Pop Craque, a nova série do Studiomarrom.

 

A homenagem a el flaco Cruyff, eterno 14 da Laranja Mecânica!
studiomarrom.com

Aqui vai uma dica para quem gosta de poster, e de grandes ídolos da história do futebol mundial. O Studiomarrom lançou mais uma série em homenagem a lendas como Cantona, Maradona, Cruyff, ou o lobo búlgaro, Ivanov – jogador da seleção da Bulgária semifinalista na Copa de 94.

Todas as artes são originais e exclusivas do estúdio. Alguns craques ganham tributos em modelos diferentes. O fã de Ronaldo Nazário pode escolher entre o fenômeno #nerazzurri, o galático ou o canarinho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo “Pop Craque, a nova série do Studiomarrom.”

O time mais rico do mundo

O time mais rico do mundo

Facebook:  73 milhões de curtidas e contando. Instagram: 17,7 milhões.
Twitter: mais de 11,2 milhões. Google +: quase sete milhões de seguidores.
São os números (em 25/05/17) das redes sociais do Manchester United, o time de futebol mais rico do mundo (Deloitte Football Money divulgado em 2017), mesmo tendo chegado apenas em quinto lugar no Inglês 2015-16. Receita de 689 milhões de euros, quase setenta milhõezinhos a mais que Barça e Real Madrid na temporada 15-16, analisada pelo relatório mais recente da Deloitte. Fruto dos grandes contratos (Chevrolet, adidas), direitos de transmissão de TV, mais a grana que Old Trafford movimenta em dias de jogos (e fora deles!).
No começo de março de 2017, tive a oportunidade de fazer o tour pelo museu do United, que fica dentro do estádio Old Trafford. Como já era um finzinho de tarde, não dava mais para acessar o campo. Era pegar ou largar.

O uniforme do Newton Heath, no começo da linha do tempo do United

A flamulinha ao lado indica o ano de fundação: 1878. Primeiro como Newton Heath, que era verde e amarelo (em 1992, a Umbro fez um terceiro uniforme com o visual verde-amarelo). Só passou a ser chamado Manchester United em 1902. Desde 1910, os Red Devils estão em Old Trafford,  investimento inicial de 40 mil libras, na grande Manchester. Infelizmente, a história do time vermelho tem uma coisa em comum com o Verdão do oeste catarinense. Em fevereiro de 1958, um acidente de avião em Munique acabou com parte de uma jovem geração promissora e já vitoriosa, os Busby Babes, comandados por Sir Matt Busby – que sobreviveu à tragédia de Munique.

Primeira página do Daily Herald, fevereiro de 1958.

Para um brasileiro, é impossível não lembrar da tragédia da Chapecoense em 2016, impossível não se emocionar na sala dedicada aos Busby Babes, que tem vários painéis e gavetas forradas de jornais de 1958.

Homenagem a Matt Busby

Sir Bobby Charlton, Denis Law e George Best, o quinto beatle, o primeiro football star na Inglaterra. 470 partidas, 179 gols pelo Manchester. Com a United Trinity dos Red Devils em campo, Busby levou o United à primeira de três Copas/Ligas dos Campeões, em 1967-68. Dez anos depois da tragédia.

Continuar lendo “O time mais rico do mundo”

“Os Rebeldes do Futebol 2” no CINEfoot

Prezado amigo Afonsinho. O festival CINEfoot mostra nesta segunda-feira, 25 de maio, a continuação do ótimo doc “Os Rebeldes do Futebol”. Nove da noite, Espaço Itaú de Cinema, Praia de Botafogo. Grátis.

Fut Pop Clube

B7U-p-vCMAE_j4Z O doc de Gilles Perez e Gilles Rof passa na segunda, 25/5,, 21h, no Espaço Itaú, Praia de Botafogo, entrada franca.

O prezado amigo Afonsinho (que atuou por XV de Jaú,  Botafogo, Olaria, Vasco, Santos, Flamengo, América Mineiro, Fluminense – e lutou pelo passe livre e direitos dos jogadores), mencionado em gol da MPB boleira marcado por Gilberto Gil – e “narrado” por Elis Regina – está na parte 2 do filme / sérieOs Rebeldes do Futebol. produzida e ancorada pelo ex-jogador francês Eric Cantona. O primeiro Les Rebelles du Foot passou aqui no festival CINEfoot e no canal Sportv. Contava histórias de cinco boleiros politizados: Rachid Mekloufi, Predrag Pasic, Carlos Caszely, Didier Drogba e Sócrates.

Na segunda parte, Cantona conta as histórias de Afonsinho e mais quatro rebeldes: Honey…

Ver o post original 193 mais palavras

Thinking Football 2015: um festival de cinema que dá o que pensar.

poster_thinking_football_2015
Em fevereiro, a Fundación Athletic Club e a Sala BBK promovem, lá na bela Bilbao, a terceira edição do Thinking Football Film Festival e tem até filme brasileiro. O festival de cine boleiro bilbaíno começa com “Os Rebeldes do Futebol 2″ (tema do post anterior), a continuação do ótimo “Les Rebelles du Foot”.  Eric Cantona e Gilles Pérez, enolvidos na série dos boleiros rebeldes, também vão encerrar o festival com “Foot et immigration, 100 ans d’histoire commune” (“Fútbol e inmigración, cien años de historia común”), documentário sobre o papel da imigração no futebol francês, na seleção dos Bleus desde 1930 e na sociedade francesa – um tema bem do presente.

Entre as 10 películas escaladas, está o documentário brasileiro “Democracia em Preto e Branco”, que fala muito (mas não só) da democracia corintiana, e também da luta pela abertura e eleições diretas no país e o despertar do Rock Brasil, no começo dos anos 80. Não à toa, a “madrinha” Rita Lee (que é corintiana) narra o filme de Pedro Asbeg, que já foi exibido e premiado em festivais nacionais como o CINEfoot  – na virada do ano, passou direto na ESPN Brasil e ainda pode ser visto no canal Now, da Net, e na internet, no Watch ESPN. Recomendo!


O filme brasileiro sobre futebol, política e rock and roll – que tem Sócrates, Casagrande e Wladimir como personagens centrais – passa em 10 de fevereiro, depois do documentário alemão “Wie im falschen Film” (“Estamos en la película equivocada”), onde o diretor Timiam Hopf trata de racismo, preconceitos e homofobia nas arquibancadas. Depoimentos de atletas como Jérôme e Kevin-Prince Boateng e Gerald Asamoah,

“Sons of Ben” fala de uma década de luta dos fãs de soccer na Filadélfia, para a cidade ter um time na MLS! Goal! Eles conseguiram: o Philadelphia Union!

Continuar lendo “Thinking Football 2015: um festival de cinema que dá o que pensar.”

“Os Rebeldes do Futebol 2” no CINEfoot (2015)

B7U-p-vCMAE_j4Z
O doc de Gilles Perez e Gilles Rof passa dia 25/5, 21h, no Espaço Itaú, Praia de Botafogo – grátis.

O prezado amigo Afonsinho (que atuou por XV de Jaú,  Botafogo, Olaria, Vasco, Santos, Flamengo, América Mineiro, Fluminense – e lutou pelo passe livre e direitos dos jogadores), mencionado em gol da MPB boleira marcado por Gilberto Gil – e “narrado” por Elis Regina – está na parte 2 do filme / série Os Rebeldes do Futebol. produzida e ancorada pelo ex-jogador francês Eric Cantona. O primeiro Les Rebelles du Foot passou aqui no festival CINEfoot e no canal Sportv. Contava histórias de cinco boleiros politizados: Rachid Mekloufi, Predrag Pasic, Carlos Caszely, Didier Drogba e Sócrates.

Na segunda parte, Cantona conta as histórias de Afonsinho e mais quatro rebeldes: Honey Thaljieh (jogadora que fundou a seleção feminina da Palestina), Claudio Tamburrini (goleiro do Club Almagro preso e torturado pela ditadura argentina de Videla; fugiu do centro de torturas conhecido como Mansión Sere), Cristiano Lucarelli (considerado uma referência dos boleiros de esquerda na Itália) e Saturnino Navazo (republicano espanhol deportado para o campo de concentração nazista de Mauthausen, lá criou um torneio de futebol para sobreviver e ajudar os presos). As informações da sinopes são do Thinking Football, um festival de cinema de Bilbao que faz pensar. Os Rebeldes do Futebol 2 vão abrir cabeças no Thinking Football, em fevereiro, e no Offside Festival, de Barcelona, em março. Mas certamente em breve devem pintar no Brasil também. [Confirmado: o filme de Gilles Perez e Gilles Rof passa no CINEfoot, 25/5, segunda-feira, 21h, Espaço Itaú, Praia de Botafogo, entrada franca]

Confira um teaser d’Os Rebeldes do Futebol 2. Continuar lendo ““Os Rebeldes do Futebol 2” no CINEfoot (2015)”

Futebol é mais que um jogo: slogan do CINEfoot 2013, em cartaz até terça-feira em São Paulo.


Destaco aqui os filmes desta terça-feira no Espaço Itaú de Cinema | Augusta (Rua Augusta, 1.475 e 1.470 – Metrô: Consolação) – última rodada do CINEfoot em Sã Paulo este ano. Entrada grátis, sujeita à lotação da sala. Chegue bem antes.

  • 19h30
  1. Sessão extra do documentário “Os Rebeldes do Futebol”, produção francesa de 2012, dirigida por Gilles Perez e Gilles Rof. Eric Cantona é uma espécie de âncora desse filme engajado, que tem Sócrates, Drogba, Caszely, Pasic e Mekloufi entre os personagens. Não saia da sala antes de terminarem os créditos!8951279967_dbf603fce0
  • 21h30
  1. HOMENAGEM: ANA AZEVEDO E JORGE FURTADO
  2. HOMENAGEM: TOSTÃO
  3. HOMENAGEM: CORINTHIANS X SANTOS – 100 ANOS
  4. BARBOSA, sensacional curta de Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo sobre o lance decisivo do Mundial de 1950, no Maracanã (produção gaúcha de 1998) 

    Antonio Fagundes em cena do genial curta "Barbosa" : http://www.flickr.com/photos/cinefoot
    Antonio Fagundes em cena do genial curta “Barbosa” http://www.flickr.com/photos/cinefoot
  5. TOSTÃO, A FERA DE OURO, doc de Paulo Laender e Ricardo Gomes Leite (MG/RJ, 1970). A trilha sonora é do cruzeirense Milton Nascimento!

    http://www.flickr.com/photos/cinefoot
    http://www.flickr.com/photos/cinefoot

O festival CINEfoot começa um giro pelas seis cidades da Copa das Confederações. Acompanhe aqui neste link. É o CINEfoot Tour.
Texto completo dentro do post.

Continuar lendo “Futebol é mais que um jogo: slogan do CINEfoot 2013, em cartaz até terça-feira em São Paulo.”

Thinking Football

A carreira do belo filme “Os Rebeldes do Futebol” fez mais uma escala. Depois de Cartagena e do BCN Sports Films, o doc ancorado por Eric Cantona abriu a programação do Thinking Football Film Festival, em Bilbao. O festival que vai até sábado é promovido pelo Athletic Club e pela fundação do clube basco. Temos aqui o querido CINEfoot, mas já imaginou um time brasileiro promovendo um festival de cinema, ainda mais sem um filme sobre o próprio umbigo? Palmas para o Athletic.
cartel
Nesta terça-feira, o Thinking Football exibe “Cracks de Nácar”, doc argentino sobre a paixão de dois veteranos jornalistas pelo futebol de botão (confira o texto anterior). E outra produção do Cone Sul: “Manyas – La Película”, sobre a irada torcida do Penãrol (confira meus pitacos). Continuar lendo “Thinking Football”