Internazionale 2014-15

https://www.facebook.com/InterOfficialPage?fref=photo
https://www.facebook.com/InterOfficialPage?fref=photo

Com este estiloso uniforme “risca de giz”, mais nero do que azzurro, a Internazionale de Milão entra na disputa da Liga Europa (Uefa Europa League), liga e Coppa italianas. A camisa 4 foi “aposentada” assim que Javier Zanetti pendurou as chuteiras, mas o time ainda tem um bocado de argentinos – especialmente no ataque.

  • >IN>: Dodô (ex-Roma), Nemanja Vidic (ex-Man United), Berni (goleiro,ex-Torino), Gary Medel (Chile, ex-Cardiff), Yan M´villa (Rubin Kazan), Pablo Osvaldo (atacante da Azzurra nascido na Argentina; foi emprestado pelo Southampton à Inter). Voltam de empréstimo: Mbaye, Obi e o goleiro Belek.
  • <OUT<: Zanneti e Chivu se aposentaram, Samuel foi para o Basel, Diego Milito (pro Racing de Avellaneda), Cambiasso foi pro Leicester City, Walter Samuel para o Basel..
  • Estrelas da companhia: Hernanes, o Profeta (ex-São Paulo e Lazio), Campagnaro e Rodrigo Palacio (vice-campeões do mundo), Icardi. Handanovic.
  • Técnico: Walter Mazzari
  • Estádio: por enquanto, a Inter joga no Giuseppe Meazza/San Siro (capacidade para 80.0074 espectadores), mas o novo dono do clube, Erick Thohir -empresário da Indonésia – já anunciou a a intenção de construir um estádio interista.

    https://www.facebook.com/InterOfficialPage
    https://www.facebook.com/InterOfficialPage
  • Em 2013-14, a média de público da Inter em casa foi de 46.246 interistas/jogo – no ranking da Pluri, a 19ª melhor média do mundo. Ocupação: 58% das cadeiras do Giuseppe Meazza.

image

  • Uniformes: confira as galerias de imagens da “maglia” 1…


e também da “maglia” 2 da Inter, com um desenho que lembra a cruz de São Jorge, do brasão de Milão.
Continuar lendo “Internazionale 2014-15”

Os primeiros uniformes do Bayern de Munique

Publicado em agosto de 2013

A primeira camisa do Bayern de Munique, fundado em 27/02/1900, era azul celeste! Cor do clube de ginástica Münchner TurnVerein 1879, de onde vieram os jogadores que fundaram o Bayern. Está no livro “A História das Camisas dos 10 Maiores Times da Europa”, de Maurício Rito e Rodolfo Rodrigues, lançado pela Panda Books.

Dois anos depois da fundação, o FCB adotou o branco. O vermelho veio em 1906, com a fusão com o Münchner Sport Club. Entre 1909 e 1912, o Bayern usou listras azuis e vermelhas –  imagens das ilustrações abaixo, feita por Mauricio Rito, no capítulo do Bayern do livro.

Bayern 1902 ~ 1911
Camisas do Bayern entre 1902 ~ 1911, segundo o livro “A História das Camisas dos 10 Maiores Times da Europa” (PandaBooks.com.br)

É todo assim o livro, que mostra: no final dos anos 30, o Bayern, então presidido e treinado por judeus, foi obrigado a usar o símbolo do partido nazista entre 1938 e 45. O capítulo do gigante vermelho da Baviera tem até os uniformes usados na temporada 2013-2014 da Bundesliga, o começo da nova era Guardiola, com Bayern x Borussia Mönchengladbach, na Allianz Arena – aliás, como o início da temporada 2011-12Continuar lendo “Os primeiros uniformes do Bayern de Munique”

A ‘amarelinha’ do Arsenal

http://www.arsenal.com/
http://www.arsenal.com/

Hoje o Arsenal apresentou o seu uniforme nº2. Ou melhor, reapresentou. Já que volta e meia o amarelo é adotado no away kit dos gunners da zona norte de Londres. Como explica o novo livro de Rodolfo Rodrigues e Maurício Rito, o Arsenal usou amarelo na final da Copa da Inglaterra (FA Cup) de 1950 e se deu bem: 2×0 sobre o Liverpool, que jogou de vermelho.

A jovem guarda dos gunners, como Walcott e Wilshere, participou do lançamento, diante de um banner gigante no belo Emirates Stadium. Por enquanto, o kit #2 do Arsenal está em pré-venda na loja virtual do clube.
Continuar lendo “A ‘amarelinha’ do Arsenal”

Livro conta a história das camisas de alguns dos maiores times da Europa

Publicado em julho de 2013

Historia_camisas_europa_300_CMYK
Você sabia que durante a Segunda Guerra, o Bayern de Munique (que tinha presidente e técnico judeus) foi obrigado a usar o escudo do Partido Nacional Socialista, dos nazistas?
Por que o FCB do distintivo do Barça virou CFB entre 1939 e 1974?
Em que período da vida política italiana a Internazionale de Milão virou Ambrosiana e usou uma camisa branca com a cruz vermelha símbolo da cidade, depois relançada em 2007?
Você sabia que o durante o período fascista na Itália, o Milan (nome da cidade de Milão em inglês, em homenagem aos fundadores do clube) foi obrigado a “italianizar” o nome, para Milano, e teve que ostentar um distintivo fascista em amistosos internacionais?
E que o Corinthian inglês (que inspirou nome e camisa do Corinthians Paulista) também influenciou a escolha da camisa, branca, do Real Madrid, em 1902?
E que o Arsenal, fundado em 1886, só começou a usar o tradicional uniforme vermelho com as mangas brancas em 1933?
Quando o Manchester United adotou seu uniforme vermelho?
Quais eram as cores do Liverpool, quando foi fundado, em 1892?
Que clube inglês influenciou o uniforme “bianconero” da Juve, depois que a Vecchia Signora usou uma ‘malha rosa’, em seus primeiros passos?
“Blue is the colour, football is the game”. Mas em que ano o Chelsea, fundado em 1905, adotou o azul-royal?
Tudo isso está no livraço “A História das Camisas dos 10 Maiores Times da Europa” (Panda Books), de Mauricio Rito e Rodolfo Rodrigues, que acaba de chegar às livrarias.
Cada mudança importante no “manto” dos clubes citados, desde o ano de suas fundações, é mostrada pelas ilustrações de Mauricio Rito e pesquisa de Rodolfo Rodrigues, no padrão de lançamentos anteriores da Panda, como “A História das Camisas dos 12 Maiores Times do Brasil” e “A História das Camisas de Todos os Jogos das Copas do Mundo”. Mais de 1.400 camisas foram reproduzidas – já tem os uniformes da temporada 2013/2014, como as cores da ‘senyera’ no uniforme 2 do Barça. Detalhes como mudanças de escudo, de fornecedores de material esportivo e patrocinadores não são esquecidos. Há ainda um capítulo especial sobre as decisões da Copa/Liga dos Campeões, desde 1956 – com o desenho dos uniformes usados pelos finalistas, claro!

Veja o flyer da noite de autógrafos dentro do post.
Continuar lendo “Livro conta a história das camisas de alguns dos maiores times da Europa”