Minelli Futebol Clube

O blog Fut Pop Clube teve o prazer de participar de um bate-papo promovido pelo MemoFut (grupo que discute literatura e memória do futebol), no último sábado, com o multicampeão Rubens Minelli, treinador com passagens pelo Palmeiras, Lusa, Internacional, São Paulo, Al-Hilal, Atlético Mineiro, Grêmio, Corinthians, Paraná, Santos, Coritiba e muitos outros.  Minelli ganhou quatro grandes títulos nacionais (três consecutivos), outros seis estaduais de primeira divisão, mas espera “até hoje” (83 anos) um convite para treinar a seleção brasileira… No encontro mensal do MemoFut, realizado no auditório Armando Nogueira do Museu do Futebol, no Pacaembu, o ex-ponta-esquerda do Ypiranga, do Nacional da Barra Funda, do Taubaté e do São Bento contou casos e causos de sua curta carreira de jogador profissional e da longa e vitoriosa passagem como técnico.

A flâmula acima é do América de São José do Rio Preto, onde Minelli começou pra valer na profissão de técnico de futebol, treinando a equipe principal, que sob seu comando foi campeã da segunda divisão paulista em 1963 e campeã do interior em 1964. Depois de passagens pelo Botafogo de Ribeirão, de novo América, Sport Recife, Francana e Guarani, Minelli voltou ao Palmeiras, onde tinha treinado equipes de base antes do convite de Rio Preto. MULTICAMPEÃO

No alviverde, Minelli faturou o importante Torneio Ramón de Carranza, na Espanha, em 1969, e o torneio Roberto Gomes Pedrosa, o Robertão de 1969 (também chamado de Taça de Prata), seu primeiro título nacional – recentemente unificado pela CBF como campeonato brasileiro.

Em Porto Alegre, Rubens Minelli viveu o auge, com a máquina de jogar bola formada pelo Internacional de Falcão e Carpegiani. Foi tricampeão gaúcho entre 1974 e 1976, sendo que o primeiro com 100% de aproveitamento (18 vitórias, apenas 2 gols sofridos) e conqusitou um grande bicampeonato brasileiro, em 1975 e 1976.

Em seguida, o “Minelli FC” do título foi tricampeão brasileiro (1977), agora pelo São Paulo raçudo (até demais!) de Waldir Peres, Darío Pereyra, Chicão, Serginho, Mirandinha e Zé Sérgio, numa decisão violenta e muito disputada contra o Galo, no Mineirão superlotado, já em março de 1978. Leia mais aqui.

Quatro títulos nacionais, e nada de seleção!

Minelli foi pro Al-Hilal, voltou ao Palmeiras, passou pelo Galo … Grêmio… e no arquirrival colorado ganhou seu quarto estadual: o gaúcho de 1985.

No Paraná Clube, mais dois títulos estaduais: o campeonato paranaense de 1994 e o de 1997.

Foi muito legal ouvir as histórias de uma pessoa tão vencedora como o senhor Rubens Francisco Minelli. Obrigado, MemoFut.

3 comentários sobre “Minelli Futebol Clube

  1. PARABENS PELA OPORTUNIDADE QUE DERAM AO MINELLI DE FALAR UM POUCO SOBRE A SUA GRANDE TRAJETÓRIA.
    INFELIZMENTE NÃO PUDE COMPARECER PORQUE ESTAVA FORA DE SÃO APAULO, PORÉM ESTA FOI UMA HOMENAGEM MAIS QUE MERECIDA PARA UM DOS PROFISSIONAIS MAIS INJUSTIÇADOS PELOS HOMENS QUE COMANDAVAM O FUTEBOL NAQUELA ÉPOCA..
    ABRAÇOS,
    PROF. JOSÉ TEIXEIRA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.