Collezione Serie A: as #maglias dos times italianos para 2015-16.

Collezione Serie A: as #maglias dos times italianos para 2015-16.

A Itália manda muito na moda, você sabe. E no que depender dos uniformes, a temporada 2015-16 do calcio vai fazer bonito.
A americana Nike veste Roma, atual vice-campeã, Inter, Atalanta e Hellas Verona. Quatro times contra dois da sua principal concorrente, a alemã Adidas, que manteve o Milan e pegou a poderosa Juventus, tetra italiana e vice europeia, dona da maior torcida da terra da bota. Com 3 squadras cada na arara, estão a italiana Kappa (Torino, Sassuolo e agora Napoli) e a espanhola Joma (Empoli, Palermo e agora Sampdoria). A fábrica italiana Macron manda bem nas camisas do seu conterrâneo Bologna, de volta à série A, e da Lazio. Também italiana, a Givova veste o Chievo Verona e o novato Carpi. A italiana Lotto continua com as lindas camisas do Genoa. Outro fabricante italiano, a HS Football, assinou com a Udinese. A marca milanesa Legea patrocina o caçula Frosinone. E a confecção francesa le coq sportif acertou (em mais de um sentido) com a Fiorentina.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Mas a Joma inventou mais nessa camisa limitada pros torcedores da Samp. Uma “camisa que encoraja”, joga junto.

Bem, depois que o Totti comemorou tirando selfie, seria bem legal se algum jogador da Doria festejasse apertando esse sonoro distintivo!
Dê uma espiada dentro do post e comente.
Quais suas camisas favoritas nesta temporada do calcio 2015-16?
E que cidade tem as camisas mais bonitas? Milão? Roma? Gênova? Verona?
Eu começo…
Continuar lendo “Collezione Serie A: as #maglias dos times italianos para 2015-16.”

Napoli supercampeão

10258361_698815296858458_826589057778015005_o
Foi uma Supercoppa italiana com sotaque argentino sul-americano. Tevez abriu o placar, Higuaín empatou. Na prorrogação, Tevez fez um lindo gol depois de outro passe com açúcar de Pogba. Quando parecia que a Juve venceria nos 120 minutos, Higuaín empatou de novo e levou a decisão para a marca dos pênaltis.

Tevez bateu na trave, Higuaín converteu o dele. Nas cobranças alternadas, o goleiro brasileiro Rafael foi o herói. Napoli supercampeão!

A nova era Dunga

Eis a primeira convocação da nova Era Dunga, no começo da segunda passagem do capitão do tetra como técnico da Seleção.

  • GOLEIROS

Jefferson – Botafogo

Rafael Cabral – Napoli

  • ZAGUEIROS

David Luiz – PSG

Marquinhos – PSG

Gil – Corinthians

Miranda – Atlético de Madrid

  • LATERAIS

Maicon – Roma

Filipe Luis – Chelsea

Alex Sandro – Porto

Danilo – Porto

  • MEIO CAMPO

Luiz Gustavo – Wolfsburg

Elias – Corinthians

Fernandinho – Manchester City

Ramires – Chelsea

  • MEIA ATACANTES e ATACANTES

Everton Ribeiro – Cruzeiro

Oscar – Chelsea

Hulk – Zenit

Ricardo Goulart – Cruzeiro

Willian – Chelsea

Neymar – Barcelona

Philippe Coutinho – Liverpool

Diego Tardelli – Atlético Mineiro

Napoli 2014-15

Atualizado em setembro 201410514472_835746719792237_3804846447380626158_n
IMG_20140506_225138_078-1

Em 2013-14, o Napoli terminou em 3º na liga italiana. Perdeu o play-off da Champions para o Atlhetic e entra na fase de grupos da Liga Europa no grupo I, com Sparta Praga, Young Boys e Slovan Bratislava. Por enquanto, o técnico Rafa Benítez mantém as principais estrelas.

10258361_698815296858458_826589057778015005_o

  • >IN>: Jonathan De Guzmán (meia, Holanda, Swansea), Mariano Andújar, goleiro ítalo argentino, que estava no Catania, o zagueiro francês Kalidou Koulibaly (estava no Genk, da Bélgica) e o meio-campo espanhol Michu (Swansea)
  • <OUT<:  Vargas (voltou do Valencia e já foi emprestado de novo pro QPR), Pandev (Galatasaray), Behramni foi pro Hambugo e El Kaddouri foi emprestado para o Torino.
  • Brasileiros: o zagueiro Henrique, o meio-campo Jorginho e o goleiro Rafael Cabral (ex-Santos), que certamente desfalcará o Napoli em convocações da seleção brasileira de Dunga. Taffarel já o elogiou.
  • Outras estrelas da companhia: Hamsick, Higuaín, Inler, Zúñiga, Insigne, Dzemaili,Insigne, Albiol, Callejón e Vargas.
  • Técnico: Rafa Benítez.
  • Estádio: Stadio San Paulo, palco de 5 jogos do Mundial 90.
  • Atualmente a capacidade é de 60 mil tifosi. Na temporada 13-14 do calcio, o Napoli teve em média 40.632 por jogo, segundo a Pluri Consultoria, 33ª melhor do mundo, um pouco melhor que a da Roma. Confira uma galeria de fotos da goleada do Napoli contra o Cagliari, na última rodada do campeonato de 13-14.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Uniformes: desde 2009 o Napoli veste Macron. O que ferra é essa estampa vermelha gigante do patrocinador… confira na galeria. Veja primeiro o inovador uniforme 2 – com cara de “jeans”. E depois a galeria do uniforme 1.

    Continuar lendo “Napoli 2014-15”

Rolê do blog pelo Stadio San Paolo, em noite de goleada do Napoli.

image

San Paolo. O estádio onde brilharam Maradona e Careca no fim dos anos 80, era de ouro do calcio. É um estádio tradicional, sem as “mudernices” das novas arenas.

image

Tem pista de atletismo entre o campo e as arquibancadas. Parece um pouco o Morumbi, mas com cobertura. Nada de muitas lojas. Vendedores ambulantes. Tem história. Tem alma. E que acústica.

image

Do lado de fora, muita polícia, por causa da violência antes da final da Coppa Itália, em Roma. Dentro, festa pela conquista e gols. 3×0 fora o pênalti perdido po Hamsick. É rápido o ataque da squadra de Rafa Benítez, que aqui é garoto-propaganda de celular.

image

Pra sair do estádio é que também lembrou o Morumbi. Onze da noite. Estaçâo da linha 2 do Metronapoli

fechada. Õnibus? Não aparecia. O jeito foi entrar num táxi que fez algo tipo lotação, 10 euros por pessoa.
Questa è Napoli, disse o tifoso ao lado.
Bella cittá!

image

Os grupos da Champions… a caminho de Lisboa.

estadio-da-luz-2
O estádio da Luz, catedral para os adeptos do Benfica, vai receber a final da Liga dos Campeões 2013-2014, em 24 de maio do ano que vem. Até lá, um longo e tortuoso caminho, a começar pela fase de grupos. Confira as pedreiras para o(s) seu(s) time(s) favorito(s) na Europa, a partir de 17 e 18 de setembro, grupo a grupo. Continuar lendo “Os grupos da Champions… a caminho de Lisboa.”