são-paulinos e palmeirenses no Pacaembu durante a Supercopa de juniores… entre vascaínos e torcedores do Furacão na Arena Joinville… entre torcedores do Vovô do Ceará e do Leão de Fortaleza no Castelão (teve alguma punição? Não que eu saiba! Se teve, perdão, alguém me corrija. E poderia ter sido uma tragédia!).

Cada vez que vejo imagens de violentas covardias como todas essas citadas fico pensando se a América do Sul não está à beira de algo como Heysel.

Tomara que eu esteja totalmente enganado.

Continuar lendo “A final que ninguém deveria ter vencido”

É tetra, é tetra! #4Ju

dsc02284
#Gagliardetto da Juventus, que se sagrou tetracampeã italiana, ao derrotar a Samp (1×0, Vidal, no Luigi Ferraris).  Embora parte da mídia afirme que este é é scudetto #31 da Juve, a Vecchia Signora considera que ganhou o título #33 (ela conta duas taças retiradas do clube por causa do escândalo de resultados).

Continuar lendo “É tetra, é tetra! #4Ju”

Quem vai dar a bola na Champions 2014-15?

Publicado em 16 de fevereiro de 2015

A bola da final da Champions, que vai ser em Berlim, vai ser usada no mata-mata e já chegou às lojas brasileiras :   facebook.com/uefachampionsleague
A bola da final da Champions, em homenagem a Berlim, vai ser usada no mata-mata e já chegou às lojas brasileiras : facebook.com/uefachampionsleague

O Bayern voltou!
Depois de umas derrapadas no retorno da Bundesliga, o time comandado por Guardiola deu não um show, mas um festival inteiro de gols em cima do Hamburgo: 8×0, a maior vitória do Bayern no campenato alemão em 30 anos (e a pior derrota do Hamburgo). O show foi do Robben, o melhor jogador da última Copa, como diz outro blogueiro, quer queiram, quer não.
Robben em ação:

Turbinados pela goleada, os bávaros estreiam no mata-mata da Liga dos Campeões 14-15 na Ucrânia. Encaram a armada brasileira do Shakhtar em Lviv, distante 1.200 km de Donetsk.
A terça-feira tem outra partida de oitavas da Champions que promete ser um jogão: Paris SaintGermain x Chelsea, no Parc des Princes.

Na superquarta, teremos mais dois jogos bem interessantes pela Champions: Basel x Porto, na Suíça, e o Schalke recebe o decacampeão Real Madrid, do trio BBC (Bale, Benzema, Cristiano) na Alemanha. Continuar lendo “Quem vai dar a bola na Champions 2014-15?”