“Manyas – La Película”. Estrelando: a torcida do Peñarol.

Publicado em  22/04/2012

A torcida do Peñarol é protagonista. Joga as partidas”. Gerardo Caetano, historiador uruguaio, no filme “Manyas – La Película

A seção BOLA NA TELA informa: o documentário sobre o Peñarol – ou melhor, sobre os “manyas” (ou “carboneros”), os torcedores do clube uruguaio – foi uma das atrações do CINEfoot – Festival de Cinema de Futebol. Participou inclusive da mostra competitiva, no Rio (final de maio/2012).

Em agosto/2012, o filme passou na sessão Cone Sul, do Canal Brasil.
Fut Pop Clube teve a oportunidade de ver em DVD o filme, que foi lançado em outubro de 2011, com sucesso de bilheteria no Uruguai.

O diretor Andrés Benvenuto entrevista sociólogos, historiadores, jornalistas e até um ex-presidente uruguaio (Julio Maria Sanguinetti). Mas o principal personagem é o torcedor, o “hincha”, no caso, o “manya” do título (a pronùncia uruguaya é algo como manja, quase mancha). As câmeras da pelí “Manya” (produzido em associação com a Barra Amsterdam, torcida que ocupa o setor com este nome no Centenário, este templo do futebol mundial) focam os torcedores, suas reações,e não os lances das partidas.

  • Uma daquelas “hinchas” com jeito de torcedora-símbolo, Tita Picarelli, xingando à beira do campo, na Tribuna América do Centenário. Figuraça!
  • A “invasão” nas cores amarela e preta à capital do outro lado do Rio da Prata, antes da semifinal da Libertadores 2011, contra o Vélez (Peñarol classificado pelo gol fora de casa).
  • A recepção calorosa ao time, na volta de S.Paulo, depois do vice na Libertadores 2011.
  • “Santuários” carboneros.
  1. A jovem que tem uma casa completamente “amarilla y negra”, cores do Peñarol.
  2. O “hincha” Satanás, que tem um sótão todo “manya” na casa onde vive, em Nova York, e registra de escala em escala, contra todas as cinzas do vulcão chileno, sua saga para chegar ao Centenário a tempo da 1ª partida decisiva da Libertadores 2011 contra o Santos.
  • Há um clip de tatuagens dos fanáticos e outro mostra o hino do Peñarol com um coral.
  • O maior bandeirão do mundo.
  • Rotweillers no estádio! Pode?
  • Ah, sim, tem depoimentos de ídolos como Fernando Morena, Pablo Bengoechea e Diego Aguirre.

Este “desfile” de loucuras pelo Peñarol chegou a me lembrar (e até superou) as “maluquices” mostradas no “Amando a Maradona” e também no doc sobre a banda Iron Maiden (“Flight 666“). Mas qualquer pessoa que torça de verdade por um time de futebol – mesmo que não goste da camisa carbonera – pode se identificar com tanta paixão. Deve fazer sucesso no CINEfoot.
Confira alguns destes intensos personagens no trailer de “Manyas – La Película”:


Posts recomendados para quem se interessa pelo futebol uruguaio:


3 comentários sobre ““Manyas – La Película”. Estrelando: a torcida do Peñarol.

  1. O filme sobre os hinchas do Peñarol, “Manyas”, passa em 26 de maio, um sábado, às 19h, no Espaço Itaú de Cinema, na praia de Botafogo, 316.
    Entrada grátis, depende da lotação da sala.

  2. Estreia no Canal Brasil. numa sessão chamada Cone Sul, à 0h02 da madrugada de domingo para segunda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s