Semifinales

As copas nacionais na Europa vão chegando a seus momentos decisivos. Hoje foram sorteadas as semifinais da Copa do Rei. Nas próximas duas semanas, o Barça (eliminou o Athletic) pega o Valencia (passou Las Palmas) e o Sevilla (deixou o Mirandés pra trás) enfrenta o Celta de Vigo (eliminou o Atlético de Madrid).
sorteo_semifinales_acopla_640x406
Representadas aí quatro comunidades: Galícia, Andaluzia, Comunidade Valenciana e Catalunha.  Partidas de ida:

  • Quarta-feira, dia 3: Barça x Valencia, no Camp Nou
  • Quinta-feira, dia 4: Sevilla x Celta, no Ramón Sánchez Pizjuán

Depois do carnaval, a volta:

Price of Football

pof-logoQuanto um torcedor gasta para ver uma temporada toda do time de coração no estádio? A BBC Sport divulgou esta semana Price of Football, sua pesquisa anual sobre o custo de acompanhar um time no futebol europeu: ingresso para um jogo, carnê para a temporada toda, camisas oficiais, programas de jogos, chá e até um pedaço de torta, nos estádios britânicos (diferentes divisões, futebol feminino inclusive) e também custos para torcedores de outros 27 times europeus (da Espanha, Alemanha, Itália, Portugal, França, Noruega, Dinamarca e Suécia). O Swansea City foi o único time britânico que não quis participar da pesquisa da BBC.

Na Premier League, o torcedor do Arsenal é o que paga mais pra acompanhar os gunners no Emirates: 1.014 libras custa o carnê mais barato pra temporada e 2.013 libras o mais caro (o season ticket mais caro da liga inglesa). Custo de ingresso para um jogo só no Emirates Stadium: de 27 libras (12% abaixo da média da Premier League) a 97 libras (o ingresso mais caro do campeonato inglês).

O season ticket mais em conta é o oferecido pelo Stoke City, 294 libras, um pouco menos que o carnê de temporada mais barato pro torcedor citizen: 299 libras pra ver o Manchester City o ano todo.

Já as camisas variam de 40 libras (Bournemouth) a 60 libras (as novas do Manchester United).

Na segundona inglesa, a Championship, o ingresso pra temporada mais em conta varia de 135 (Reading) a 531 libras (Hull City).

Entre os 27 times da Europa continental pesquisados pela BBC Sport, o Barça e o Benfica apresentam os carnês mais baratos, um pouco menos de 74 libras por sócio pra acompanhar a #época completa. Enquanto isso, o torcedor da Juve paga no mínimo o equivalente a 320,90 libras pra entrar no Juventus Stadium durante toda a Serie A.

No Santiago Bernabéu, o sócio madridista paga o equivalente a 166,42 libras (no mínimo) até 1.305,99 libras (máximo) pelo carnê da temporada toda de La Liga.

No Camp Nou, chama a atenção o preço mais caro de ingresso para um único jogo: o equivalente a 275,38 libras (o mais barato custa 17,16 – certamente lá no alto do imenso estádio). Lembrando que todos os dados são da pesquisa Price of Football 2015 da BBC Sport.

Continuar lendo “Price of Football”

Espanha, sua linda!

Espanha, sua linda!

Está de volta a liga das estrelas! A bola já rola no campeonato espanhol. Houve algumas perdas, como as recentes vendas de Pedro (do Barça pro Chelsea) e a do zagueiro argentino Otamendi (do Valencia pro Manchester City). O Sevilla negociou seu melhor atacante pro Milan. Xavi foi pro Qatar. Casillas foi pro Porto. Por outro lado, o Real Madrid trouxe Kovacic da Inter e Danilo e Casemiro dos Dragões.  Também do Porto – como vende bem! – o Atlético de Madrid trouxe Jackson Martínez. Perdeu Arda Turan pro Barça, mas a estreia vai ser apenas em 2016. Os trios MSN e BBC continuam firmes.

Convido vocês a refazer virtualmente os giros do Fut Pop Clube por dez dos vinte estádios da primeira divisão!

Começando pelo Camp Nou!

camp nou 018
Este ano o blog acompanhou in loco a grande vitória do Barça sobre o PSG, no caminho de Berlim. Em 2011, viu o Pep Team conquistar a Supercopa no segundo e nervoso El Clasico contra o Real de Mourinho.

Também revisitei o Campo de Fútbol de Vallecas, do guerreiro Rayo Vallecano. Detalhe: foi contra o vizinho rico, o Real Madrid.

Campo de Vallecas.
Campo de Vallecas.

Continuar lendo “Espanha, sua linda!”

Valencia CF 2015-16

Valencia CF 2015-16

Atualizado em 25 de agosto

11168886_964063836969582_695492870542250798_n
Danilo Barbosa, mais um brasileira em Mestalla

O Valencia vai ser um dos cinco espanhóis na fase de grupos da Champions. No último mata-mata antes do sorteio, eliminou o Monaco graças ao saldo de gols3 a 1 no Mestalla e 1-2 em Mônaco.

Especial-Senyera

  • Chegadas> Danilo Barbosa (meio-campo brasileiro, emprestado pelo Braga), Bakkali (meia belga, ex-PSV), Santi Mina (atacante, ex-Celta), Mathew Ryan (goleiro australiano, ex-Club Brugge), Yoel Rodriguez (goleiro, ex-Celta), João Cancelo (lateral, ex-Benfica), Aderllan Santos (zagueiro brasileiro, estava no Braga), Aymen Abdennour (zagueiro, ex-Monaco).
  • Principais saídas< : Nicolás Otamendi (Manchester City), Guardado (PSV)
  • Estrelas da companhia: o goleiro brasileiro Diego Alves (machucado), Paco Alcácer (adorado pela torcida), Alvaro Negredo (negociado de vez pelo City), Feghouli, Enzo Pérez, Dani Parejo, Rodrigo De Paul, Rodrigo Moreno (brasileiro naturalizado espanhol, comprado de vez do Benfica, assim como André Gomes).
  • Treinador:  o português Nuno Espírito Santo chegou há uma temporada e fica até 2018.

Continuar lendo “Valencia CF 2015-16”

As campanhas dos times da Espanha para fidelizar os sócios, os #abonados.

Os laços com os torcedores são bem tratados pelos clubes espanhóis. Pelo menos nos anúncios para atrair os sócios e manter os atuais. Torcedor abonado – com direito a ver todos os jogos – significa estádio cheio. E também dinheiro em caixa.

O campeão da segundona espanhola, o Betis, tem uma das cinco ou seis maiores torcidas da Espanha, segundo pesquisa do instituto CIS. O comercial para angariar mais sócios abonados na volta à La Liga é uma homenagem à “mejor afición” (melhor torcida).

Súmate Á Nosa Paixón. É o que pede, em galego, o Deportivo La Coruña. Com algumas das imagens dramáticas da luta pela permanência na primeira divisão.


¡Saca la lengua! Língua azul, claro, mostra o comercial do Espanyol de Barcelona.

Olha o spot da UD Las Palmas, que volta a disputar La Liga. No embalo da festa pelo acesso.

Um dos mais bacanas é o da Real Sociedad. Espera até o fim do vídeo pra ver a quantidade de sócios!

No Sevilla, bicampeão da Liga Europa, o anúncio aproveita para mostrar as reformas do estádio e das redes sociais do clube de Nervión.

O Sporting de Gijón é outro que subiu e já botou no ar sua campanha.

A campanha do Valencia agradece a união dos valencianistas.


Continuar lendo “As campanhas dos times da Espanha para fidelizar os sócios, os #abonados.”

Noite de Derbi del Turia em Mestalla. Valencia x Levante, 2015.

Noite de Derbi del Turia em Mestalla. Valencia x Levante, 2015.

DSC0663713 de abril é feriado em Valência, dia de Sant Vicent Ferrer, padroeiro dos valencianos. Cidade vazia, lojas fechadas, algumas procissões em homenagem ao padroeiro e, à noite, um dérbi entre os dois principais clubes de futebol da cidade. O Valencia, brigando ponto a ponto com o Sevilla por uma das quatro vagas espanholas na Champions, e o Levante, brigando lá embaixo, pra não cair.DSC06638

Os torcedores do Levante chegam escoltados pela polícia, como também pode acontecer no Brasil com torcidas visitantes, e ficam lá no alto do imponente Mestalla, que é como um “prédio” altíssimo, com um campo embaixo.  Uma espécie de Bombonera mediterrânea. DSC06673

Valencianistas e levantinos trocam gozações o tempo todo. E é claro que os granotas, os visitantes, não se intimidam nem com o 2×0 do primeiro tempo, construído em jogadas aéreas.

A #afición do Valencia, uma das mais animadas da Espanha, dá seu show à parte. O jogo todo.
DSC06629

No segundo tempo, o Levante tentou ir pra cima, exigiu umas duas boas defesas do brasileiro Diego Alves.DSC06651

Mas no finzinho o atacante Negredo (que sempre tem entrado no decorrer do segundo tempo, no lugar de Paco Alcácer) teve tempo para deixar o seu. Um golaço. Valencia 3×0.

Negredo entrou e marcou um golaço.
Negredo entrou e marcou um golaço.

Os blanquinegres sobem, os azulgranas podem afundar.DSC06677 Continuar lendo “Noite de Derbi del Turia em Mestalla. Valencia x Levante, 2015.”

Pegador

Atualizado em 27/01/2015

Diego Alves é pegador. Pegador de pênaltis, bem entendido. O goleiro do Valencia (e da Seleção Brasileira) está sendo considerado o maior “para-pênaltis” (“futebolês” castelhano) da liga espanhola nos últimos 25 anos.
Segundo as contas do Valencia, Diego Alves já salvou 15 cobranças, passando na frente de Cañizares (13 pênaltis), Palop (12) e César (11) – que também defenderam em algum momento a baliza #che.
Foram 10 defesas como goleiro do Almería (pegou cobranças de jogadores como Cristiano Ronaldo, Llorente e Kanouté)…
e já são cinco como goleiro do time de Mestalla (a mais recente, de Bacca, do Sevilla) pelo campeonato espanhol. Sem falar numa cobrança de Messi em partida da Copa do Rei (Messi), uma na Champions League (Mandzukic) e outra Europa League (Bezjak).
Até janeiro de 2015, em 38 cobranças de pênalti desde que Diego Alves chegou à Espanha, o goleiro pegou 18, duas foram pra fora e 18 foram convertidas pelos batedores.

É uma batalha psicológica entre o goleiro e o batedor“, define o brasileiro.

É uma técnica impressionante. Ele fica se movimentando sobre a linha até o último momento, parece esperar o batedor escolher o canto e salta. Espetacular. Confira.


Continuar lendo “Pegador”