Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, do Sevilla, a ‘bombonera de Nervión’.

Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, do Sevilla, a ‘bombonera de Nervión’.
20160505_215748
RSP, maio de 2016, semifinal da Liga Europa.
20160505_231216
Depois da semifinal contra o Shakhtar, Liga Europa, maio de 2016.

Como fã de futebol, lamento profundamente que o teletransporte da clássica série Jornada na Estrelas não passe de ficção científica. Porque muitas vezes me pego desejando um teletransporte rápido para algum estádio do mundo, para ver alguma partidaça como o Sevilla 2×1 Real Madrid da semana passada. O time de Jorge Sampaoli – que virou, mais do que ídolo, objeto de culto na parte vermelha de Sevilha, o ‘sampaolismo’- quebrou uma invencibilidade de 40 jogos do atual campeão da Europa e do mundo.

O Sevilla de Sampaoli fez a segunda melhor campanha do primeiro turno de La Liga 2016-17. Está nas oitavas da Champions (recebe o Leicester em 22 de fevereiro). Tem cinco títulos recentes de Liga Europa. Um clube que sabe comprar e vender bem seus atletas.

Mas uma coisa que tenho certeza é que, junto com um grande técnico, um elenco muito bom e um ótimo planejamento, joga junto uma afición (torcida) das mais fanáticas da Espanha e o estádio, Ramón Sánchez-Pizjuán, RSP, um caldeirão, tanto que é conhecido também como a “Bombonera de Nervión”, nome do bairro em que está situado. Um estádio que ferve, onde é muito difícil jogar até para dois dos três times mais ricos do mundo. O Sevilla vende caro pontos perdidos para Barça e Real Madrid, isso quando perde esses pontos, em sua casa. Que tem também uma belíssima fachada, um mosaico com um gigantesco distintivo do Sevilla e flâmulas de clubes visitantes do mundo todo, inclusive do Brasil. Obra de Santiago del Campo, para o Mundial de 82.

RSP, maio de 2016
RSP, maio de 2016
Reconhecimento da torcida de Sevilha como jogador 12 da seleção espanhola
Reconhecimento da torcida de Sevilha como jogador 12 da seleção espanhola

E a afición sevillista canta forte o hino do centenário do clube, composto por Javier Labandón, El Arrebato, em 2005. Virou grito de guerra no RSP.

Y es por eso que hoy vengo a verte,
sevillista seré hasta la muerte,
la Giralda presume orgullosa
de ver al Sevilla en el Sánchez Pizjuán

A Giralda, campanário da catedral que é um dos cartões portais de Sevilha, se orgulha de ver o Sevilla no RSP! E como brasileiro, lamento que Paulo Henrique Ganso não tenha ainda maravilhado a Giralda e o RSP. Será que vai emplacar?

O blog Fut Pop Clube fez duas visitas ao caldeirão que é o RSP, por coincidência ambas em partidas de Liga Europa. Em 2011, o dono da casa foi eliminado pelo Hannover 96. Em 2016, depois de quase um dia todo de viagem de ônibus a partir de Lisboa, vi o time de Unai Emeri bater o Shakhtar Donnetsk por 3×1 na segunda partida da semfinal e avançar rumo ao quinto título da Sevilla League, ooops, digo, Europa League.img_20160506_120004

Noite de casa cheia, chuva, tensão no ar e, por fim, festa sevillista.

  • Dos minutitos, senõres – gritava perto de mim um torcedor ansioso para o fim da partida e classificação pra final contra o Liverpool.

Continuar lendo “Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, do Sevilla, a ‘bombonera de Nervión’.”

Semifinales

As copas nacionais na Europa vão chegando a seus momentos decisivos. Hoje foram sorteadas as semifinais da Copa do Rei. Nas próximas duas semanas, o Barça (eliminou o Athletic) pega o Valencia (passou Las Palmas) e o Sevilla (deixou o Mirandés pra trás) enfrenta o Celta de Vigo (eliminou o Atlético de Madrid).
sorteo_semifinales_acopla_640x406
Representadas aí quatro comunidades: Galícia, Andaluzia, Comunidade Valenciana e Catalunha.  Partidas de ida:

  • Quarta-feira, dia 3: Barça x Valencia, no Camp Nou
  • Quinta-feira, dia 4: Sevilla x Celta, no Ramón Sánchez Pizjuán

Depois do carnaval, a volta:

Dérbi sevillano

20151219_075001.jpgBetis e Sevilla fazem neste sábado no Benito Villamarín um dos dérbis de maior rivalidade na Espanha [que vai rolar também nas oitavas da Copa do Rei, em janeiro]. Curiosidade: o Betis está cobrando 45 euros dos torcedores visitantes. E o Sevilla decidiu subvencionar uma parte – 10 euros – dos abonados, os sócios-torcedores do time vermelho e branco. Ou seja, o torcedor do Sevilla que tem o carnê da temporada vai pagar 35 euros pra poder ver o jogo na casa do Betis.

Posts relacionados:

Betis 2015-16

Sevilla 2015-16

Continuar lendo “Dérbi sevillano”

Sevilla FC 2015-16

Sevilla FC 2015-16

O atual bicampeão da Europa League vai disputar a Champions 15-16 – está classificado diretamente pra fase de grupos! O Sevilla e a New Balance revelaram hoje os três novos uniformes do time andaluz para a a nova temporada. Começando pela camiseta principal.11705298_900419540029009_7134630661861327396_n

Este slideshow necessita de JavaScript.

Agora, a segunda camiseta.11539081_10153590460651833_1575245366825993606_o

Enfim, a terceira camisa.

Veja os primeiros reforços para a temporada, que marcará também a volta do dérbi sevilhano, um dos clássicos de maior rivalidade na Espanha e no mundo. Mas vai ter que repor porque alguns jogadores importantes saíram. 10003576_10153541736066833_1597036425329186671_o

  • > Principais chegadas > 11265483_872447879492842_763503975330696252_no delantero Fernando Lllorente (que foi vice da Europa e campeão italiano pela Juve), o atacante italiano Ciro Immobile (emprestado pelo Borussia), o ponta francês Kakuta, que estava no Rayo Vallecano. Steven N’Zonzi (meio-campo, Congo, ex-Stoke City), Ivan López (meia, ex-Getafe), Michael Krohn-Dehli (Dinamáquina, Celta de Vigo). Yevhen Konoplyanka (ala, seleção da Ucrânia, ex-Dnipro). Sergio Escudero (lateral esquerdo, ex-Getafe), Rami (ex-Milan), Marco Andreolli (zagueiro, emprestado pela Inter de Milão).
  • < Principais saídas < : Carlos Bacca (Milan), Aleix Vidal (Barça),  Iago Aspas (Celta), o capitão Fernando Navarro (Dépor La Coruña), Stephane Mbia (Trabzonspor), Mariano Barbosa (goleiro)
  • Já estavam no #RSP *): o guardameta português Beto, o portero espanhol Sergio Rico, Benoît Trémoulinas, Coke, o volante polonês Krychowiak, Vitolo, Reyes (renovou), o meia argentino Éver Banega.
  • Treinador: Unai Emery,
  • Uniformes: a New Balance assumiu o fornecimento das “equipaciones” de times que tinham contrato com a sua subsidiária Warrior.
  • * Estádio: o caldeirão Ramón Sánchez-Pizuján, conhecido como a Bombonera de Nervión. Passa por uma pequena reforma, inspirada na do Mestalla. Capacidade: 42.500 sevillistas.

    Continuar lendo “Sevilla FC 2015-16”

Quatro vezes Sevilla!

https://www.facebook.com/sevillafc
https://www.facebook.com/sevillafc

DSC07173De virada, 3×2 sobre o Dnipro, o Sevilla conquistou sua quarta Liga Europa! Os #blanquirrojos de Nervión ganharam a Europa League em 2005/06 , 2006/07 (até aqui ainda era Copa Uefa), 2013/2014 e, agora, 2014-15. Vão ser copeiros assim lá na … Andaluzia!
Marcaram para o campeão Krychowiak e Bacca, duas vezes.
Com isso, o futebol da Espanha vai ter cinco representantes na próxima Champions: Barça, Real Madrid, Atlético de Madrid, Sevilla (todos esses entram diretamente na fase de grupos), mais o Valencia, que precisa disputar a prévia da Liga dos Campeões.
O título do Sevilla vem dias depois que seu rival municipal conquistou o acesso, voltando para La Liga, primeira divisão.
Ótimo pra bela Sevilha e pro futebol espanhol!

Continuar lendo “Quatro vezes Sevilla!”

Sevilla 2014-15

Campeão da Liga Europa, o Sevilla FC usou um dos seus novos uniformes de visitante na decisão da Supercopa da Europa, contra o Real Madrid, campeão da Liga dos Campeões, em Cardiff, País de Gales. Camiseta, calção e meião – tudo vermelho.10467005_10152741231606833_1247262232807403949_o

Campeão da Liga Europa? Flâmula no blog.
Campeão da Liga Europa? Flâmula no blog.
  • >IN>: Mariano Barbosa (goleiro argentino, estava no Las Palmas, que não subiu por pouco), Iago Aspas (atacante galego, emprestadado pelo Liverpool), Alejandro Arribas (zagueiro, estava no Osasuna, que caiu), Krychowiak(volante,ex-Stade de Reims), Daniel Carriço (zagueiro português, estava no Reading), Aleix Vidal (meio-campo, ex-Almería), Denis Suárez (meio-campo, jogava no Barcelona B e foi emprestado), Éver Banega (meia argentino com passagens pelo Valencia), Gerard Deulofeu (atacante, emprestado pelo Barça).
  • <OUT<: a grande perda foi a do meio-campo croata Rakitic (comprado pelo Barça). Alberto Moreno está indo pro Liverpool.
  • Brasileiros: o time que já teve tantos brasileiros, como Luís Fabiano, Daniel Alves, Renato e Adriano, agora só conta com Cicinho, o lateral que jogou no Itano, Oeste, Santo André Palmeiras.
  • Estrelas da companhia: o goleiro português Beto, herói da final da Europa League 2013-14, Carlos Bacca (atacante colombiano), Reyes., o capitão Federico Fazio, Fernando Navarro, Koke Andújar, Nico Pareja, Gameiro.
  • Técnico: Unai Emery.
  • Estádio: Ramón Sánchez-Pizjuán, no bairro sevilhano de Nervión. É de 1958 e foi usado na Copa de 1982. Comporta 45.500 sevillistas. Média de público na última liga: 30.622. – 64º no ranking mundial da Pluri Consultoria. Ocupação: 67% da “Bombonera de Nervión”. Belíssima fachada!

Confira mais fotos aqui! Continuar lendo “Sevilla 2014-15”

Rolê do @FutPopClube pelo estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, a “Bombonera de Nervión”.

Bela fachada do estádio do Sevilla FC, onde a seleção do mestre Telê Santana estreou no Mundial de 1982, contra a União Soviética, há exatos 30 anos. Não foi uma tarde feliz para o arqueiro Waldir Peres. Mas o Brasil venceu. 2 a 1.
Voa Canarinho! Pena que no caminho havia um Paolo. Paolo Rossi, o último jogador a fazer um hat-trick na Seleção, antes do triplete (3 gols) de Messi, no último sábado.

No slideshow abaixo, veja mais fotos das fachadas do estádio Ramón Sánchez-Pizjuán – numa delas, um mosaico criado pelo artista Santiago del Campo reproduz flâmulas de clubes do mundo – do rolê do Fut Pop Clube pelo estádio, num dia de Europa League.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Continuar lendo “Rolê do @FutPopClube pelo estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, a “Bombonera de Nervión”.”