Moda La Liga 2015-16: as camisas do campeonato espanhol.

Moda La Liga 2015-16: as camisas do campeonato espanhol.

Quase todos os times da primeira divisão do futebol espanhol já divulgaram suas novas camisetas para a temporada 2015-16. Confira, em ordem alfabética.

A primeira camisa do Athletic Club desta temporada vem com listras beeeem mais largas. Confira mais aqui.

Camiseta principal do Athletic 2015-16
Camiseta principal do Athletic 2015-16 (Nike)

A segunda camisa dos leones de Bilbao é preta e cinza.

Continuar lendo “Moda La Liga 2015-16: as camisas do campeonato espanhol.”

Pegador

Atualizado em 27/01/2015

Diego Alves é pegador. Pegador de pênaltis, bem entendido. O goleiro do Valencia (e da Seleção Brasileira) está sendo considerado o maior “para-pênaltis” (“futebolês” castelhano) da liga espanhola nos últimos 25 anos.
Segundo as contas do Valencia, Diego Alves já salvou 15 cobranças, passando na frente de Cañizares (13 pênaltis), Palop (12) e César (11) – que também defenderam em algum momento a baliza #che.
Foram 10 defesas como goleiro do Almería (pegou cobranças de jogadores como Cristiano Ronaldo, Llorente e Kanouté)…
e já são cinco como goleiro do time de Mestalla (a mais recente, de Bacca, do Sevilla) pelo campeonato espanhol. Sem falar numa cobrança de Messi em partida da Copa do Rei (Messi), uma na Champions League (Mandzukic) e outra Europa League (Bezjak).
Até janeiro de 2015, em 38 cobranças de pênalti desde que Diego Alves chegou à Espanha, o goleiro pegou 18, duas foram pra fora e 18 foram convertidas pelos batedores.

É uma batalha psicológica entre o goleiro e o batedor“, define o brasileiro.

É uma técnica impressionante. Ele fica se movimentando sobre a linha até o último momento, parece esperar o batedor escolher o canto e salta. Espetacular. Confira.


Continuar lendo “Pegador”

Crowdfundig. O Eibar faz uma espécie de ‘vaquinha’ para poder jogar na liga das estrelas.

https://www.facebook.com/pages/Sociedad-Deportiva-Eibar/
https://www.facebook.com/pages/Sociedad-Deportiva-Eibar/

Não bastou subir no campo, ser campeão da segundona espanhola. O Eibar, da cidade basca do mesmo nome (27 mil habitantes!), teve que aumentar seu capital – para perto de 2 milhões de euros – para poder jogar na primeira divisão da Espanha. Lançou uma campanha entre os torcedores, sócios acionistas do clube – Defiende al Eibar – e conseguiram o valor exigido!  Muito legal isso.

O Eibar é caçula da liga espanhola. Caçula, mesmo. Nunca tinha disputado a primeira divisão em 74 anos de história.

Os times são orgulho de suas cidades em todas as comunidades e regiões da Espanha – talvez o exemplo mais claro seja o do Athletic, em Bilbao. Tive a oportunidade de comprovar isso mais uma vez, na última rodada da temporada passada. Cheguei a Pamplona no dia que o Osasuna lutava para não cair. A cidade se mobilizou, superlotou o mirrado estádio El Sadar (chegou a haver um acidente, com queda de um barra de ferro e feridos, por causa de uma avalance de torcedores), o time ganhou a partida, mas mesmo assim caiu. Uma pena. Fiquei impressionadaocom a molecada, a juventude da torcida. Aliás, o Osasuna poderia ser beneficado se o Eibar não confirmasse a participação na liga.

Veja um poster da campanha do Eibar.
Continuar lendo “Crowdfundig. O Eibar faz uma espécie de ‘vaquinha’ para poder jogar na liga das estrelas.”

O Córdoba é de primeira.

1003540_697567186927461_1864563756_n
Uma das principais cidades da bela Andaluzia está de volta à elite do futebol espanhol. O Córdoba CF garantiu o retorno à primeira divisão da Espanha depois de 42 anos. E de uma maneira épica. Os “califas” jogaram um mata-mata contra o Las Palmas, pela terceira e última vaga na liga das estrelas, na temporada 2014-2015. A torcida do Las Palmas invadiu o campo nos minutos finais, mas depois de esvaziado o gramado, o jogo continuou, e o Córdoba conseguiu o gol da salvação. Depois de 42 anos!
Antes, já tinham assegurado presença no campeonato espanhol o Deportivo La Coruña, da Galícia, e o Eibar, do País Basco.

O Córdoba será o quinto representante andaluz na Liga BBVA, que já tem o Sevilla, o Málaga, o Granada e o Almería. Infelizmente, o Real Bétis caiu.
Continuar lendo “O Córdoba é de primeira.”

A décima do Atleti

image

Foi uma campanha histórica. A melhor do Atlético de Madrid em campeonatos espanhóis. Não rolou no Vicente Calderón lotado semana passada, ficou tudo pro Camp Nou, pra dar mais emoção, na terceira vez que por coincidência os dois postulantes ao título da liga espanhola se enfrentaram na última rodada. E com um gol do uruguaio Godín no começo do segundo tempo, esse time de guerreiros, mas sem um cracaço como o vice Barça e o galático terceiro colocado, conquistou sua décima liga, depois de 18 anos na fila. O grande ídolo estava no banco. O técnico argentino Diego Simeone, o Cholo. Que era jogador do Atleti na última conquista, em 1995-96. E que fez da luta e da união a grande característica desse campeão, como destaca o Tweet do @Atleti: https://twitter.com/Atleti/status/467734909600432129
Continuar lendo “A décima do Atleti”

Espetáculo da torcida do Atlético de Madrid.

image

Ontem vi um show de uma banda espanhola chamada Baron Rojo. Quase 3 horas de rock and roll pesado (fotos, pitacos e setlist breve na Coluna de Música). Hoje o concerto foi da torcida do Atlético de Madrid. Que joga junto com o time de Simeone. Por si, o estádio Vicente Calderón já tem uma das melhores atmosferas pro futebol que já vi. Clima de Copa sem as frescuras do Mundial.

image

A festa só não foi maior porque o travessão e o goleiro do Málaga impediram a vitória do Atleti. Willy Caballero é argentino como Cholo Simeone, técnico e grande ídolo dessa equipe.

image

O hino, as músicas de estádios e um refrão com o nome de outro técnico ídolo, Luis Aragonés, ajudam a empurrar esse time.
Agora ficou tudo pra última rodada. Continuar lendo “Espetáculo da torcida do Atlético de Madrid.”

O Brasileirão fica apenas em 18º no ranking dos campeonatos nacionais de maior público!

Este slideshow necessita de JavaScript.

San-São fraco de público: nem 12 mil pessoas foram ao Morumbi ver o clássico São Paulo x Santos, num belo  domingo de sol. @futpopclube
San-São fraco de público: nem 12 mil pessoas foram ao Morumbi ver o clássico São Paulo x Santos, num belo domingo de sol. @futpopclube

A Pluri Consultoria divulgou a edição 2013 do seu ranking mundial de público nos estádios. A péssima notícia para quem gosta do Brasileirão é que nosso campeonato nacional conseguiu cair ainda mais, nas médias de torcedores por jogo. Na pesquisa anterior, com dados do Brasileirão 2011, nosso futebol ficou em 13º lugar, com média de 14.897 espectadores. No levantamento revelado hoje (10/07/2013), a média de público do BR-12 caiu 13%, para 12.971 pessoas – com 38 % de ocupação dos estádios, que não param de ser construídos no Brasil. A liga alemã, a cinquentona Bundesliga, continua a ser a dona da bola – e dos estádios mais cheios. Confira o top 10 dos campeonatos com maiores médias de público:

  1. Bundesliga: 42.646 torcedores. Taxa de ocupação dos estádios: 95%.
  2. Premier League inglesa: 35.921. Ocupação: 95%.
  3. La Liga espanhola:  28.616. Ocupação: 83%.
  4. Liga MX Apertura mexicana: 24.245. Ocupação: já cai para 53%.
  5. Série A italiana: 23.053. Ocupação: 62% – e a atual campeã do calcio, a Juve, já vendeu todos os bilhetes para a temporada 2013-14. Sold out!
  6. Eeredivisie holandesa: 19.737. Alta ocupação: 90%.
  7. Ligue 1 francesa: 19.191.; Ocupação: 68%.
  8. Major League Soccer americana: 18.845. Ocupação bem alta: 91%.
  9. Chinese Super League: 18.740. Ocupação baixa: 44%.
  10. Championship (segundona inglesa): 17.660. Isso mesmo, média de 17.660 nos tradicionais estádios da 2º divisão inglesa. Ocupação: 67% (muito acima da taxa brasileira).
Arte LAIS SOBRAL especial para o @Futpopclube | http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/
Arte: LAIS SOBRAL para o @Futpopclube | http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/

O Brasileirão (2012) despencou para o 18º lugar do ranking, atrás ainda da segundona alemã e dos principais campeonatos da Argentina, do Japão, da Turquia, da Rússia, da Ucrânia e… da Austrália, que subiu 35%! O estudo da Pluri leva em conta as últimas temporadas cheias dos campeonatos nacionais (aqueles que geralmente são em pontos corridos; com exceções).

Confira o ranking completo e mais detalhes da pesquisa neste link da Pluri Consultoria.

Você pode ajudar o seu clube a aumentar a média de torcedores. Saiba como neste post.

Veja aqui os detalhes sobre o ranking do ano passado.

Fonte da pesquisa:

http://pluriconsultoria.com.br/

http://pluriconsultoria.com.br/uploads/relatorios/pluri%20especial%20-%20Ranking%20Mundo%20publico%20campeonatos%202013.pdf