Livro conta a história das camisas de alguns dos maiores times da Europa

Publicado em julho de 2013

Historia_camisas_europa_300_CMYK
Você sabia que durante a Segunda Guerra, o Bayern de Munique (que tinha presidente e técnico judeus) foi obrigado a usar o escudo do Partido Nacional Socialista, dos nazistas?
Por que o FCB do distintivo do Barça virou CFB entre 1939 e 1974?
Em que período da vida política italiana a Internazionale de Milão virou Ambrosiana e usou uma camisa branca com a cruz vermelha símbolo da cidade, depois relançada em 2007?
Você sabia que o durante o período fascista na Itália, o Milan (nome da cidade de Milão em inglês, em homenagem aos fundadores do clube) foi obrigado a “italianizar” o nome, para Milano, e teve que ostentar um distintivo fascista em amistosos internacionais?
E que o Corinthian inglês (que inspirou nome e camisa do Corinthians Paulista) também influenciou a escolha da camisa, branca, do Real Madrid, em 1902?
E que o Arsenal, fundado em 1886, só começou a usar o tradicional uniforme vermelho com as mangas brancas em 1933?
Quando o Manchester United adotou seu uniforme vermelho?
Quais eram as cores do Liverpool, quando foi fundado, em 1892?
Que clube inglês influenciou o uniforme “bianconero” da Juve, depois que a Vecchia Signora usou uma ‘malha rosa’, em seus primeiros passos?
“Blue is the colour, football is the game”. Mas em que ano o Chelsea, fundado em 1905, adotou o azul-royal?
Tudo isso está no livraço “A História das Camisas dos 10 Maiores Times da Europa” (Panda Books), de Mauricio Rito e Rodolfo Rodrigues, que acaba de chegar às livrarias.
Cada mudança importante no “manto” dos clubes citados, desde o ano de suas fundações, é mostrada pelas ilustrações de Mauricio Rito e pesquisa de Rodolfo Rodrigues, no padrão de lançamentos anteriores da Panda, como “A História das Camisas dos 12 Maiores Times do Brasil” e “A História das Camisas de Todos os Jogos das Copas do Mundo”. Mais de 1.400 camisas foram reproduzidas – já tem os uniformes da temporada 2013/2014, como as cores da ‘senyera’ no uniforme 2 do Barça. Detalhes como mudanças de escudo, de fornecedores de material esportivo e patrocinadores não são esquecidos. Há ainda um capítulo especial sobre as decisões da Copa/Liga dos Campeões, desde 1956 – com o desenho dos uniformes usados pelos finalistas, claro!

Veja o flyer da noite de autógrafos dentro do post.

Convite Virtual Camisas Europa
Quem não vai gostar muito são os portugueses e holandeses… mas quem sabe, Ajax, Benfica, Porto não entram numa próxima? Sem dúvida, é uma senhora pesquisa, que já não deve ser muito fácil de fazer nem na Europa, porque volta a tempos pré-midiáticos, quanto mais aqui no Brasil. Voltarei ao assunto.

Posts relacionados:

7 comentários sobre “Livro conta a história das camisas de alguns dos maiores times da Europa

  1. Peraí… ARSENAL? Isso nunca foi campeão nem da Liga Europa / Copa da UEFA, que dirá Champions League! Hahahaha, “maior da Europa”? Só pode ser piada! Põe o Aston Villa que é maior que o time de bairro londrino! Até o Tottenham que não ganha nada desde quando a Tatcher ainda era premier tem mais títulos europeus que o Arsenal!

  2. Também concordo. O Borussia Dortmund, por exemplo, merece mais essa posição que o Arsenal.

  3. VERGONHOSO… desde quando o chelsea é grande? RIDÍCULO…. o clube apareceu num dia desses, começou a ganhar algo depois de investimentos de um ricasso.

  4. O Chelsea tem quase 110 anos, foi campeão nos anos 1950 e 1960, passou duas décadas em baixa até que começou a se reerguer em 1993 com a chegada de Glenn Hoddle, continuou sua caminhada em 1996 com Ruud Gullit, ao voltar ao rumo dos títulos – entre eles a extinta Recopa Europeia e a Super Copa da UEFA, vencendo o Real Madrid. Em dezembro de 1999 foi o primeiro clube inglês a escalar um time inteiro com jogadores estrangeiros. Em junho de 2003 foi adquirido em 51% por Roman Abramovic e desde então só vem crescendo. Ganhou não só PLs e copas nacionais como uma Europa League e uma UEFA Champions League, se tornando com isso o único clube britânico a ter conquistado TODOS os troféus europeus possíveis. O Arsenal tem mais de 125 anos, nenhum título continental de expressão e não ganha nada há quase 10 anos (nem par ou ímpar). Futebol é resultado, amigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s