Real Madrid Club de Fútbol | estádio Santiago Bernabéu

A fachada do Bernabéu tem bandeiras dos clubes espanhóis, inclusive do Barça

Estádio: Santiago Bernabéu
Proprietário: Real Madrid Club de Fútbol
Capacidade: 80.000 espectadores
Ocupação média na temporada 2010/11: 70.295 torcedores (87,9%)
Metrô: linha 10, estação Santiago Bernabéu

A imensa casa do Real Madrid foi inaugurada em 14 de dezembro de 1947, num amistoso contra os Belenenses, de Portugal, vencido pelo anfitrião; Real 3×1. Era conhecido como estádio Chamartín, nome do bairro madrilenho onde está situado, e substitui o Viejo Chamartin, de 1924, que comportava 15 mil fãs e foi sendo ampliado até a capacidade de 25 mil pessoas.

A partir de 1955, o novo estádio passou a levar o nome de Santiago Bernabéu. E quem foi Santiago Bernabéu? Irmão de um dos fundadores do Madrid, jogou no Real como atacante entre 1912 e 1927. Mas se celebrizou mesmo como presidente do clube, de 1943 até a morte, em junho de 1978. Foi campeão de tudo e mais um pouco como real cartola máximo:  16 ligas espanholas, seis copas espanholas, seis Copas dos Campeões (hoje Liga dos Campeões, a Champions League) e um Mundial de Clubes (ou Copa Intercontinental, conforme o gosto do freguês).


O estádio recebeu a final da Eurocopa de 1964, da Copa do Mundo de 1982 e de quatro Copas/Liga dos Campeões da Europa:

  1. 1957, deu Real
  2. 1969, deu Milan
  3. 1980, deu Nottingham e
  4.  2010, deu Inter.

Na foto acima e na do lado, a fachada da megaloja que tem todo tipo do merchandising do Real Madrid, a Tienda Bernabéu.

Abaixo, republico o Rolê do Fut Pop Clube pelo estádio Santiago Bernabéu e galeria do Real Madrid.

Publicado em 22 de maio de 2010

O grande palco da final da Copa de 1982 e de 4 Champions Leagues

Fut Pop Clube te convida para conhecer agora um pouco mais do estádio e do seu milionário dono.

Demonstração de grandeza do Real: bandeira do Barcelona e outros clubes na fachada

Madri tem museus fantásticos e imensos, como o Reina Sofia, onde você pode ver “Guernica” de Picasso, em salas que mostram o horror, o horror da Guerra Civil Espanhola. E ainda um impressionante acervo de Miró, Dalí e outros craques da arte. O Museu fica na frente da lindíssima estação de trens Puerta de Atocha, um dos cenários de outro ataque horroroso: o 11 de março de 2004. Uma dica: ao contrário da maioria dos museus do mundo, abre às segundas-feiras.

Um programão para quem é louco por futebol é a Tour Bernabéu, no mítico estádio do Real Madrid. Funciona em quase todos os dias do ano, inclusive os de jogos, embora aí com horários restritos. Adultos pagam 15 euros. Em maio de 2010, o ingresso tinha a imagem de um ídolo do Real que não foi contratado a peso de ouro ou milhões de euros. Advinhou? Raúl, claro.

Como em outras “tours” por grandes estádios, os visitantes percorrem uma rota que inclui vistas panorâmicas do Bernabéu (é realmente impactante), sala de imprensa, tribuna de honra, vestiários, e depois de subir o túnel que os jogadores usam para entrar em campo, dar uma pisadinha na lateral do gramado. E ainda se sentar no banco de reservas.

Mas o que mexe ainda mais com o visitante interessado na história do futebol e do Madrid, em especial, é o que o clube chama de exposição dos troféus. O Real diz que seu Museu ainda será construído. E essa exposição dá uma mostra do que virá por aí, um dia. É um show de taças, fotos e camisetas históricas, como essa aí da direita, de 1902. Repare no escudo… Em partidas oficiais, o clube usava o emblema da prefeitura de Madri. Monstros da bola como Puskas e Di Stéfano são homenageados. Conquistas individuais dos galáticos vão pra prateleira- inclusive prêmios que eles ganharam antes de defender o Real, como uma Bola de Ouro de Kaká (foto seguinte).

Chuteiras dos atuais galáticos também são exibidas. Olha aí do lado esquerdo: a roxa com detalhes em laranja são do Cristiano Ronaldo, estrela maior da companhia. As vermelhas são do Kaká. Também chama atenção um corredor com fotos tipo figurinha de todos os atletas que defenderam a equipe principal do Real Madrid… gente  como Zidane (ao lado direito).

Sem dúvida, os maiores orgulhos da coleção madridista são as copas europeias.

A final da Copa dos Campeões da Europa de 1960 (a Champions de hoje), e com goleada histórica: Real Madrid 7 x 3 Eintracht Frankfurt. Quatro gols de Puskas, três de Di Stéfano (saiba mais sobre essa partida no site do Real).

E pensar que ainda existe um pequeno estádio na Ciudad Real Madrid, o centro de treinamentos do clube, com um projeto de reforma e ampliação bacanérrimo. O nome do estádio? Alfredo Di Stéfano.

Camiseta de Di Stéfano, na temporada 56-57, na Tour Bernabéu


//

4 comentários sobre “Real Madrid Club de Fútbol | estádio Santiago Bernabéu

  1. Além da belissima historia, constata-se que a rivalidade pode incluir civilidade, no Estadio do Real tem uma bandeira do Barça, só la mesmo…

  2. Obrigado pela sugestão de pauta, seu Domingos! E pelo comentário.
    E tem a história do “pasillo”, que parece um corredor polonês, mas é o aplauso para o campeão, algo semelhante ao que seria a entrega das faixas, no Brasil.
    Ronaldinho Gaúcho já foi aplaudido no Bernabéu…

  3. Silva y Llorente aplaudidos en el Bernabeu; ¿aplaudida la expulsión a Antonio Adán por los “piperos” del bernabeu?

  4. El lucense Ramón Chao (paisano de Diego López), presente en la inauguración del nuevo chamartín en 1947, encuentro contra Os Belenenses. Arbitró el madrileño Pedro Escartín……

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s