Chelsea, campeão de ponta a ponta da Premier League 2014-15.

11107723_866931296676813_3390810472848096743_n
#Pennant (flâmula) do Chelsea Football Club, campeão inglês pela quinta vez (quarta na era Premier League). Gritaram #champions em 1954/55, 2004/05, 2005/06, 2009/10 e agora, em 2014-15. Na conquista do bi (2004-05 e 05-06), o técnico também era José Mourinho. Nas redes sociais, os blues usaram a hashtag #AllTheWay, para lembrar que venceram de ponta a ponta. Lideraram o campeonato desde  a 1ª rodada. Não perdiam desde aquele jogo maluco contra os Spurs do furacão Harry Kane, em 1º de janeiro. Continuar lendo “Chelsea, campeão de ponta a ponta da Premier League 2014-15.”

Os Rebeldes do Futebol (Les Rebelles du Foot) abriram o CINEfoot 2013.

Publicado em 31 de dezembro de 2012
No período de festas, os canais de esporte aproveitaram o recesso do futebol no Brasil para estrear ou reprisar documentários quase sempre muito interessantes. Já falei aqui das séries “Memórias do Chumbo”, do Lúcio de Castro, sobre a ação das ditaduras sul-americanas na Operação Condor, e “Hei de Torcer”, sobre pequenos e simpáticos clubes cariocas. Um dos destaques dessa rodada de docs na programação de fim de ano foi também “Os Rebeldes do Futebol“, produção francesa de Gilles Perez e Gilles Rof muito bem ancorada pelo (ex?)-bad boy Eric Cantona. Ele costura as histórias de cinco rebeldes escolhidos pelo doc: Didier Drogba, colaborando para a paz na sua Costa do Marfim; o argelino Rachid Mekhloufi, que trocou o sucesso no Saint-Étienne pela causa (e time!) da Frente de Libertação Nacional no seu país, quando dominado pela França; o chileno Carlos Caszely, ex-atacante do Colo Colo, Levante, Espanyol e seleção chilena, que teve a coragem de se recusar a apertar a mão de Pinochet, quando o ditador estava no poder; o bósnio Pedrag Pasic, que encarou as consequências da guerra em Sarajevo, e encerrando o programa, o doutor Sócrates e a democracia corintiana. Emocionante!

http://lesrebellesdufoot.com/

“Rebeldes do Futebol” é bem produzido, bem filmado, tem bom arquivo. Um dos pontos altos é um vídeo da campanha do “Não” contra Pinochet. Uma senhora relata que foi vítima de tortura da ditadura chilena. A câmera abre e mostra o filho dela, Carlos Caszely. Ela foi torturada pelos milicos em retaliação contra a atitude do filho! Caszely é também personagem do episódio Chile da série “Memórias do Chumbo”. Aliás, o filme “No”, que retrata o plebiscito chileno, está em cartaz. Recomendo.

Nos créditos, os entrevistados de “Rebeldes” como Raí e Wladimir vão levantando a gola das camisas – à la Eric Cantona. Maneiro! Se passar de novo no Sportv, não perca.

Atualizando: depois do festival de Cartagena, a carreira internacional dos Rebeldes continuou no BCN Sports Film – Barcelona International Ficts Festival, entre 18 e 20 de abril, e no CINEfoot. Abre o festival no Rio, quinta, 23 de maio, 20h30, Espaço Itaú de Cinema – Praia de Botafogo. E em São Paulo, 6 de junho, 20h, Museu do Futebol.

Continuar lendo “Os Rebeldes do Futebol (Les Rebelles du Foot) abriram o CINEfoot 2013.”

“Os rebeldes do futebol”.

 

http://lesrebellesdufoot.com/

O ex-bad boy da seleção francesa e do Manchester United faz uma nova investida que vira notícia aqui na seção BOLA NA TELA. Eric Cantona, que brilhou como ele mesmo na comédia “À Procura de Eric”, produziu o documentário “Les Rebelles du Foot” sobre cinco jogadores que se destacaram por alguma atuação política. E os torcedores do Corinthians e demais fãs do futebol fino já devem ter percebido pelo poster do ‘doc’ que o doutor é um dos cinco personagens escolhidos.  “Les Rebelles du Foot” também são Didier Drogba, o argelino Rachid Mekhloufi (nos anos 50 trocou o futebol francês para fundar o time da Frente de Libertação Nacional na Argélia dominada pela França), Predarg Pasic (que foi da seleção iugoslava e comandou uma escola para todas as etnias, na Sararejo devastada) e o chileno Carlos Caszely (que se recusou a apertar a mão do ditador Pinochet, cujo governo torturou a mãe de Caszely e muita gente mais). Sócrates, Drogba, Mekloufi, Pasic e Caszely… Cada um à sua maneira contribuiu para a democracia, a solidariedade e a liberdade. Coisa rara no futebol. Continuar lendo ““Os rebeldes do futebol”.”

A Europa é azul! O Chelsea é o novo campeão da Champions League.

Flâmula do dia: Chelsea
Flâmula do dia: Chelsea

O clube comandado por Roman Abramovich nos bastidores e por Di Matteo no campo entrou neste sábado para a galeria dos campeões europeus. O Chelsea saiu perdendo contra o Bayern (por acaso e competência o dono da casa), empatou com Drogba, viu Cech pegar um pênalti batido por Robben no 1º tempo da prorrogação, e virou nos pênaltis.
Como se defende bem o Chelsea de Di Matteo, ex-meio-campista de times como o Zürich, a Lazio e o próprio Chelsea! Defesa faz parte do jogo… Também, com um gigante como Cech no gol, fica tudo mais fácil… Parabéns a esses heróis e aos brasileiros David Luiz e Ramires (decisivo nas semifinais com o Barça) pelo primeiro título da Liga dos Campeões do Chelsea. Merecido.

No começo do mês, os azuis de Londres já tinham conquistado a FA Cup, a tradicional Copa da Inglaterra, ao derrotar o Liverpool. Aliás, o clube de Abramovich ganhou quatro das últimas seis FA Cups, já na “era Abramovich”, magnata russo do petróleo, que contrata e manda embora com a mesma facilidade. Nesse período, os Blues também faturaram três campeonatos ingleses (o bi da Premier League em 2004-05 e 2005-06 e depois em 2009-10).
O Chelsea jogou no 4-2-3-1 da moda com : Cech; Bosingwa, Cahill, David Luiz, Cole; Mikel, Lampard; Kalou (Torres 83), Mata, Bertrand (Malouda 72); Drogba.
O Bayern Munich também usou o 4-2-3-1: Neuer; Lahm, Tymoshchuk, Boateng, Contento; Schweinsteiger, Kroos; Robben, T Muller (Van Buyten 85), Ribéry (Olic 96); Gomez.

Gols: Thomas Müller (37 do segundo tempo) e Drogba (43 do 2º tempo).
Veja dentro do post a lista atualizada dos campeões da Copa/Liga dos Campeões, desde a temporada 1955-56. Continuar lendo “A Europa é azul! O Chelsea é o novo campeão da Champions League.”

Chelsea levanta a Copa da Inglaterra

O Chelsea, que no dia 19 vai a Munique tentar seu primeiro título da Liga dos Campeões da Europa, conquistou neste sábado sua sétima FA Cup, a Copa da Inglaterra. Bateu o Liverpool por 2×1 no mítico Wembley. O segundo tempo foi empolgante. Depois que o Chelse fez o segundo, o Liverpool diminuiu e, na pressão total, quase chegou ao empate (não dá para ter certeza se a bola entrou ou não, provavelmente não passou toda). Dentro do post, a lista atualizada dos campeões do torneio mais antigo do mundo. Começou em 1872! Continuar lendo “Chelsea levanta a Copa da Inglaterra”

Caiu um gigante. Barça 2×2 Chelsea (agregado: 2×3)

Foram 180 minutos de ataque contra defesa. E contra-ataque. O milionário Chelsea matou o gigante de Barcelona  com três gols de contra-ataque. Drogba aproveitando jogada de Lampard e Ramires em Londres. Ramires –  e que golaço! – no Camp Nou, num momento crucial do segundo jogo, quando o Barça se aproximava do terceiro gol. Fernando Torres -quem diria!- acabou com qualquer chance de milagre azul e grená nos acréscimos. E quem diria, o genial Messi teve seu dia de vilão. Desperdiçou o pênalti, que poderia ter dado sossego ao Barça. Tem muito crédito.

Quem também tem crédito? Continuar lendo “Caiu um gigante. Barça 2×2 Chelsea (agregado: 2×3)”

Uma seleção do mundo

Casillas, Julio Cesar, Maicon, Daniel Alves, Lahm, Puyol, Xavi, Xabi Alonso, Iniesta, Fabregas, Sneijder, Özil, Schweinsteiger, Cristiano Ronaldo, Diego Forlán, Robben, Messi, Klose, Thomas Müller, Drogba, Gyan, Eto´o e Villa Maravilla.
Uma seleção da última Copa do Mundo diz presente na pré-lista dos 23 que concorrem à Bola de Ouro 2010, agora oferecida em conjunto pela Fifa e France Football. Em 6 de dezembro, serão anunciados os 3 finalistas. E em 10 de janeiro, o grande vencedor. No feminino, pode dar Marta.
Só faltaram a musa Larissa Riquelme, a Jabulani e a Vuvuzela…