Claret and blue

Este slideshow necessita de JavaScript.

Curioso: dois dos baixistas mais influentes da história do metal pesado são fanáticos por futebol. Torcem para times que tem as cores grená e azul e costumam usar instrumentos com cores e adesivos de seus times.

Steve Harris, do Iron Maiden, chegou a jogar na base do West Ham, da zona leste de Londres.

Geezer Butler, do todo poderoso Black Sabbath, sempre mostra sua paixão pelo Aston Villa. O clube do bairro de Aston, em Birmingham, berço do heavy metal, foi sete vezes campeão inglês, mas atualmente disputa a divisão logo abaixo da Premier League.

No filme “The End of the End”, que acompanha o último concerto da história do Sabbath, em Birmingham, exibido nesta quinta-feira em cinemas do mundo todo, Geezer não perdeu a chance de falar do seu Aston Villa.  E toca “Paranoid” com o baixo que tem um adesivo com o distintivo dos Villains

Da hora a ideia da produção do filme de reunir o trio Ozzy, Iommi e Butler em estúdio três dias depois do concerto final, para tocar “…”, “…” e “…”! Oooops… spoiler! Veja o filme nos cinemas se tiver chance. E quem for muito fã do Aston, digo, do Sabbath, pode levar um lencinho, porque é de emocionar.

A lamentar, só não ter rolado um acordo com o batera original, Bill Ward, pelo menos para os últimos shows, documentados no filme. Não que o Tommy Clufetos toque pouco, muito pelo contrário. Trailer dentro do post!

Continuar lendo “Claret and blue”

Premier League, Rock Edition. Designer brasileiro junta futebol e rock numa coleção imaginária de camisas.

Premier League, Rock Edition. Designer brasileiro junta futebol e rock numa coleção imaginária de camisas.
Aí, Steve Harris, o time de futebol do Iron Maiden poderia jogar com esse uniforme bolado pelo Matheus Viana…

A temporada 2017-18 do campeonato inglês começou com um jogão, sete gols, duas viradas: Arsenal 4×3 Leicester City. Aproveito a primeira rodada da Premier League da vida real para compartilhar um golaço do designer brasileiro Matheus de Souza Viana. Ele “viajou” (no bom sentido e entre aspas) criando camisas de futebol e distintivos para 20 bandas de rock inglesas, dos Beatles aos Arctic Monkeys. Saiu antes na página Idea Fixa (que me foi indicada pelo batera Vlad Rocha).

Pra começar, o designer botou uma coroa em forma de cabelo moicano, do leãozinho da Premier League, que você pode ver na imagem destacada, no alto deste post. E chegou a incluir nos “mantos sagrados” das sacrossantas bandas as marcas de fornecedores habituais de equipamento esportivo (adidas, Nike, Puma, Umbro) e até patrocinadores de peito, ligados a marcas de equipamentos musicais, como fabricantes de guitarras (Fender, Gibson, Rickenbacker, Epiphone). Demais! O campeonato de bandas imaginado pelo designer Matheus Viana tem muito classic rock entre os favoritos ao título: Beatles, Stones, Who, Queen…

Este slideshow necessita de JavaScript.

É um trabalho pessoal do Matheus Viana, um exercício criativo, sem patrocínios nem fins lucrativos, ou seja, não vão ser vendidas camisas com esse visual. Olha as ideias

A ideia é brincar com a hipótese de misturar o futebol e o rock’n’roll, pensando em como poderia ser o campeonato inglês de futebol se fosse disputado por bandas inglesas de rock”, explica o designer.

Então, vejam como seriam os visuais do triunvirato do rock pesado inglês do final dos 60 -Sabbath, Led, Purple- e o progressivo Pink Floyd, do Roger Waters, um fanático torcedor do Arsenal.

O Lemmy não estava nem aí para futebol, mas o pesado e rápido Motörhead também entra na liga virtual do Matheus Viana, além dos punk rockers do Clash (Joe Strummer é dos blues, torcedor do Chelsea) e dos Sex Pistols (John Lydon fanático gunner, Steve Jones e Paul Cook, também eram blues).

Será que nos estádios desse campeonato virtual, o fã-clube do Police adotaria “Every Breath You Take” como uma espécie de “You’ll Never Walk Alone”?

Home Kit imaginário do The Police, por Matheus Viana.

Repare nas mangas da imaginária camiseta do Joy Division – o designer Matheus Viana se inspirou na capa do discão “Unknown Pleasures”.

Mais ideias criativas dentro do post.

Continuar lendo “Premier League, Rock Edition. Designer brasileiro junta futebol e rock numa coleção imaginária de camisas.”

Rock e velocidade. Edição especial do Rock Flu,

Coluna de Música + Fut Pop Clube
1500777_1573786499522678_3156710017301803592_o
No vácuo do GP de Interlagos e do final da temporada da Fórmula 1, o programa Rock Flu chega ao seu nº 109, com um especial que junta som e velocidade. No cockpit, Gustavo e Serginho recebem Márcio Madeira da Cunha, jornalista especializado em automobilismo, pesquisador, colecionador e colaborador do site GP Total. Na reta dos boxes, rolam Primal Fear, Metallica, George Harrison, Black Sabbath, Deep Purple, The Who, Rush, Camisa de Vênus, Queen e Steppenwolf.

O programa pode ser ouvido aqui, baixado no site Torcida Tricolor ou ainda neste  link. Continuar lendo “Rock e velocidade. Edição especial do Rock Flu,”

“Camisa 13” do Aston Villa

Coluna de Música | Fut Pop Clube

http://www.geezerbutler.com/2013/07/aston-villa-13/
http://www.geezerbutler.com/2013/07/aston-villa-13/
http://www.astonvilladirect.com/

Homenagem dos blogs Coluna de Música Fut Pop Clube ao Geezer Butler, torcedor fanático do Aston Villa e extraordinário baixista do Black Sabbath, que termina amanhã em BH sua turnê pelo Brasil, depois de brilhar em Porto Alegre, São Paulo e Rio (confira aqui pitacos, fotos e setlist  do show de Sampa, o maior da turnê, para 70 mil fãs). O baixista não esconde sua paixão pelo Villa, que é da região de Birmingham que deu ao planeta metal o Black Sabbath: Aston. Publicou a foto acima em seu site oficial (GeezerButler,com)
e se você procurar Geezer no site do Aston Villa FC vai achar alguns textos e fotos. O tradicionalíssimo time da Premier League inglesa (fundado em 1874!) já ganhou o campeonato inglês sete vezes e, para alegria de Geezer e seus conterrâneos, o título máximo europeu na temporada 1981-82, quando a Champions de hoje se chamava Copa dos Campeões.

Os shows da atual turnê do Sabbath terminam com um pedacinho de “Sabbath Bloody Sabbath” e o hit “Paranoid”. No vídeo abaixo, do show de maio de 2012 em Birmingham, cidade natal da banda e do time, Geezer usou um baixo com as cores do Villa: grená e azul, como as do West Ham, time de coração de outro grande baixista metálico, Steve Harris, do Iron Maiden. Continuar lendo ““Camisa 13” do Aston Villa”

Rock and roll e Fluminense. Com Bom Senso.

ROCK_FLU_final Está no ar o programa Rock Flu 97. Gustavo Valadares e Sérgio Duarte batem papo sobre futebol (especialmente, as questões do Fluminense) e rock com outro roqueiro tricolor, Maurício Lima.
No programa, eles falam do movimento dos jogadores Por Um Futebol Melhor Pra Todos (Bom Senso FC), o sucesso do estande pioneiro do Fluminense na Bienal do Livro e o último Rock in Rio. O Gustavo conta que levou duas horas para entrar na Cidade do Rock no domingo do metal!
No playlist da nova edição, a dupla Rock Flu rola som dos brasileiros Viper, Matanza, Sarcófago e Possessonica, e muito mais: o inesquecível Ronnie James Dio e a sua grande “Holy Diver”, Black Sabbath (“Zero the Hero“, da época do “Purple” Sabbath), Ramones e um especial do Iron Maiden. Nunca é demais ouvir “Wasted Years”. A gente está acostumado com o clip, mas só ouvindo, dá até para “ver” o Adrian Smith lançando mão da alavanca da guitarra no final do solo! Ah, tem a cover que a donzela de ferro  fez da pérola do hard rock dos anos 70 “Doctor Doctor” também foi lembrada. Certamente, porque Serginho e Gustavo ouviram a versão original, da banda UFO, antes do show do Maiden no Rock in Rio.

\m/

Flâmula: Aston Villa

http://www.astonvilladirect.com/

Pennant (flâmula) do Aston Villa FC, que após 11 rodadas está em 8º lugar na Premier League inglesa. O clube foi fundado em 1874 (!!!) em Birmingham, cidade que deu ao planeta metal duas de suas maiores bandas: o Black Sabbath e o Judas Priest.

Por sinal, esta semana podemos ter novidades dos lados do bom e velho Sabbathzão. Continuar lendo “Flâmula: Aston Villa”

O pai da matéria


Pego emprestada a expressão de Osmar Santos – o “pai da matéria” no radiojornalismo esportivo discotheque, livre, leve e solto – para lembrar dos 40 anos da morte de Jimi Hendrix. Um “mais-que-perfeito” da guitarra. Do baú de rock, blues, R&B e soul que James Marshall Hendrix deixou, herdeiros e gravadoras não param de lançar e relançar CDs, DVDs, caixas com um e/ou outro desses formato. Tem muita coisa boa. Algumas dicas desses sons estão na Coluna de Música do Fut Pop Clube. Continuar lendo “O pai da matéria”