“Geraldinos” em São Paulo

Publicado em 29 de abril de 2016


O horário é um só. 18h10. A sala 4 do Caixa Belas Artes não é assim um Maracanã dos cinemas. Mas os torcedores dos times cariocas que moram em São Paulo e todos os ‘futboleros’ interessados nas melhores décadas do futebol brasileiro precisam ver “Geraldinos”. Os diretores Pedro Asbeg e Renato Martins (que já tinham sido premiados por “Democracia em Preto e Branco”) levantaram a taça de melhor longa tanto na edição carioca como na paulista do festival CINEfoot, em 2015, com estes 73 minutos de barulho em homenagem ao Maraca das antigas e seus ricos personagens, os geraldinos.

A equipe do filme registrou os dez últimos jogos do velho Maraca com a geral, em 2005. Uma década depois, reencontrou no estádio lipoaspirado alguns geraldinos como o “Mister M”, “Índio”, Vovó Tricolor e Edgar, um tricolor que invadiu o gramado do Maracanã num Fla-Flu de 1982 em que o time de seu coração perdia por 3×0 e foi pedir pro Zico não marcar gol. Dois anos depois, Edgar batizaria seu filho com o nome do herói tricolor num Fla-Flu decisivo: Assis.

Emoção não falta no documentário “Geraldinos”. Sem falar no riquíssimo material de arquivo, cenas de outros filmes feitos, editados num ritmo brilhante – o som do grupo Bixiga 70 está na trilha sonora. Os depoimentos são muito bons, e o apolinho Washington Rodrigues, comentarista de rádio no Rio, dá a letra: “nem eu sei quem é o dono do Maracanã. Sei que não é meu”.

“Geraldinos” toma partido, escolhe o lado. O lado do povo. Belo doc!
Continuar lendo ““Geraldinos” em São Paulo”

“Paysandú, 100 Anos de #Payxão”

“Paysandu, 100 Anos de Payxão”, selecionado para a etapa carioca do sétimo CINEfoot, no Rio, em maio de 2016, já pode ser visto no canal Now, por R$ 9,90 o aluguel. Confira como foi no Cinefoot em Sampa, final de 2015.

Fut Pop Clube


O Espaço Itaú de Cinema da rua Augusta, no coração de Sampa, teve uma noite de estádio Olímpico Mangueirão nesta terça-feira.

https://www.facebook.com/Paysand%C3%BA-100-Anos-de-Payx%C3%A3o-730888030325162/?fref=ts Cartaz do filme

O filme “Paysandu, 100 Anos de Payxão” foi exibido no CINEfoot, fora de concurso, na sessão de encerramento da edição paulistana do festival de cinema de futebol. Festa no saguão, gritos de bicolor… Papão… e na sessão, os gols de ídolos como Vélber, Robgol e Iarley foram comemorados quase que como se a galera estivesse na Curuzú ou no Mangueirão. O documentário de Gustavo Godinho e Marco André levou mais de 15 mil pessoas aos cinemas no Pará e Amapá, excelente número para um doc.

Outro filme sobre torcida apaixonada, na rodada dupla do CINEfoot, que na preliminar, digo, na sessão das 19h, exibiu o argentino Locura que Enamora MI Ciudad” sobre outro time azul e branco, o Talleres, de Córdoba. E se as torcidas dão…

Ver o post original 324 mais palavras

Juve faz hi5tória. A Velha Senhora é penta!

IMG_20160425_205847
Juve campeã italiana. É nova? A questão é que a Vecchia Signora conseguiu pela segunda vez um pentacampeonato pra valer, cinco títulos seguidos. E pelas contas dos bianconeri a Juve comemora 34 scudetti. E foi uma arrancada heroica de 2016, depois de um começo cambaleante. 12 pontos em 10 rodadas. A partir do clássico contra o Torino, o Derby della Molle, foram 15 vitórias seguidas, 25 sem perder no calcio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja o post sobre as mudanças da Juve entre a temporada do tetra pra do penta, na série Guia 2015-2016.

 

Continuar lendo “Juve faz hi5tória. A Velha Senhora é penta!”

“O Futebol”.

Estreou neste 21 de abril nos cinemas o belo filme de Sergio Oksman, vencedor dos prêmios de Melhor Longa e o da Crítica no recente festival É Tudo Verdade, só de documentários.

12967309_1020820344653677_4555314851272645368_o
Cartaz do filme “O Futebol”, de Sergio Oksman

Pena que o título “O Futebol” vá espantar aquela parte do público que torce o nariz pra futebol na TV, no rádio, quanto mais nos cinemas.

Porque não é um filme sobre futebol ou sobre o Mundial de 2014, no Brasil. O futebol é um pano de fundo importante, na distante relação entre Sergio, que mora na Espanha, e o pai, Simão, no Brasil. Um alviverde daqueles capazes de lembrar a escalação de parte do Palmeiras de 1979. De quem fez os gols da vitória num dérbi, e como.

É um filme sobre a vida.

Em que nem tudo acontece como a gente imaginou.

Continuar lendo ““O Futebol”.”

Seleção do Cinefoot 7, que começa em maio no Rio.

14598175339572117440209
http://www.cinefoot.org/

Cinco longas brasileiros e sete estrangeiros foram selecionados para a Mostra Internacional Competitiva de Longa-Metragem da sétima edição carioca do Cinefoot, festival de cinema de futebol.

A seleção nacional inclui o excelente “Paysandú 100 Anos de Payxão“, de Marco André e Gustavo Godinho e “O Futebol“, de Sergio Oksman (co-produção Brasil/Espanha), vencedor do recente É Tudo Verdade, festival de documentários. Entre as produções estrangeiramos, citamos “Eighteam” e “Gascoine“.

A etapa carioca do Cinefoot vai de 19 a 24 de maiono Cine Arteplex Praia de Botafogo, Ponto Cine e Cine Joia (Jacarepaguá e Caetés). De 31 de maio a 4 de junho, tem prorrogação no Centro Cultural Justiça Federal, Cine Teatro Eduardo Coutinho e Cinemaison. Entrada franca em todas as sessões.

Já para a Mostra Internacional Competitiva de Curta-Metragem, o Cinefoot escolheu 7 filmes brasileiros e 4 curtas, que vêm  da Itália, Grã-Bretanha, Austrália e França. Confira!

Continuar lendo “Seleção do Cinefoot 7, que começa em maio no Rio.”