Terceira camisa do Cruzeiro 2016, em homenagem aos campeões de 1966.

Terceira camisa do Cruzeiro 2016, em homenagem aos campeões de 1966.

Chega às lojas oficiais do Cruzeiro nesta segunda-feira, 21/11/2016 (e em outras lojas de material esportivo dia 26) o novo uniforme 3 da Raposa, lançado neste domingo no empate em 2×2 contra o Santos.

cruzeiro
Uniforme 3 do Cruzeiro 2016 (Umbro)

Os uniformes feitos pela Umbro em estilo retrô (até nos logotipos dos patrocinadores) representam uma homenagem à conquista da Taça Brasil de 1966 (nas finais, o Cruzeiro goleou o então pentacampeão Santos por 6 a 2 no Mineirão e voltou a vencer no Pacaembu, por 3×2). Em 2010, a CBF unificou os títulos da Taça Brasil e Robertão de 1959 a 1970 com o Brasileirão. E passou a considerar o Cruzeiro campeão brasileiro em 1966.fb_img_1480013206681
Continuar lendo “Terceira camisa do Cruzeiro 2016, em homenagem aos campeões de 1966.”

Caixa postal: La Bombonera

Coisa linda esta campanha do aniversário do Boca Juniors, 111 anos completados no fim de semana. Na era das redes sociais, o azul y oro convidou os boquenses a declarar sua paixão ao clube … por carta!


Na semana do aniversário, o Boca e a Nike apresentaram a terceira camisa, predominantemente preta.

 

12920431_560842360747371_7265473193986425728_n

Clique em qualquer imagem abaixo para abrir a galeria (fotos: facebook.com/BocaJuniors).

Não nos esqueçamos que o primeiro uniforme do Boca era … preto e branco, como mostra este especial aqui, no site do clube.

BOCA
bocajuniors.com.ar

Continuar lendo “Caixa postal: La Bombonera”

No meio do maior #barraco da história tricolor, começa a pré-venda da terceira camisa do São Paulo.

Finalmente, parceiros da Fifa que são gigantes em suas áreas, como a Coca-Cola e a Visa, acordaram e fizeram pressão por reformas na gestão do futebol mundial. Do jeito que está, não dá para ficar. E isso deveria valer pra um clube que virou um barril de pólvora como o São Paulo. Empresas que investem seu dinheiro no tricolor não devem gostar nem um pouco de ver o nome do clube em notícias que estão quase saindo das páginas esportivas para as policiais. Quase todo dia, surge uma notícia negativa pro clube do Morumbi.

Num momento em que os holofotes deveriam estar nos últimos jogos do capitão Rogério Ceni com a camisa 01 do São Paulo, o foco são as brigas internas (não mais restritas ao velho jogo da situação vs oposição), a dança das cadeiras na diretoria, o toma-lá-dá-cá de cargos, negócios questionados e a troca de técnico na reta final do Brasileirão e às vésperas de um complicadíssimo clássico San-São na semifinal da Copa do Brasil.

A saída de Juan Carlos Osorio pro México representa o fim de um dos poucos pontos elogiados pela crônica esportiva na atual gestão tricolor. Um técnico de ideias novas (no futebol do Brasil), muitas delas polêmicas (como o rodízio de jogadores), que teve a coragem de assumir que barrou a volta do ídolo Lugano. Osorio não tinha o apoio de Carlos Miguel Aidar, que antes também não apoiava Muricy. Aliás, será mesmo que Carlos Miguel Aidar realmente gosta de futebol ou só gosta do poder?

Nem parece, mas faltam de 9 a no máximo 13 jogos oficiais para a despedida do goleiro-artilheiro, o maior ídolo da história recente do São Paulo. Não se ouve falar de nenhuma ação para lotar o Morumbi nessa despedida anunciada. Por enquanto, a única homenagem parte do lançamento pela Under Armour de uma rara camisa 3, bordô para os jogadores de linha e grafite para o arqueiro tricolor. A estreia é no jogo do dia 18, contra o Vasco, no Morumbi, 16h. Este terceiro uniforme será usado em mais algumas partidas este ano e no começo de 2016. Confira.
IMG_20151007_231950 Continuar lendo “No meio do maior #barraco da história tricolor, começa a pré-venda da terceira camisa do São Paulo.”

Câmera 360º

Terceira camisa do Barça para 2015-16.
Terceira camisa do Barça para 2015-16.

Começa hoje a fase de grupos da Champions. O campeão Barça estreia amanhã, visitando a Roma, vice italiana, no Stadio Olimpico. No último encontro entre os dois, o Barça ganhou por 3 a 0, no seu troféu Joan Gamper, no Camp Nou. Veja os gols e alguns lances nesta câmera 360 graus, atrás de uma das metas. Você pode operar a câmera navegando pelo cursor no desktop ou se estiver no celular, deslizando o dedo pela tela.

Em Roma, o Barça estreia seu terceiro uniforme, que deve ser usado em muitas partidas fora de casa. Azul claro, com um selinho com as cores da senyera na manga direita, padrão de nomes e números em homenagem a uma das maiores obras de Gaudí, La Pedrera, e meias pretas.Ho15_Club_Kits_3rd_Jersey_PR_Full_Body_Barcelona_R_square_600

Continuar lendo “Câmera 360º”

A janela fechou

Que Manchester United, o quê? Nos últimos dias de janela aberta na Europa, o holandês Robben – um dos melhores do Mundial 2014, se não o melhor – vestiu a camisa do Sport Club do Recife.

Claro, foi só uma ação para o lançamento da nova terceira camisa do Sport, com as cores da monarquia holandesa, a dinastia Orange-Nassau, que teve grande influência na colonização de Recife.

Robben vai continuar voando pelo poderoso Bayern de Munique.

Mas fica o gostinho, né? Já pensou se o futebol brasileiro fosse capaz não só de segurar algumas de suas grandes estrelas, como de atrair os craques do futebol mundial, no auge?

Num exercício de imaginação, cada torcedor poderia sonhar com a contratação de um – e só um – craque estrangeiro pro seu time.

Não vale Messi nem Cristiano Ronaldo. Vamos deixar de barato que Messi voltaria pro Newell’s e CR7 para o Sporting Clube de Portugal ou Nacional da Ilha da Madeira.

Qual seria o “jogador do torcedor”, hein?

Eu começo, na parte de comentários deste post.

Continuar lendo “A janela fechou”