Espanha, sua linda!

Espanha, sua linda!

Está de volta a liga das estrelas! A bola já rola no campeonato espanhol. Houve algumas perdas, como as recentes vendas de Pedro (do Barça pro Chelsea) e a do zagueiro argentino Otamendi (do Valencia pro Manchester City). O Sevilla negociou seu melhor atacante pro Milan. Xavi foi pro Qatar. Casillas foi pro Porto. Por outro lado, o Real Madrid trouxe Kovacic da Inter e Danilo e Casemiro dos Dragões.  Também do Porto – como vende bem! – o Atlético de Madrid trouxe Jackson Martínez. Perdeu Arda Turan pro Barça, mas a estreia vai ser apenas em 2016. Os trios MSN e BBC continuam firmes.

Convido vocês a refazer virtualmente os giros do Fut Pop Clube por dez dos vinte estádios da primeira divisão!

Começando pelo Camp Nou!

camp nou 018
Este ano o blog acompanhou in loco a grande vitória do Barça sobre o PSG, no caminho de Berlim. Em 2011, viu o Pep Team conquistar a Supercopa no segundo e nervoso El Clasico contra o Real de Mourinho.

Também revisitei o Campo de Fútbol de Vallecas, do guerreiro Rayo Vallecano. Detalhe: foi contra o vizinho rico, o Real Madrid.

Campo de Vallecas.
Campo de Vallecas.

Continuar lendo “Espanha, sua linda!”

Uma noite no novo campo de San Mamés

Uma noite no novo campo de San Mamés

DSC06551 Duas temporadas depois de assistir a uma das últimas partidas no centenário San Mamés – o último Athletic x Valencia na velha Catedral -, o Fut Pop Clube voltou a Bilbao para conhecer o novo estádio, que chama a atenção para a beleza da fachada e também do seu interior. Por coincidência, de novo num Athletic vs Valencia, com o time da casa brigando por vaga na Liga Europa e os valencianistas por vaga na Champions.DSC06499 A nova catedral foi inaugurada em setembro de 2013 e ficou toda pronta no começo da temporada 2014-2015. Pode receber uns 53 mil espectadores e tem dois telões, que servem como placar eletrônico, no alto das arquibancadas.DSC06532 A torcida do Athletic pressiona bastante o juiz e é um pouco impaciente com o time. Quem comanda os gritos de apoio – pra variar – são os dois grupos de jovens torcedores que se acomodam atrás dos gols, perto do córner. Por sinal, nesta partida contra o Valencia, esses fãs fizeram um protesto contra o caso de um torcedor morto por uma bala de borracha, alguns anos atrás. DSC06509 San Mamés vai ser uma das sedes da descentralizada Eurocopa 2020 e à falta de mais lanchonetes ou bares dentro do estádio (na vizinhança, tem um monte, o campo está bem localizado na cidade), o pessoal traz mesmo é o sanduba de casa. Aqueles “bocadillos” enormes, enrolados em papel alumínio. E muitos, a bebida também. Os bilbaínos fumam pra caramba dentro do estádio. Coff, coff.DSC06490 Sobre o jogo em si, foi bem morno no primeiro tempo. O Athletic não teve o jovem ídolo Muniain, machucado. No segundo tempo, quando o time da casa pressionava mais, o Valencia abriu o placar, com o argentino Rodrigo de Paul. A melhor opção de ataque dos rojiblancos era com o primeiro negro a vestir a camisa do Athletic, Iñaki Williams, geralmente pela ponta-direita. Depois de muitas trapalhadas do trio de arbitragem e confusões entre os jogadores dos dois times, o Athletic empatou no finalzinho. 1×1 foi um placar mais justo, apesar da contribuição do juiz pro empate. Um resultado que se não foi bom para os dois clubes, pelo menos os deixam vivos na suas respectivas lutas. Continuar lendo “Uma noite no novo campo de San Mamés”

La gabarra

Agora se sabe que o Barça vai jogar em casa a final da Copa do Rei, em 30 de maio, contra o Athletic. Quer dizer, no Camp Nou, seu estádio, mas será considerado visitante, porque o time de Bilbao é um pouco mais antigo. Decisão tomada numa votação na federação espanhola, depois que o Real Madrid não liberou o Bernabéu e os finalistas não chegaram a um acordo. Agora você sabia como o Athletic vai comemorar uma possível conquista, caso supere o Barça e Camp Nou? Chegando a Bilbao na “gabarra”, esta barcaça da foto abaixo. É uma tradição do time basco, e na rede dá para ver imagens da procissão em algumas das últimas taças levantadas pelo Athletic (a dobradinha de campeonato e copa em 1983-84).

http://www.athletic-club.eus/cas/home.html
http://www.athletic-club.eus/cas/home.html

Continuar lendo “La gabarra”

Thinking Football 2015: um festival de cinema que dá o que pensar.

poster_thinking_football_2015
Em fevereiro, a Fundación Athletic Club e a Sala BBK promovem, lá na bela Bilbao, a terceira edição do Thinking Football Film Festival e tem até filme brasileiro. O festival de cine boleiro bilbaíno começa com “Os Rebeldes do Futebol 2″ (tema do post anterior), a continuação do ótimo “Les Rebelles du Foot”.  Eric Cantona e Gilles Pérez, enolvidos na série dos boleiros rebeldes, também vão encerrar o festival com “Foot et immigration, 100 ans d’histoire commune” (“Fútbol e inmigración, cien años de historia común”), documentário sobre o papel da imigração no futebol francês, na seleção dos Bleus desde 1930 e na sociedade francesa – um tema bem do presente.

Entre as 10 películas escaladas, está o documentário brasileiro “Democracia em Preto e Branco”, que fala muito (mas não só) da democracia corintiana, e também da luta pela abertura e eleições diretas no país e o despertar do Rock Brasil, no começo dos anos 80. Não à toa, a “madrinha” Rita Lee (que é corintiana) narra o filme de Pedro Asbeg, que já foi exibido e premiado em festivais nacionais como o CINEfoot  – na virada do ano, passou direto na ESPN Brasil e ainda pode ser visto no canal Now, da Net, e na internet, no Watch ESPN. Recomendo!


O filme brasileiro sobre futebol, política e rock and roll – que tem Sócrates, Casagrande e Wladimir como personagens centrais – passa em 10 de fevereiro, depois do documentário alemão “Wie im falschen Film” (“Estamos en la película equivocada”), onde o diretor Timiam Hopf trata de racismo, preconceitos e homofobia nas arquibancadas. Depoimentos de atletas como Jérôme e Kevin-Prince Boateng e Gerald Asamoah,

“Sons of Ben” fala de uma década de luta dos fãs de soccer na Filadélfia, para a cidade ter um time na MLS! Goal! Eles conseguiram: o Philadelphia Union!

Continuar lendo “Thinking Football 2015: um festival de cinema que dá o que pensar.”

Amistoso: País Basco x Catalunha.

Atualizado em 29/12/2014

10865858_326047724270499_626683462185389447_o
As seleções do País Basco e da Catalunha disputam um amistoso neste último domingo de 2014, na nova catedral de San Mamés, em Bilbao. Tanto as seleção catalã como a basca costumam disputar um amistoso nesta época e desta vez vão se enfrentar, no final de um ano em que muito se discutiu a proposta de independência da Catalunha (também teve plebiscito sobre a separação da Escócia). Dentro da Espanha, Catalunha e País Basco são as regiões onde mais se pede independência – conseguindo ao menos mais autonomia. O amistoso também serve para comemorar o centenário do primeiro jogo entre bascos e catalães, disputado em 3 janeiro de 1915, no velho San Mamés. Há um século, os bascos ganharam por 6 a 1. Quatro gols de Pichichi – ídolo do Athletic que é sinônimo de artilheiro no futebol espanhol.

O certo é que o amistoso vai ter um grande esquema de segurança, que promete revista rigorosa nos torcedores, como diz esta reportagem do diário Sport, E muitas caras conhecidas dos fãs do futebol internacional.

Do Barça, o técnico da seleção catalã, Gerard López, chamou nomes como os meio-campistas Xavi e Busquets, defensores como Piqué, Jordi Alba, Bartra e Montoya e o goleiro Massip. Também há 4 jogadores do Espanyol (o goleiro Kiko Casilla, Victor Álvarez pra defesa, o meio-campo Víctor Sánchez, e o atacante Sergio Garcia) e catalães que jogam em times de outras regiões, como Álvaro Vázquez (Getafe), Deulofeu (emprestado pelo Barça ao Sevilla), Fontás e Gómez (Celta), Piti (Granada) e De La Bella (que joga justamente no País Basco, pela Real Sociedad).

Uniforme da seleção basca
Uniforme da seleção basca

A seleção basca tem quase um time inteiro do Athletic Club,  do goleiro Iraizoz ao atacante Aduriz, passando por zagueiros (Aurtenetxe, Balenziaga, Etxeita, San José) e meio-campistas (Beñat, Ibai Gómez, Iturraspe, Susaeta). Há ainda atletas da Real Sociedad, do Eibar e do Osasuna.

  • Fontes:
  1. El Gol Digital
  2. site da federação basca
  3. site da federação catalã
  4. Reportagem em vídeo da EiTB, com depoimento de Xavi

Confira dentro do post os resultados de todas as partidas entre Catalunha e País Basco, já com o resultado do último domingo de 2014.
Continuar lendo “Amistoso: País Basco x Catalunha.”

“The Two Escobars” e “Diamantes Negros”. Dois filmes que incomodam, no Thinking Football Film Festival, em Bilbao.

imagen10847
imagen10712
Rose Bowl, Pasadena(CA), 22 de junho de 1994. O gol contra de Andrés Escobar, zagueiro da melhor seleção colombiana até hoje, foi como uma sentença de morte. A Colômbia chegou como uma das favoritas (Pelé disse isso) e na segunda partida foi eliminada. A barra pesou, numa Colômbia em turbulência por causa do narcotráfico. Jogadores e suas famílias foram ameçados. Na volta ao país, Andrés Escobar foi morto depois de uma discussão por causa do gol contra.
Esse é o ponto de partida do ótimo documentário “The Two Escobars, produção para a TV dos irmãos Jeff e Michael Zimbalist, que tive a oportunidade de ver na terceira quinta-feira do festival Thinking Football, promovido pela fundação do Athletic Club, em Bilbao.

O longa-metragem dos brothers Zimbalist, que costura rico arquivo de imagens com depoimentos, faz um paralelo entre a morte de Andrés Escobar com a do narcotraficante Pablo Escobar, com quem o zagueironão tinha parentesco nem ligação. E mostra como a seleção nacional colombiana foi usada tanto pelo poder do tráfico como pelo poder político constituído (claro, isso sempre aconteceu, e sempre acontecerá, em qualquer país). O que é incomum é ver jogadores de seleção visitando narcotraficantes na cadeia.

Documentário forte. Um filme que faz pensar, como a a outra atração do Thinking Football Film Festival na noite passada. “Diamantes Negros”, coprodução Espanha / Portugal dirigida por Miguel Alcantud sobre outro tráfico: o de jovens jogadores. Uma ficção com jeito de documentário.
Continuar lendo ““The Two Escobars” e “Diamantes Negros”. Dois filmes que incomodam, no Thinking Football Film Festival, em Bilbao.”

O Athletic treina pela 1ª vez no novo San Mamés

A tal da foto para a posteridade. https://www.facebook.com/ATHLETICCLUB/
A tal da foto para a posteridade. https://www.facebook.com/ATHLETICCLUB/

O Athletic Club fez hoje o seu primeiro treino no gramado lindão do novo San Mamés. A nova “arena” de Bilbao subiu ao lado da lendária “catedral”, que foi demolida exatamente no ano do centenário. Era o único estádio que “testemunhou” todos as ligas espanholas. O novo San Mamés vai ser inaugurado oficialmente na quarta rodada do campeonato. em 16 de setembro, quando o Atleti recebe o Celta de Vigo. No dia 13,  o técnico Ernesto Valverde comanda outro treino em San Mamés Barria, que será aberto aos jornalistas e torcedores.