O PSG usou um mosaico para anunciar na conta do time no Instagram sua mais nova contratação milionária. O argentino Angel Di María, que há um ano trocou o Real Madrid pelo Manchester United, vai jogar no Paris Saint-Germain. Por uma bagatela que passa de 63 milhões de euros. Do Rosario Central pro Benfica, do Benfica pro Real, de Madri pra Old Trafford, de Manchester para o Parque dos Príncipes, o “Fideo” já movimentou mais de 180 milhões de euros!
Sem título
O jornal “Lance!” de hoje usa dados do site “Transfermarkt” para ver quanto valem as principais contratações do PSG desde 2011. Dá 408 milhões de euros!

O campeonato francês virou obrigação.

Vamos ver se o time milionário avança pelo menos mais uma casa na Champions, título que sem dúvida é o objeto de desejo do dono do Paris Saint-Germain.

Na estreia, contra o Lille, fora de casa, vitória apertada. Bom pro Lucas ter marcado o gol… Vai ser fogo ter um lugar no onze titular.
Continuar lendo “PSG, o time de 408 milhões de euros.”

Paris Saint-Germain: campeão de escudo e uniformes novos.

PSG.fr
PSG.fr

Num jogo de festa e despedida (3×1 contra o Brest), o Paris Saint-Germain apresentou o uniforme titular com que vai tentar o bi da Ligue 1 e, por que não?, a Champions League, na temporada 2013/2014. Festa por causa do título da liga francesa, o que não acontecia há 19 anos. Jogadores pintaram os cabelos de azul, branco e vermelho. Campeões franceses em 1985-86 e 1993-1994 foram convidados a participar (entre eles, Valdo, Raí, George Weah). Despedida do fut pop superstar pé-quente David Beckham (camisa 32) do Parc des Princes, hoje como capitão. E chorou.
A nova camisa do PSG já tem o escudo renovado, que valoriza o nome da cidade-luz (em post anterior, você acompanha a evolução dos distintivos dos tricolores de Paris).
50646
Continuar lendo “Paris Saint-Germain: campeão de escudo e uniformes novos.”

A seleção de 1,162 bilhão de reais. Você gostou da “família Scolari”?

Um bilhão e 162 milhões de reais é o valor de mercado dos 23 jogadores convocados por Luiz Felipe Scolari para a seleção brasileira que vai disputar a Copa das Confederações, segundo estudo da Pluri Consultoria (confira aqui).

Felipão, 14/05/2013. FOTO Paulo Mumia/VIPCOMM
Felipão, 14/05/2013. FOTO Paulo Mumia/VIPCOMM

Veja os convocados no slide-show.


Continuar lendo “A seleção de 1,162 bilhão de reais. Você gostou da “família Scolari”?”

PSG, campeão francês pela 3ª vez

PSG, campeão francês pela 3ª vez
www.BoutiquePSG.fr
http://www.BoutiquePSG.fr

Enfim, o Paris Saint-Germain conseguiu seu terceiro título da liga francesa. O jovem clube da capital (é de 1970) conquistou o título da Ligue 1 da temporada 2012/13 ao vencer o Lyon fora de casa (1×0). E ainda faltam duas rodadas.
No último título do clube na liga francesa, em 1993/94, Raí e Sonny Anderson estavam no PSG.

Réplica de uniforme do PSG de 1998, autografada por Raí.
Réplica de uniforme do PSG de 1998, autografada por Raí.

O primeiro título foi em 1985/1986.
Olha aí o Thiago Silva em destaque no “banner” usado pelo site e Facebook do PSG! Parabéns ao “monstro”, Alex, Maxwell, Thiago Motta, o recém-chegado Lucas e o diretor Leonardo.

968809_463199403771113_1699683779_n
http://www.psg.fr/fr/
  • O escudo do PSG muda na próxima remporada. Muitas mudanças desde 1970… Confira a evolução aqui.

Um filme sobre a Copa Sul-Americana tricolor para a internet: #ElCampeónVolvió.


O São Paulo lançou na internet, via canal do clube no You Tube, um documentário sobre o título da Sul-Americana 2012, de final polêmica. #ElCampeónVolvió, produzido pela Guru Filmes, traz os melhores momentos e todos os gols da campanha invicta, desde o tento de falta de Rogério Ceni contra o Bahia, em Pituaçu. Há cenas de bastidores, com direito a muitas preleções da comissão técnica, de Rogério e até de Lucas – o furacão da Copa Sul-Americana. Como filme oficial, logicamente não questiona o que aconteceu nos vestiários do Morumbi na final contra o Tigre. “Vamos jogar futebol”, disse Ney Franco antes do jogo decisivo. Não era bem isso que o clube argentino queria, como ficou demonstrado no primeiro e único tempo da final. Destaque para as partidas contra a Universidad de Chile, a festa da torcida que lotou o Morumbi em dezembro e o brilho de Lucas, em sua despedida do país – quase tudo ao som de uma versão estilizada e soturna de “Seven Nation Army”, o rock das torcidas – a versão tricolor foi a trilha sonora da conquista.  Até os jogadores aprenderam a letra (“Sou, sou tricolor…”) Continuar lendo “Um filme sobre a Copa Sul-Americana tricolor para a internet: #ElCampeónVolvió.”

Uma revista eletrônica feita por e para são-paulinos: TMQ (Tricolor + Querido).

  • Revista TMQ é feita para são-paulinos – por são-paulinos.
  • O projeto Tricolor + Querido começou como um blog, fundado poucos anos atrás por então estudantes de Jornalismo.
  • Agora, saiu o nº 1 da revista eletrônica para iPad, que também pode ser baixada em PDF e lida em qualquer computador. 
  • O pessoal promete uma edição nova na primeira segunda-feira de cada mês. Eis a capa de estreia.
www.tricolormaisquerido.com.br/tmq/
http://www.tricolormaisquerido.com.br/tmq/

Como a capa indica, o grande tema da Revista TMQ nº 1 é a obsessão pela Copa Libertadores, que o tricolor volta a disputar – ou como diz o slogan são-paulino “a Copa é que volta a ser disputada”. Há uma entrevista com Palhinha, artilheiro da Libertadores 1992 /  anti-herói (pra boa parte da torcida) da decisão por pênaltis em 1994; uma das memórias de torcedor é da final de 1974, perdida para o Independiente no 3º jogo (confesso que nunca tinha visto a foto de Waldir Peres com a cabeça enfaixada). Tem um perfil de Lucas (o “garoto vermelho, preto e branco” do título de capa, o furacão da Copa Sul-Americana – não tinha me tocado que Rogério Ceni marcou de falta contra o Bahia o primeiro gol da campanha campeã. E mais: textos sobre Pedro Rocha, Gustavo Matosas (outro uruguaio) e colunas que devem ser fixas sobre os shows realizados no Morumbi e livros sobre o São Paulo.  Continuar lendo “Uma revista eletrônica feita por e para são-paulinos: TMQ (Tricolor + Querido).”

A nova família Scolari

Saiu a 1ª convocação da nova fase de Felipão no comando do escrete canarinho. Primeiro teste de fogo: Inglaterra, 6 de fevereiro, Wembley, 150 anos da FA.
Goleiros: Diego Alves (Valencia), Julio César (Queens Park Rangers)
Laterais: Adriano, Daniel Alves, Filipe Luís (Atlético de Madrid)
Zagueiros: Dante (Bayern), David Luiz, Leandro Castán (Roma), Miranda (Atlético de Madrid)
Volantes: Arouca, Hernanes, Paulinho, Ramires
Meias: Lucas (agora no PSG), Oscar, Ronaldinho Gaúcho
Atacantes: Fred, Hulk, Luís Fabiano, Neymar. Continuar lendo “A nova família Scolari”

El campeón volvió!

FOTO Wagner VIPCOMM Dezembro 2012
FOTO Wagner VIPCOMM Dezembro 2012
FOTO Luís Pires VIPCOMM dezembro 2012
FOTO Luiz Pires VIPCOMM dezembro 2012
Rogério Ceni, que tem fama de fominha, empresta a faixa de capitaão para Lucar erguer a taça FOTO Wagner Carmo VIPCOMM
Rogério Ceni, que tem fama de fominha, empresta a faixa de capitão para Lucas erguer a taça FOTO Wagner Carmo VIPCOMM

Assim que o juiz deu o apito final na tumultuada e violenta decisão da Copa Sul-Americana 2012, o São Paulo passou a divulgar pelo placar eletrônico do Morumbi e redes sociais a hashtag #ElCampeónVolvió! Título conquistado na semana em que o tricolor paulista lembra os 20 anos do mundial de clubes 1992, uma das dez taças da era Telê Santana – mineiro como Ney Franco, o treinador campeão da Sul-Americana 2012. Dentro do post, a campanha do campeão, invicto. Mas que passou certo sufoco ao se classificar apenas pelo gol marcado fora de casa  nas oitavas contra a LDU de Loja e nas semifinais contra a Universidad Católica. Continuar lendo “El campeón volvió!”

O furacão da Copa … Sul-Americana.

Golaço na despedida. FOTO Luiz Pires VIPCOMM
Golaço na despedida. FOTO Luiz Pires VIPCOMM

Comparam o jogo de Lucas ao de Jairzinho, o furacão da Copa de 70.
Não tenho idade pra fazer isso.
Jairizinho marcava muitos gols. Talvez Lucas ainda jogue um tanto quanto distante da área.
Mas sei que o menino de ouro do São Paulo deu show nesta Copa Sul-Americana. Mesmo negociado, não tirou o pé. Tomou pancada até dizer chega. A torcida do São Paulo soltou um balão com a frase “Esse honra a camisa”.
Como eu torci pra você fazer o gol do título, Lucas (sim, porque se com 1×0 já ficava difícil, com 2×0 então… e não se viu mais futebol, apenas violência, consequência da cumplicidade dos árbitros escalados pela Conmebol.
Que golaço, campeão!
Boa sorte no PSG, garoto!