Ainda bem! Estão de volta as principais ligas nacionais da Europa, depois das Datas Fifa. A oitava rodada do campeonato espanhol começou com um empate sem gols entre Las Palmas e Espanyol.

No sábado, a pelota de La Liga começa a rolar cedinho. O Leganés recebe o Sevilla, terceiro colocado, às 8 da matina (horário de Brasília, com transmissão ESPN Brasil). A casa dos pepineros estará lotada mais uma vez. Nas suas ações de marketing, o ‘Lega’ conta com criativos cartazes virtuais bolados pela agência Hugin & Munin.  Para o jogo deste sábado contra o time do Sampaoli, o tema são as eleições americanas. Olha aí!

FB_IMG_1476488048123.jpg
Cartaz virtual da agência Hugin & Munin para Leganés vs Sevilla: facebook.com/ClubDeportivoLeganes/

Veja no post anterior uma galeria de cartazes virtuais criados para promover os jogos do Leganés no estádio municipal Butarque.

Quarto colocado, o Barça recebe o Dépor, o décimo-terceiro (11h15, ESPN Brasil). Messi está relacionado, mas deve ficar no banco e jogar cerca de 30 minutos. O time de Lucho precisa recuperar pontos e posições. O líder Atlético recebe às 13h30 (Fox Sports) o Granada, ‘colista’ (laterna), enquanto o vice-líder Real Madrid visita às 15h45 (também Fox) o Real Betis (décimo-quinto). Sempre mencionados os horários de Brasília.

No domingo, às 8h de Brasília tem Alavés (décimo-segundo) contra Málaga (14o.), o décimo-sétimo Sporting de Gijón recebe o também ameaçado Valencia, que ocupa apenas o décimo-oitavo lugar (14h30), e o Villarreal, quinto colocado, encara o décimo, o Celta (16h45). E uma das atrações da Jornada 8 sem dúvida será o tradicional dérbi basco. O Athletic, que está em sétimo, pega a Real Sociedad (nono lugar) em Bilbao, às 12h15, sempre horários de Brasília. Achei bacana a campanha da KirolBet, casa de apostas oficial de Alavés, Athletic, Real Sociedad, Eibar e Osasuna para promover o jogão de San Mamés. Cabines em Bilbao e San Sebastián onde os torcedores deixaram mensagens de apoio aos seus times (algumas foram mostradas para os jogadores).


Outro clássico da região fecha a rodada na segunda-feira: Eibar (oitavo) e Osasuna (penúltimo). Abaixo, o poster urbano, callejero, para promover Leganés x Sevilla.

Continuar lendo “Jornada 8 de La Liga”

A Copa dos dérbis

Assim estão sendo chamadas na Espanha as oitavas de final da Copa do Rei, como mostra o título do diário Marca – “La Copa de los derbis” -, depois que o sorteio reservou três confrontos entre times da mesma cidade:

Os demais confrontos:

  • Valencia x Granada
  • Mirandés (da segunda divisão) x Deportivo La Coruña
  • Cádiz (segunda B)* x Celta de Vigo
  • Athletic x Villarreal
  • Eibar x Las Palmas

* O Real Madrid foi eliminado pela escalação de um jogador que não poderia jogar. Los blancos ainda tentam recorrer.

IMG_20151016_073009 Continuar lendo “A Copa dos dérbis”

Moda La Liga 2015-16: as camisas do campeonato espanhol.

Moda La Liga 2015-16: as camisas do campeonato espanhol.

Quase todos os times da primeira divisão do futebol espanhol já divulgaram suas novas camisetas para a temporada 2015-16. Confira, em ordem alfabética.

A primeira camisa do Athletic Club desta temporada vem com listras beeeem mais largas. Confira mais aqui.

Camiseta principal do Athletic 2015-16
Camiseta principal do Athletic 2015-16 (Nike)

A segunda camisa dos leones de Bilbao é preta e cinza.

Continuar lendo “Moda La Liga 2015-16: as camisas do campeonato espanhol.”

Mazurkiewicz (1945-2013)

2013 começou com uma grande perda para o futebol uruguaio, sul-americano e mundial.
Em 2 de janeiro, morreu Ladislao Mazurkiewicz, goleiro do Uruguai em três Copas do Mundo. Sim, o goleiro que não tomou aquele gol do Pelé, no drible de corpo gingado na semifinal da Copa de 70, que o escrete canarinho ganhou de virada por 3 a 1 (Cubilla abriu o placar; Clodoaldo, Jairzinho e Rivellino marcaram para o Brasil). “Mazurka” começou no gol do Racing de Montevidéu, mas se consagrou entre 1965 e 71 no Peñarol, clube em que encerraria a carreira depois de guardar a meta de Atlético Mineiro, Granada, Peñarol de novo, Cobreloa e América de Cáli.

Segundo o texto de César Groba no site do Peñarol, “Chiquito” tem o recorde de minutos sem tomar gol no futebol uruguaio: 987!

O jornalista e radialista Beto Xavier, autor do livro Futebol no País da Música, me informa: “Era um goleiro muito elegante. Jogava adiantado, olhava o jogo da marca do pênalti. No Atlético Mineiro, vestia uma camisa preta, mas por baixo, uma outra, de gola amarela, à mostra, para lembrar o Peñarol”.

DSC00026No Peñarol, Mazurkiewicz foi campeão sul-americano e mundial em 1966. Venceu a Libertadores ao lado de Pablo Forlán, do grande Pedro Rocha, do artilheiro equatoriano Spencer e do peruano Joya, num time treinado por Máspoli – goleiro do Uruguai no Maracanazo, em 1950.  Depois de vencer o River Plate, os carboneros disputaram o Mundial de Clubes contra o Real Madrid. E levaram a Copa Intercontinental para Montevidéu. E é por isso que ilustro o texto com esta flâmula comemorativa do tri da Libertadores.

Continuar lendo “Mazurkiewicz (1945-2013)”

O dono do “balón”

image Tive a oportunidade de ver (pela TV) o finalzinho da carreira de Pelé, no galático NY Cosmos. Como todos de minha geração, vi muita coisa de Maradona pela seleção argentina e, especialmente, pelo Nápoli, em jogos que passavam nas manhãs de domingo (embora em dado momento o Milan tenha armado um time tão legal com o trio de holandeses que a minha simpatia mudou do Sul para o Norte da Itália). Também vi a geração de Zico, Sócrates, Platini, os timaços de Telê Santana, Romário, os Ronaldos, Rivaldo Maravilha, o nosso carrasco Zidane… Vi um goleiro superar a marca de 100 gols! É um prazer ter a chance de acompanhar também o auge de um jovem gênio da bola. Lionel Messi.   Continuar lendo “O dono do “balón””