Uma tarde na Arena Barueri

Sessão da tarde desta quinta-feira: visita à Arena Barueri, confortável estádio na cidade da Grande São Paulo onde o tricolor paulista mandará alguns jogos enquanto o Morumbi é alugado para alguns shows (Metallica, Beyoncé, Coldplay). O São Paulo goleou o Paulista de Jundiaí por 3 a 0, em tarde muito feliz de Dagoberto.

Placar do 1º tempo: 1x0

Jogando aberto pela esquerda, fez dois gols (o primeiro, uma pintura, numa jogada individivual) e sofreu a falta que originou o segundo cartão vermelho do Galo da Japi e o terceiro gol do tricolor (André Dias tocou pro gol vazio). Estou impressionado com o abismo técnico entre os grandes e os times do interior no Paulistão 2010. Ontem o Santos não teve muitas dificuldades para fazer 5 a 0 no Grêmio Barueri, aquele que agora joga em Prudente – em noite inspirada de Neymar. Desse jeito, o campeonato estadual não prepara para Libertadores, Copa do Brasil ou Brasileirão.  É muito fraco o nível técnico da maioria dos times do interior, infelizmente.

Mas o assunto desse post é a Arena Barueri. Para jogo de uma torcida só, me pareceu um estádio adequado. Ótima visão do campo, torcedor bem perto do gramado, no estilo arena que a Fifa prefere. Estacionamentos oficiais: coberto (50 reais) e descoberto (30 reais). Talvez falte uma comunicação visual melhor dos vários setores. Uma curiosidade é que atrás de um dos gols, a prefeitura faz obras de ampliação do estádio. Alguns moradores conseguem ver parte dos jogos, de cima de lajes! Já que é um estádio público, seria legal se alguns setores tivessem preços realmente populares, simbólicos mesmos, em jogos como essas “matinês” que dificilmente vão lotar a Arena.

Para clássicos, não sei, não. Teria que ser tudo muito bem planejado pelas autoridades, federação e clubes.

Acesso pela rodovia Castelo Branco (pedágio a R$ 2,80, cobrados na ida e na volta). Vá até Jandira e retorne no sentido Barueri ou São Paulo, há placas que indicam a Arena.

Placar final. São Paulo 3x0 Paulista

Voltando ao São Paulo, na maior parte do jogo usou três zagueiros… Ao lado de André Dias e Miranda, o novato no tricolor Xandão mostrou boa técnica e com raça e uma outra subida ao ataque começou a conquistar a torcida. Teve algumas falhas, mas lá atrás estava Rogério Ceni, esbanjando categoria. Dagoberto jogou bem aberto pela ponta, como já disse, fez grande partida e não ficou caindou ou reclamando demais. Faltou alguém caindo mais pela direita, o que Jean só fez com mais frequência no segundo tempo, já com vantagem no placar e numérica. Hernanes pareceu um pouco ansioso pra fazer um gol – perdeu algumas claras chances, juntamente com Washington. Richarlyson, que teve seu nome gritado por parte da torcida antes do apito inicial, fez partida muito boa, tanto no meio, no apoio e na defesa, quando Ricardo Gomes poupou Miranda, ficando com 2 zagueiros de ofício apenas. Mas há que se dar um grande desconto nessas boas atuações. O adversário era muito fraco. Uma pena para a tradição do Galo da Japi e para quem curte os centenários campeonatos estaduais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.