Quadrinhos do Parque (Antarctica): “Alma – A História da Arena Esportiva Mais Antiga do País”

Atualizado em 16/12/12

/www.almaolivro.com/
No sábado, rolou a segunda noite de autógrafos do livro “Alma – A História da Arena Esportiva Mais Antiga do País“, que conta a história do Parque Antarctica em quadrinhos,  assinados por Custódio (texto) e Fernandes (ilustração). Até o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, torcedor alviverde assumido e autor de Palmeiras x Corinthians 1945- O Jogo Vermelho– , apareceu por lá para prestigiar. Quem foi ganhou dedicatória personalizada, com direito a caricatura!

A página abaixo escrita por Custódio e desenhada por Fernandes mostra os grandes goleiros formados no Palmeiras, que acabou de contratar Fernando Prass (ex-Vasco).
wpid-livro_alma_marcos.jpg
Dentro do post, mais uma página de “Alma”.
Continuar lendo “Quadrinhos do Parque (Antarctica): “Alma – A História da Arena Esportiva Mais Antiga do País””

A história do Parque Antarctica está no gibi.

/www.almaolivro.com/
http://www.almaolivro.com

Vi no esporte do Estadão.
O livro em quadrinhos “Alma – A História da Arena Esportiva Mais Antiga do País” será lançado hoje, 11/12/12, às 19h, na HQ Mix Livraria, na rua Tinhorão, 124, pertíssimo do estádio do Pacaembu, onde São Marcos se despede.
Com texto de Custódio e ilustrações de Fernandes, a história em quadrinhos do Parque Antarctica tem 64 páginas e custa 35 reais se enviado pelo correio (saiba como comprar aqui ou pelo e-mail contato@almaolivro.com). Outra noite de lançamento: sábado, 15/12/12, às 19h, Pizzaria Prestíssimo, alameda Joaquim Eugênio de Lima, 1135.

Imperdível!
Continuar lendo “A história do Parque Antarctica está no gibi.”

A Nova Arena do Palmeiras, numa animação 3D

Caramba, já se passaram dois anos do último jogo oficial no velho estádio Palestra Itália. Palmeiras 4×2 Grêmio, pelo Brasileirão 2010. Houve ainda um amistoso, em 9 de julho de 2010, em que o alviverde perdeu do Boca por 2 a 0..
Coincidência ou não, hoje a construtora W-Torre divulgou um vídeo de 5 minutos e meio com uma animação em 3D que simula como vai ficar a Nova Arena, incluindo os edifícios ao lado do estádio e até uma estátua para “São” Marcos. Um belo projeto. A previsão para entrega é novembro de 2013. Vamos torcer para dar certo. Fut Pop Clube está louco para fazer um dos seus rolês pela futura casa do Palmeiras. Continuar lendo “A Nova Arena do Palmeiras, numa animação 3D”

Palestra Itália.doc: “Primeiro Tempo”

  • 21 de abril de 1917: jogo de estreia oficial do Palestra Itália no Parque Antarctica, o estádio Palestra Itália: o Palestra venceu por 5×1 o Sport Club Internacional de São Paulo, clube que tinha sido campeão paulista em 1907 (fonte: site do Palmeiras)
  • 22 de maio de 2010: última partida oficial do tradicional estádio, antes da reforma geral: Palmeiras 4×2 Grêmio (Cleiton Xavier marcou o último gol).
  • 9 de julho de 2010:, amistoso: Palmeiras 0x2 Boca Juniors.

Você torcedor do Palmeiras sente um aperto no peito quando vê fotos da demolição de parte do tradicional estádio Palestra Itália também conhecido como Parque Antarctiva, que está sendo transformado na futura Arena Palestra Itália? Posso entender porque eu também fico arrepiado. Saiu no Blog do Juca, e a Helena Tahira, codiretora de Juventus Rumo a Tóquio, me falou também do filme Primeiro Tempo. O diretor Rogério Zagallo e equipe da Oka Comunicações (mesmos nomes do excelente curta sobre o Juventus) filmaram o último jogo no Palestra (1917-2010), o cotidiano do estádio do Palmeiras e depoimentos de grandes ídolos alviverdes. Pelo trailer, só o time de goleiros… Oberdan, Valdir Joaquim de Moraes, Marcos… mais o divino Ademir da Guia e os artilheiros Cesar Maluco e Evair já deixam os torcedores do Verdão e fãs de futebol em geral com muita vontade de ver o filme pronto logo! O documentário sobre a casa do Palmeiras terá uma continuação, Segundo Tempo, sobre a futura Arena Palestra Itália – os dois docs formam o projeto PalestraItália.Doc. Faltava mesmo um filme sobre o Palmeiras!
Veja o trailer. Continuar lendo “Palestra Itália.doc: “Primeiro Tempo””