“United”, Busby Babes e a tragédia do ManUtd em 1958.

A tragédia aérea de Munique provocou a morte de 23 pessoas, entre elas, oito jogadores do Manchester United, então bicampeão inglês, com uma geração tão jovem – média de 22 anos – que recebeu o apelido de “Busby Babes”. Eram os meninos do técnico Matt Busby, que sobreviveu ao acidente, com muitos ferimentos. Outro sobrevivente, o atacante Bobby Charlton, seria um dos destaques da Inglaterra campeã do mundo em 1966, com a camisa 9 (Sir Bobby Charlton atuou ainda nos mundiais de 62 e 70).  A formação dos Busby Babes e a tragédia até hoje lembrada em Old Trafford são o tema de “United”, um drama feito para a BBC, que passou na “telly” em 2011. Continuar lendo ““United”, Busby Babes e a tragédia do ManUtd em 1958.”

Napoli x Chelsea

Depois de uma segunda-feira de Carnaval acompanhando três blocos/bandas em 3 lugares distintos do Rio, nada como passar uma tarde “de molho” – e de olho numa partida digna do nome da competição, a Liga dos Campeões. O bravo Napoli conseguiu uma importante vitória na partida de ida contra o rico Chelsea. 3 a 1, de virada, no vibrante Stadio San Paolo – onde a torcida canta até o hino da Champions League. “The Champions”! Continuar lendo “Napoli x Chelsea”

La Bombonera pulsa

Nome oficial: Estádio Alberto J. Armando
Capacidade: 49 mil torcedores
Inauguração: 25 de maio de 1940. Boca 2 x 0 San Lorenzo.

Linhas de ônibus:

10, 20, 22, 24, 25, 29, 33, 39, 46, 53, 54, 64, 70, 74, 86, 93, 102, 129,

130-152-159-168-186
image

O blog Fut Pop Clube teve a oportunidade de dar um rolê por um dos estádios mais místicos do mundo, desta vez em dia de jogo. O Boca Juniors – campeão do último certame argentino, o Apertura 2011- recebeu o Olimpo, de Bahía Blanca, na abertura do Clausura.
Há um programa oficial do clube para levar estrangeiros à Bombonera, o Boca Experience, com link no site oficial. Mas embarquei numa tour oferecido num flyer nos hotéis, organizado por “hinchas”(torcedores) – fanáticos, mesmo. Pegam os gringos perto de hotéis, ensinam as músicas da torcida, fazem uma festinha de pizza e cerveja e fornecem os ingressos para uma das arquibancadas atrás dos gols – do outro lado da La 12, a hinchada mais famosa do Boca.

Continuar lendo “La Bombonera pulsa”