Juventus 2015-16: a vida sem Tévez e Pirlo. Pogba fica com a 10.

Juventus 2015-16: a vida sem Tévez e Pirlo. Pogba fica com a 10.

Atualizado em agosto de 2015

A tetracampeã italiana anunciou a contratação de Hernanes, o profeta, no último dia de janela! Precisava mesmo de reforços, porque na Champions caiu no grupo “D”, de “death”, morte em inglês: Juve, City, Sevilla e Borussia Mönchengladbach.

Profeta bianconero! facebook.com/Juventus/
Profeta bianconero! facebook.com/Juventus/

Continuar lendo “Juventus 2015-16: a vida sem Tévez e Pirlo. Pogba fica com a 10.”

Internazionale 2015-16.

Internazionale 2015-16.
Miranda troca a listras rojiblancas pelas neroazzurri :facebook.com/Inter
Miranda troca a listras rojiblancas pelas neroazzurri :facebook.com/Inter

Atualizado em  agosto de 2015

  • Novas> João Miranda (zagueiro, Seleção Brasileira, ex-São Paulo e Atlético de Madrid). Martín Montoya (lateral, Barça). Geoffrey Kondogbia (volante, Monaco), que era disputado pelo rival Milan e outros grandes europeus. Ivan Perišić (meio-campo croata, ex-Wolfsburg). Alex Telles (emprestado pelo Galatasaray), Felipe Melo (negociado pelo Galatasaray),  Adem Ljajic (emprestado pela Roma).
  • < Principais saídas < : Hernanes (Juve). Podolski (Galatasaray). Zdravko Kuzmanović (Basel), Joel Obi (Torino), Marco Andreolli (emprestado ao Sevilla).
  • Brasileiros: além de Miranda, Felipe Melo e Alex Telles, a Inter conta com Dodô e Juan Jesus.
  • Técnico: Roberto Mancini
facebook.com/Inter
facebook.com/Inter
https://www.facebook.com/InterOfficialPage?fref=photo
Home kit da Inter Milano na temporada 2014-15 IMAGEM : facebook.com/InterOfficial

… volta o tradicional uniforme com as listras pretas e azuis.

Inter https://www.facebook.com/Inter
Maglia 1 da Inter para 2015-16 : https://www.facebook.com/Inter

Outra novidade é a volta da gola polo. A nova maglia #1 da Inter começa a pagar tributo aos 25 anos do time de 90-91, que ganhou a Copa Uefa (hoje, Europa League) com Zenga, os alemães  Klinsmann Matthäus, Brehme e o técnico Giovanni Trapattoni, 26 anos depois do bicampeonato europeu com a #squadra de Helenio Herrera, que tinha Facchetti, Picchi, Sandro Mazzolla, o goleador espanhol Luis Suárez (que foi do Barça) e o brasileiro Jair.


A camisa titular interista para a próxima temporada foi apresentada pelos próprios jogadores…

Este slideshow necessita de JavaScript.


… num evento chamado Inter Night, na catedral que é o Stadio Giuseppe Meazza | San SiroE Milan e Inter querem deixar esse estádio.

Inter 11722358_976505702399569_4398238976996956073_o
Away kit. A bela segunda camisa da Inter pra 2015-16.

A seconda maglia – divulgada em 7 de  julho – também faz referência ao time que ganhou a Copa Uefa 90-91. Sensacionais faixas nerazurri no peito, e dá pra ver que tem uma homenagem à cobrinha símbolo do time.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Terza maglia, Inter 15-16
Terza maglia, Inter 15-16

Continuar lendo “Internazionale 2015-16.”

Internazionale 2014-15

https://www.facebook.com/InterOfficialPage?fref=photo
https://www.facebook.com/InterOfficialPage?fref=photo

Com este estiloso uniforme “risca de giz”, mais nero do que azzurro, a Internazionale de Milão entra na disputa da Liga Europa (Uefa Europa League), liga e Coppa italianas. A camisa 4 foi “aposentada” assim que Javier Zanetti pendurou as chuteiras, mas o time ainda tem um bocado de argentinos – especialmente no ataque.

  • >IN>: Dodô (ex-Roma), Nemanja Vidic (ex-Man United), Berni (goleiro,ex-Torino), Gary Medel (Chile, ex-Cardiff), Yan M´villa (Rubin Kazan), Pablo Osvaldo (atacante da Azzurra nascido na Argentina; foi emprestado pelo Southampton à Inter). Voltam de empréstimo: Mbaye, Obi e o goleiro Belek.
  • <OUT<: Zanneti e Chivu se aposentaram, Samuel foi para o Basel, Diego Milito (pro Racing de Avellaneda), Cambiasso foi pro Leicester City, Walter Samuel para o Basel..
  • Estrelas da companhia: Hernanes, o Profeta (ex-São Paulo e Lazio), Campagnaro e Rodrigo Palacio (vice-campeões do mundo), Icardi. Handanovic.
  • Técnico: Walter Mazzari
  • Estádio: por enquanto, a Inter joga no Giuseppe Meazza/San Siro (capacidade para 80.0074 espectadores), mas o novo dono do clube, Erick Thohir -empresário da Indonésia – já anunciou a a intenção de construir um estádio interista.

    https://www.facebook.com/InterOfficialPage
    https://www.facebook.com/InterOfficialPage
  • Em 2013-14, a média de público da Inter em casa foi de 46.246 interistas/jogo – no ranking da Pluri, a 19ª melhor média do mundo. Ocupação: 58% das cadeiras do Giuseppe Meazza.

image

  • Uniformes: confira as galerias de imagens da “maglia” 1…


e também da “maglia” 2 da Inter, com um desenho que lembra a cruz de São Jorge, do brasão de Milão.
Continuar lendo “Internazionale 2014-15”

De 1 a 23, os números dos jogadores que tentam o hexa em casa.

ARTE Lais Sobral | www.flickr.com/photos/lais-sobral/
ARTE Lais Sobral | http://www.flickr.com/photos/lais-sobral/
  1. Jefferson (Botafogo)
  2. Daniel Alves (Barça)
  3. Thiago Silva (PSG)
  4. David Luiz (o zagueiro do Chelsea acertou com o PSG)
  5. Fernandinho (Manchester City)
  6. Marcelo (Real Madrid)
  7. Hulk (Zenit)
  8. Paulinho (Tottenham)
  9. Fred (Fluminense)
  10. Neymar (Barça)
  11. Oscar (Chelsea)
  12. Julio Cesar (Toronto)
  13. Dante (Bayern de Munique)
  14. Maxwell (PSG)
  15. Henrique (Napoli)
  16. Ramires (Chelsea)
  17. Luiz Gustavo (Wolfsburg)
  18. Hernanes (Internazionale)
  19. Willian (Chelsea)
  20. Bernard (Shakhtar)
  21. Jô (Atlético Mineiro)
  22. Victor (Atlético Mineiro)
  23. Maicon (Roma)

Continuar lendo “De 1 a 23, os números dos jogadores que tentam o hexa em casa.”

Rolê pelo Maracanã, em noite de Neymar, Fred, David Luiz e Brasil campeão!

Rolê pelo Maracanã, em noite de Neymar, Fred, David Luiz e Brasil campeão!
Hino nacional: como em quase todas as partidas do Brasil na Confederações 2013, um momento de muita emoção.
Hino nacional: como em quase todas as partidas do Brasil no torneio, um momento de muita emoção.

Um minuto e meio de jogo. Não deu nem para saída. Empurrada por 78 mil vozes, que cantaram o hino nacional à capella, a seleção brasileira voltou a usar a blitz do começo de cada tempo na campanha da Copa das Confederações. A defesa espanhola vacilou e Fred, com força, presença na área, faro de gol e ousadia marcou, caído, o primeiro. Só que o Brasil de Felipão não parou por aí. É verdade, David Luiz, tema  do post anterior, foi festejado como artilheiro ao salvar um gol certo. Seria o gol de empate da Espanha, alvo da ira de grande parte dos torcedores brasileiros. Eles têm uma bronca danada do futebol “tiki-taka”, tic-tac, o toque de bola infindável da Roja, que diga-se de passagem, foi bem usado na estreia, contra o Uruguai, e não muito mais. E esses torcedores gritaram:

Uh! Cadê? O tic-tac sumiu.

1013062_401700893284609_763310495_nMas essa linha de passe era uma velha característica do futebol brasileiro. Tabelinha entre Oscar e Neymar, golaço do novo astro do Barcelona, sem dúvida, o MVP da Copa das Confederações. Bola de Ouro e chuteira de bronze para Neymar Jr. 2×0. E aí o Maracanã- que obra nenhuma consegue enfeiar – começou a cantar “O campeão voltou”…
Começo do segundo tempo, outra blitz da seleção de Scolari. Fred, chuteira de prata, definiu o placar. 3×0. No meio do segundo tempo, o público já soltava gritos de “é campeão”.
63 anos depois que as “Touradas em Madri”, clássico de Alberto Ribeiro e João de Barro, o Braguinha, lembrado no blog do Beto Xavier, foram entoadas no Maracanã (o que dizem, enfureceu os espanhóis, que ficaram sem jogar com o Brasil até a Copa de 62)… 63 anos depois dos 6×1 sobre a Espanha, do 1×2 para o Uruguai e do Maracanazo, o (ainda) estádio Mario Filho cantou e pediu bis para “O Campeão(Meu Time)”, sucesso de Neguinho da Beija-Flor, hino do maior dos nossos estádios: “Domingo, eu vou ao Maracanã, vou torcer pro time que sou fã”… Imagina na Copa, Neguinho, que emoção! O povo também cantou o refrão de “Peguei o Ita no Norte”, samba campeão do Salgueiro, de 1993: “Explode coração, na maior felicidade…”

A Espanha tem que acertar sua defesa e ser mais efetiva na frente, quem sabe se definir um 9 melhor que “Niño” Torres. A Itália (3º lugar) mostra que pode evoluir ainda mais. O Uruguai, se vier, tem bom time e uma camisa que é sinônimo de raça, seus jogadores se superam quando a vestem.  Tem Alemanha e Argentina ainda… Mas o fator campo e torcida podem ser decisivos em 2014. E tem o fator Felipão. O campeão voltou.

DSC02434
O Rio de Janeiro é a cidade brasileira mais acostumada a receber grandes eventos. A estação Maracanã é uma das três do Metrô próximas ao estádio. Você mal sai da estação e olha só…
Tudo pronto para Brasil x Espanha
Tudo pronto para Brasil x Espanha
DSC02465
Os olhos do mundo para a taça.
DSC02453
O onze inicial da seleção Canarinho 2013.
O gol-relâmpago abalou o time campeão do mundo.
O gol-relâmpago abalou o time campeão do mundo.
O herói David Luiz e o goleiro Julio Cesar comemoram o golaço de Neymar. Brasil 2x0.
O herói David Luiz e o goleiro Julio Cesar comemoram o golaço de Neymar. Brasil 2×0.
Deu o recado!
Deu o recado!
No intervalo, o fotógrafo se divertiu com o Fuleco.
No intervalo, o fotógrafo se divertiu com o Fuleco.

Continuar lendo “Rolê pelo Maracanã, em noite de Neymar, Fred, David Luiz e Brasil campeão!”

A seleção de 1,162 bilhão de reais. Você gostou da “família Scolari”?

Um bilhão e 162 milhões de reais é o valor de mercado dos 23 jogadores convocados por Luiz Felipe Scolari para a seleção brasileira que vai disputar a Copa das Confederações, segundo estudo da Pluri Consultoria (confira aqui).

Felipão, 14/05/2013. FOTO Paulo Mumia/VIPCOMM
Felipão, 14/05/2013. FOTO Paulo Mumia/VIPCOMM

Veja os convocados no slide-show.


Continuar lendo “A seleção de 1,162 bilhão de reais. Você gostou da “família Scolari”?”

A nova família Scolari

Saiu a 1ª convocação da nova fase de Felipão no comando do escrete canarinho. Primeiro teste de fogo: Inglaterra, 6 de fevereiro, Wembley, 150 anos da FA.
Goleiros: Diego Alves (Valencia), Julio César (Queens Park Rangers)
Laterais: Adriano, Daniel Alves, Filipe Luís (Atlético de Madrid)
Zagueiros: Dante (Bayern), David Luiz, Leandro Castán (Roma), Miranda (Atlético de Madrid)
Volantes: Arouca, Hernanes, Paulinho, Ramires
Meias: Lucas (agora no PSG), Oscar, Ronaldinho Gaúcho
Atacantes: Fred, Hulk, Luís Fabiano, Neymar. Continuar lendo “A nova família Scolari”

“Soberano – Seis Vezes Campeão”

Em 9 de junho de 1991, o São Paulo de Telê Santana conquistou um dos seus títulos mais importantes. O Brasileirão de 91, passaporte para a Libertadores, Mundial de Clubes … Abaixo, o post publicado em 2010, depois da pré-estreia do filme “Soberano -Seis Vezes São Paulo”, que conta a saga do hexa tricolor, já disponível em DVD.

FOTO Rubens Chiri/www.saopaulofc.net

O público do cinema UCI Jardim Sul mais parecia uma torcida, com uniformes e até bandeiras. O hall foi decorado com cartazes gigantes de 6 escretes campeões brasileiros. A pré-estreia da noite contou com a presença de parte do elenco da película. Raí, Sidney, Jorge Wagner, Alex Silva, Rogério Ceni. O músico Nando Reis, que compôs músicas para o filme, também apareceu – todo feliz. Era noite de lançamento de Soberano – Seis Vezes São Paulo, documentário sobre os títulos brasileiros do tricolor (77/86/91/06/07/08) produzido pela G7 Cinema, com direção de Carlos Nader e Maurício Arruda. Estreou em 17 de setembro de 2010, em cinemas de 10 estados. E esta semana ganha mais uma exibição em tela grande na seleção paulista do CineFoot, no Museu do Futebol.

FOTO Rubens Chiri/www.saopaulofc.net

Se os depoimentos de Minelli (treinador tricampeão brasileiro, em 75 e 76 pelo Inter e 77 pelo São Paulo), Muricy (no elenco de Minelli em 77, técnico vitorioso de 2006 a 2008) e de jogadores como Waldir Perez, Dario Pereyra, Careca, Raí, Rogério Ceni e Hernanes trazem histórias curiosas de bastidores, são as entrevistas com torcedores – escolhidos como personagens – que emocionam mais. Continuar lendo ““Soberano – Seis Vezes Campeão””

Virada heroica nos Aflitos

Depois de um péssimo primeiro tempo, depois de levar um gol do Náutico minutos após Bosco salvar um pênalti, depois de ver Júnior César expulso ainda na 1ª etapa… o São Paulo virou o jogo emocionante desta noite nos Aflitos, partida isolada da 27ª rodada deste grande Brasileirão por pontos corridos. O Tricolor chegou a ficar com 9 jogadores contra 11 do Náutico – Richarlyson também foi expulso (impressionante como o São Paulo voltou a sofrer com nervosismo de atletas e cartões, muitos cartões – amarelos e vermelhos). Destaque para as atuações do goleiro Bosco, que começou pegando pênalti, dos valentes volantes Jean e Hernanes, do polivalente Jorge Wagner, de Hugo, que entrou mais do que acordado, ligadão no jogo, e do menino Oscar, revelação da base do São Paulo que deu a assistência para o petardo que determinou a heroica vitória. Hugol, mais uma vez decisivo.