Jogão? Jogaço!

 

Flâmula do dia: Chelsea
Flâmula do dia: Chelsea

Eu disse “Jogão” no título do último texto de segunda-feira à noite? Amigos, perdão, errei. Chelsea e Liverpool fizeram um jogaço! Que o comentarista Paulo Vinícius Coelho, o PVC, uma enciclopédia ambulante de futebol, já incluiu no Top 5 da rica história da copa europeia de clubes. O primeiro tempo foi do Liverpool. Dois gols de bola parada. Um do brasileiro Fábio Aurélio (ex-São Paulo e Valência), em cobrança de falta na meia direita. Peter Cech partiu atrasado para bola. Xavi Alonso ampliou, de pênalti. Faltava um para a classificação do Liverpool. Eis que no começo da segunda etapa, jogada pela ponta de Anelka, leve desvio de Drogba, e a bola acabou empurrada para as próprias redes pelo arqueiro Reina  (sim, os melhores goleiros do mundo também erram; não são robôs). O Chelsea empatou (Alex, de falta), e virou (Lampard, no meio da pequena área, depois de assistência de Drogba, lado esquerdo da área). Lucas chutou de fora da área e fez o 3º gol “brasileiro” da noite londrina, 3º do Liverpool. 3×3. Ainda dá, ainda dá, devem ter imaginado todos os torcedores vermelhos. E não é que Riera foi à linha de fundo e cruzou para Kuyt virar de novo o placar? Liverpool 4×3. De novo, faltava 1 só para a classificação de Fernando Torres e cia. Mas em nova descida pela ponta, desta vez pela direita, com Anelka, o capitão Lampard deu um toque de classe. A bola beijou as traves e definiu o placar. 4 a 4. Veja os gols neste link para a página da ESPN Brasil. Numa opinião de torcedor que gosta de acompanhar a bola pelo mundo, acho que hoje a diferença entre o futebol brasileiro e o europeu, no campo, é o jogo pelas pontas. Repare no número de gols em jogadas pelos lados. Repare nos grifos do texto acima. Quatro jogadas. Outros 3 foram de bola parada e um no chute do ex-gremista Lucas.

 

O Chelsea -que começou sua campanha na Champions com o brasileiro Felipão no banco – está na semifinal contra o maravilhoso ataque do Barcelona. E o time azul, agora treinado por Guus Hiddink, jogará a 2ª partida em casa. Para a posteridade, a ficha do jogaço…

4 Chelsea (4-2-3-1): Cech; Ivanovic, Alex, Carvalho, A Cole; Ballack, Essien; Kalou (Anelka 35), Lampard, Malouda; Drogba (Di Santo 90+3). 
Gols Drogba 50, Alex 56, Lampard 75, 88.
Amarelos Ivanovic 18, Carvalho 58, Cole 65.

x

4 Liverpool (4-3-3): Reina; Arbeloa (Babel 84), Carragher, Skrtel, Fábio Aurélio; Mascherano (Riera 69), Alonso, Lucas; Kuyt, Torres (N’Gog 79), Benayoun.
Gols do Liverpool Fábio Aurélio 18, Alonso 27, Lucas 80, Kuyt 82.
Amarelos Benayoun 40, Arbeloa 73.

Local: Estádio Stamford Bridge, em Londres (Inglaterra)
Árbitro: Luis Medina Cantalejo (ESP)
Auxiliares: Jesús Calvo Guadamuro e Roberto Diaz Perez del Palomar (ESP)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.