“Heleno” – 30 de março nos cinemas


O que o Rodrigo Santoro está fazendo num blog de futebol? Para quem ainda não sabe, o eclético ator brasileiro “é” Heleno de Freitas, no esperadíssimo filme “Heleno”, de José Henrique Fonseca. Filme e performance de Santoro no papel do craque de Botafogo, Vasco, Boca etc  foram elogiados nos festivais onde a “pelí” passou. Estreia prevista para 30 de março.

FOTO: ROGERIO FAISSAL
O filme foi inpirado pela biografia do craque que a torcida adversária chamava de “Gilda”: “Nunca Houve um Homem como Heleno”, de Marcos Eduardo Neves (post anterior). Abaixo, imagem do cartaz do filme “Heleno” recentemente divulgada na internet.
Continuar lendo ““Heleno” – 30 de março nos cinemas”

“Nunca Houve Um Homem Como Heleno”

A base do filme “Heleno” foi a biografia escrita pelo jornalista Marcos Eduardo Neves: “Nunca Houve um Homem Como Heleno” (agora pela Jorge Zahar), que descreve muito bem não só a glamourosa, atribulada e curta vida do temperamental craque, como o Rio de Janeiro dos anos 40, então capital federal. Continuar lendo ““Nunca Houve Um Homem Como Heleno””

O clássico do homem que batizava clássicos

O  jornalista Mario Filho foi quem batizou o agora centenário Fla-Flu, o clássico das multidões. É também autor de um clássico da literatura esportiva nacional: “O Negro no Futebol Brasileiro” (editado pela Mauad). Mario Filho acabou virando o nome do estádio que incentivou: o Maracanã. Ótima dica de leitura neste verão, comecinho dos campeonatos estaduais. Exatamente por explicar o início dessa era, na transição do amadorismo para o profissionalismo.

image
Continuar lendo “O clássico do homem que batizava clássicos”

Um novo São Paulo?

Wellington, Lucas e Piris comemoram o gol da vitória FOTO Gaspar Nóbrega VIPCOMM

Com Rogério Ceni fora por uns bons meses para se recuperar da cirurgia no ombro, o onze do São Paulo 2012 só tem um jogador do plantel de 2008, ano do último título nacional do tricolor: o volante Wellington, que no Brasileirão 2008 participou de uma partida. Continuar lendo “Um novo São Paulo?”

“Futboleros”

A superquarta que começou com a decisão da Copinha, virada do Timãozinho pra cima de um Flu que valorizou a oitava conquista da molecada corintiana, também teve campeonatos estaduais aqui, pré-Libertadores com vitória magrinha do Colorado e derrota do Fla nas alturas e copas nacionais na Europa.
A função foi arrumar um bar pra ver o clássico de Espanha – mais um – pelas quartas da Copa do Rei. Barça x Real. No bar onde se reúne a Penya (torcida) barcelonista de São Paulo, casa cheia. Gente saindo pelo ladrão. Parecia o Camp Nou. Ouvi aplausos para Iniesta como se os fãs estivessem no estádio. Mas como não dava nem pra entrar, toquei

Continuar lendo ““Futboleros””

Escudinho da semana: Mirandés, semifinalista da Copa del Rey

Distintivo do Club Deportivo Mirandés, time da cidade de Miranda de Ebro, na província de Burgos, comunidade de Castilla e León, na Espanha. O Mirandés disputa a Segunda B espanhola – na prática, a terceirona. E se meteu nas semifinais da Copa do Rei, ao eliminar o Espanyol. Continuar lendo “Escudinho da semana: Mirandés, semifinalista da Copa del Rey”