“Miller & Fried – As Origens do País do Futebol”

wp-1468888470167.jpg Para quem se interessa pelo futebol brasileiro, em especial o paulista, o filme “Miller & Fried – As Origens do País do Futebol”, de Luiz Ferraz, chega a ser emocionante. O 7 a 1 na Copa de 2014 está muito fresco na memória. Ver um precioso arquivo da goleada de 7 a 2 do Paulistano comandado pelo artilheiro Friedenreich sobre a seleção francesa, durante uma bem sucedida excursão à Europa, em 1925, é de encher os olhos! Fried também estava na seleção que conquistou o primeiro grande título, o Sul-Americano de 1919, num lotadíssimo estádio das Laranjeiras (é a imagem de capa do teaser abaixo).

O gol desse título, na segunda prorrogação, teve participação de um corintiano, de um palmeirense e do craque do Paulistano (que depois jogaria no chamado São Paulo da Floresta, precursor do atual tricolor paulista). O material iconográfico da decisão já valeria o ingresso do cinema.

Se Fried foi o primeiro grande ídolo da seleção, Charles Miller também foi artilheiro. O garoto da elite paulista que trouxe bola e as regras da Inglaterra para Sampa do final do século XIX cansou de ganhar títulos estaduais com o SPAC (São Paulo Athletic).

Os depoimentos do neto de Charles Miller, Carlos Miller Neto e dos biógrafos de Miller (John Mills) e de Friedenreich (Luiz Carlos Duarte e as intervenções dos tresloucados PVC, Celso Unzelte e Marcelo Duarte garantem o interesse do futbolero pelo filme de Luiz Ferraz, que tem cerca de uma hora de duração, uma boa trilha sonora e bem filmadas cenas de futebol de várzea.

Continuar lendo ““Miller & Fried – As Origens do País do Futebol””

#Tresloucados por futebol

Você era um dos loucos pelo Loucos por Futebol? Ficou assim meio órfão quando saiu do ar o melhor programa da história da ESPN Brasil?
Sei bem como se sente. Os programas Loucos por Futebol e Expresso da Bola (este do amigo Décio Lopes) foram algumas das fontes inspiradoras aqui do blog Fut Pop Clube, em 2009.

Graças a uma dica do André Ribeiro, fiquei sabendo que três dos Loucos estão de volta com um programa no You Tube. Tresloucados reúne os jornalistas Celso Unzelte, Marcelo Duarte e Paulo Vinicius Coelho, o popular PVC. Nesta primeira semana, o canal dos Tresloucados no You Tube já publicou 5 vídeos, cada um entre três e seis minutos.

Olha o recado do curioso Marcelo Duarte no Twitter.

Na primeira semana, os Tresloucados falaram de Rivellino, da mania da terceira camisa nos times, dos 30 anos do título brasileiro do Coritiba, de Champions League e a história dos cromos de Rogério Ceni nos álbuns de figurinhas.

Tudo com o padrão Loucos, ou melhor, Tresloucados!

Vida longa ao novo programa!

Confira aqui o Canal Tresloucados.

Música de chuteiras

???????????????????????????????
Ninguém aguenta mais ouvir a melô que começa com “Eu sou brasileiro…” nos estádios. A falta de bons refrões no gogó da torcida brasileira virou quase assunto de estado. Patrocinadores resolveram sugerir algumas letras, como se fossem encartes dos queridos discos de vinil. Talvez as torcidas organizadas dos principais clubes do país poderiam selar a paz e ensaiar algumas musiquinhas para embalar a Seleção. Utopia, eu sei. Na goleada contra Camarões, pelo menos rolou “o campeão voltou”. Calma lá. Confesso que temo o show da torcida do Chile no jogo de sábado no Mineirão… E se o Brasil vai passando e pega a Colômbia ou Uruguai nas quartas e mais pra frente, chega a uma final contra a Argentina? A torcida vai ter que jogar junto. Ok, tem rolado o clássico do Neguinho da Beija-Flor, “Domingo (Eu Vou Maracanã)”. Poderia rolar “Fio Maravilha”, “Umbarauma” (entre tantas do mestre Jorge Ben Jor), “Voa Canarinho”, um trecho do hino (…”pátria amada Brasil!), tantos sambas… beto xavierQuem sabe, uma passadinha na exposição Música de Chuteiras, que fica até o final da Copa no Sesc Pompeia, zona oeste de São Paulo, possa inspirar o 12º jogador canarinho. É de graça. Vou tratar dessa mostra ainda neste post, mas antes queria comentar uma curiosidade. São tantas músicas brasileiras sobre futebol, pelo menos desde os tempos de Friedenreich – tantas, que há 2 livros sobre a relação música/futebol, o do Assis Angelo e o do Beto Xavier, que aliás, é um dos consultores da mostra do Sesc – mas para esta Copa, não apareceu quase nada. Tem um bom jingle do banco que patrocina a Seleção… recebi também um samba funk do João Damásio, cantor e compositor de Campos (RJ).

A expo Música de Chuteiras tem curadoria de Marecelo Duarte (“O Guia dos Curiosos”, “Loucos por Futebol”), projeto cenográfico de Álvaro Razuk, consultoria do jornalista Beto Xavier (autor do livro e do blog “Futebol no Mais da Música”) e do colecionador Francisco Antônio Neto, dono de um acervo impressionante. O próprio curador Marcelo Duarte ajuda com sua coleção (que começou com o pai), ponto de partida da mostra.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo “Música de chuteiras”

Loucos pelo programa “Loucos por Futebol”

Loucos
Foto: produção do programa

Flâmulas, mascotinhos, cachecóis, figurinhas, fotos e botões por quase todas as peças do cenário, inclusive geladeira! Assim é o estúdio do divertido Loucos por Futebol, que a ESPN Brasil passa sábado sim, sábado não. Marcelo Duarte, Paulo Vinícius Coelho e Celso Unzelte – os três “loucos”, ou seria melhor dizer três enciclopédias?– recebem a cada edição uma personalidade diferente, um quarto louco por futebol. No programa desta semana, José Roberto Torero, escritor, jornalista, roteirista de Pelé Eterno e do curta Uma História de Futebol, titular do Blog do Torero e torcedor do Santos. E o programa foi cinematográfico. Fala da ligação entre  o documentário sobre Wilson Simonal e futebol. Mostra cenas do 1983, o Ano Azul (clique para ver o trailer no site do Grêmio), sobre a conquista do Mundial de Clubes de 83, contra o Hamburgo, com depoimentos de Renato Gaúcho, Hugo De León, Mário Sérgio, Espinoza, etc. Até a pé os gremistas irão para ver este filme, que estreou esta semana em cinemas de Porto Alegre. Continuar lendo “Loucos pelo programa “Loucos por Futebol””