Grande noite de Cinefoot em Sampa

Grande noite de Cinefoot em Sampa


No dia em que o planeta bola lamentou os 6 anos da morte de Sócrates, o festival Cinefoot exibiu um documentário sobre um título único do clube que revelou o Doutor: o Botafogo de Ribeirão Preto. A Pantera da Mogiana (treinada por Jorge Vieira) conquistou com um empate contra o São Paulo de Rubens Minelli, em pleno Morumbi, a Taça Cidade de São Paulo, equivalente ao primeiro turno do interminável Paulistão de 1977 (que acabaria sendo vencido pelo futuro time do Dr. Sócrates, o Corinthians, quebrando jejum de 23 anos). Quarenta anos depois,  a campanha histórica ganhou um belo tributo, o filme 77 Eternos Campeões”, de Igor Ramos (que tem livros sobre o Bota de Ribeirão, seu rival Comercial e o clássico Come-Fogo. Continuar lendo “Grande noite de Cinefoot em Sampa”

Magrão e Casão

FB_IMG_1468202870484 (1)
Se um livro sobre futebol já desperta o meu, o seu, o nosso interesse, um sobre Sócrates e Casagrande então… e o “Resenha” com Casagrande
sacramentou o desejo de comprar esse livro. Fiz isso na primeira hora da tarde de segunda-feira. E logo no primeiro capítulo, uma surpresa. Não sabia que os dois amigos de Democracia Corintiana se afastaram tanto ao longo dos anos. “Sócrates & Casagrande – Uma História de Amor” (GloboLivros, R$ 39,90) foi escrito a quatro mãos pelo hoje comentarista Walter Casagrande Júnior e pelo jornalista Gilvan Ribeiro. Os dois autografam o livro nesta terça-feira,  12 de julho, a partir das 19h, na Fnac da avenida Paulista! Imagine a fila!

FB_IMG_1468202883808 (1)
Leitura que prende. Se começa com as tentativas de reaproximação e depois conta como essa história de amor começou, o livro termina com um Papo de Louco, um imaginário encontrou entre o Big (Casagrande) e Magrão nos dias de hoje.

No sábado, dia 16, Casagrande e Gilvan Ribeiro lançam o livro na sede do Corinthians, no Parque São Jorge. A partir de 11 horas. Nas próximas semanas, haverá ainda sessões de autógrafos no Rio e em Ribeirão Preto.

Continuar lendo “Magrão e Casão”

Thinking Football 2016

thinkingfootballfilmfestival.com/
thinkingfootballfilmfestival.com/

Olha só, os “Geraldinos” foram parar em Bilbao! Quer dizer, depois de passar nos festivais Offside de Barcelona e 11mm de Berlim, o documentário sobre antiga geral do Maracanã vai passar nesta terça-feira, na quarta edição do Thinking Football Film Festival, promovido pela fundação do Athletic Club. A mostra bilbaína começa nesta segunda, dia 4 de abril, e vai até 19 de abril, com sessões sempre às segundas e terças. Pedro Asbeg, diretor de “Geraldinos” com Renato Martins, ganhou o prêmio do público ano passado com “Democracia em Preto e Branco”.

O filme de abertura é I Believe In Miracles”, documentário sobre a era Brian Clough no Nottingham Forest.  Continuar lendo “Thinking Football 2016”

Thinking Football 2015: um festival de cinema que dá o que pensar.

poster_thinking_football_2015
Em fevereiro, a Fundación Athletic Club e a Sala BBK promovem, lá na bela Bilbao, a terceira edição do Thinking Football Film Festival e tem até filme brasileiro. O festival de cine boleiro bilbaíno começa com “Os Rebeldes do Futebol 2″ (tema do post anterior), a continuação do ótimo “Les Rebelles du Foot”.  Eric Cantona e Gilles Pérez, enolvidos na série dos boleiros rebeldes, também vão encerrar o festival com “Foot et immigration, 100 ans d’histoire commune” (“Fútbol e inmigración, cien años de historia común”), documentário sobre o papel da imigração no futebol francês, na seleção dos Bleus desde 1930 e na sociedade francesa – um tema bem do presente.

Entre as 10 películas escaladas, está o documentário brasileiro “Democracia em Preto e Branco”, que fala muito (mas não só) da democracia corintiana, e também da luta pela abertura e eleições diretas no país e o despertar do Rock Brasil, no começo dos anos 80. Não à toa, a “madrinha” Rita Lee (que é corintiana) narra o filme de Pedro Asbeg, que já foi exibido e premiado em festivais nacionais como o CINEfoot  – na virada do ano, passou direto na ESPN Brasil e ainda pode ser visto no canal Now, da Net, e na internet, no Watch ESPN. Recomendo!


O filme brasileiro sobre futebol, política e rock and roll – que tem Sócrates, Casagrande e Wladimir como personagens centrais – passa em 10 de fevereiro, depois do documentário alemão “Wie im falschen Film” (“Estamos en la película equivocada”), onde o diretor Timiam Hopf trata de racismo, preconceitos e homofobia nas arquibancadas. Depoimentos de atletas como Jérôme e Kevin-Prince Boateng e Gerald Asamoah,

“Sons of Ben” fala de uma década de luta dos fãs de soccer na Filadélfia, para a cidade ter um time na MLS! Goal! Eles conseguiram: o Philadelphia Union!

Continuar lendo “Thinking Football 2015: um festival de cinema que dá o que pensar.”

“Democracia em Preto e Branco”

10363743_604643922991917_6051227694008842334_n

Depois de passar em alguns cinemas, chega à ESPN, quinta-feira, 23/10/14, às 20h), o doc “Democracia em Preto e Branco”, filme da TV Zero já exibido em festivais (É Tudo Verdade. Venceu a Taça CINEfoot de melhor longa 2014 – e no Rio). O documentário conta a história da democracia corintiana, no começo dos 80, em meio ainda a uma ditadura no Brasil, com muito futebol, política e rock and roll. O diretor Pedro Asbeg, que nasceu em Londres e morou muito tempo no Rio, já filmou futebol (Raça Filmes) e finaliza “Geraldinos”.

Também pode ser alugado no canal Now, da Net. Confira o trailer. Continuar lendo ““Democracia em Preto e Branco””

Futebol, política e rock´n´roll

image001
image001Democracia em Preto e Branco“, o longa-metragem de Pedro Asbeg sobre o curto mas marcante período da democracia corintiana, vai passar no festival de documentários É Tudo Verdade.

  • Quinta, 10 de abril, 21h, cine Livraria Cultura (Conjunto Nacional, metrô: Paulista / Consolação)
  • Sexta, 11 de abril, 15h, no mesmo cinema.

Imperdível. Continuar lendo “Futebol, política e rock´n´roll”

Mantos sagrados. E centenários.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Os uniformes dos centenários de clubes do Brasil e do exterior foram o tema do 10º Encontro de Colecionadores de Camisas de Futebol, no foyer do Museu do Futebol, no estádio do Pacaembu. Várias dessas camisas ficaram penduradas nos varais – as fotos estão no slideshow acima.
Camisas comemorativas dos primeiros 100 anos de clubes brasileiros são o forte da coleção de Luiz Domingos Romano. Como a do Guarany de Bagé, que seu Luiz mostra, na foto abaixo.

Luiz Domingos Romano e a camisa do Guarany de Bagé. A primeira do vara, à esquerda, é a do XV de Campo Bom.
Luiz Domingos Romano (vestido com camisa do Real Bétis) e o uniforme do centenário do Guarany de Bagé. A primeira do varal, à esquerda, é a do XV de Campo Bom.

Outra coleção de respeito é a de Hamilton Kuniochi, que publica o Manto Juventino, “o blog da camisa do Juventus” – que já foi personagem de um post do blog Futebol de Campo. Ele levou parte das dezenas de camisas do simpático clube grená da Mooca para o encontro. No varal, uma das preferidas de Hamilton é a camiseta 5, de 1972, usada e autografada pelo volante Brida. Sensacional.


Continuar lendo “Mantos sagrados. E centenários.”