25 anos de casa

11143251_10153569653224420_5002718638301754064_n
O São Paulo publicou um anúncio de página inteira, com uma versão um pouco maior da arte acima, no jornal Lance! em homenagem aos 25 anos de Rogério Ceni no clube do Morumbi. O site e as redes sociais do tricolor paulista publicaram um Top 25 dos jogos mais importantes de Ceni, num trabalho de Michael Serra, do arquivo histórico do São Paulo FC, que também preparou um e-book.

Na imprensa internacional, destaque para esta publicação no site do diário esportivo madrilenho “Marca. Continuar lendo “25 anos de casa”

A hora da despedida


Que festa emocionante o Liverpool e a fanática torcida dos Reds fizeram na despedida do capitão Steven Gerrard de Anfield. O camisa 8, que vai fazer 35 anos no final do mês, disputou ontem seu último jogo com a camisa vermelha no estádio do Liverpool. Assim que terminar a Premier League, Gerrard vai jogar pelo Los Angeles Galaxy, da Major League Soccer.

Na semana passada, até o Mourinho e a torcida do Chelsea aplaudiram a saída do jogador, no último clássico de SG8. Tá certo que o Gerrard ficou desconfiado, reclamou que no restante da partida a torcida azul pegou no pé dele. É do jogo.

https://www.facebook.com/BrasilLFC?fref=photo
https://www.facebook.com/BrasilLFC?fref=photo

Continuar lendo “A hora da despedida”

Um poster reúne os ídolos de 85 anos de história do São Paulo.

http://pennarellodesign.com/
http://pennarellodesign.com/

Poster em homenagem ao São Paulo Futebol Clube,  num belo trabalho do designer James Campbell Taylor, da Pennarello Design. Imagens de ídolos da história do tricolor, desde o São Paulo da Floresta, fundado em 25 de janeiro de 1930, formam o mapa estilizado do estado de São Paulo (comum nas calçadas da capital).

São reverenciados no poster grandes nomes como Friedenreich, Leônidas, Zizinho, Gerson, Pablo Forlán, Pedro Rocha, Chicão, Waldir Peres, Dario Pereyra, Careca, Müller, Silas, Raí, Zetti, Kaká e, claro, Rogério Ceni. Ainda bem que de ídolos a história do São Paulo está cheia, porque os cartolas, ultimamente, dão vergonha!

O poster do São Paulo pode ser comprado neste link aqui, no site da Pennarello. O designer James Campbell Taylor é  inglês de Nottingham, viveu na Itália e hoje mora em Nova York. É fanático por futebol, sua história e coleciona uniformes “vintage” de clubes e seleções. Mantém um site muito bacana, o Shirt Tales, em que não só mostra as peças de sua coleção, como aos poucos vai acrescentando textos que contextualizam a história dos times e jogadores que vestiram os #mantos clássicos. James Taylor fez duas séries de ilustrações que já recomendamos aqui no blog: cartazes alternativos para todas as Copas e a série Long Play Football Club, onde imaginou capas super estilosas para discos imaginários de craques dos gramados.   Vale a pena conferir. Continuar lendo “Um poster reúne os ídolos de 85 anos de história do São Paulo.”

Kaká. Até logo?

FOTO: Rubens Chiri / saopaulofc.net
FOTO: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Ele não foi o melhor do Brasileirão 2014, talvez não tenha sido nem o do São Paulo no campeonato, mas ninguém duvida que o time do aniversariante do domingo, Muricy Ramalho, foi um antes de Kaká e outro depois da estreia do camisa 8. Como Ganso e Pato (pelo menos até as contusões) melhoraram! Faltou fôlego ao tricolor para chegar mais perto do Cruzeiro, campeão na antepenúltima rodada, mas o time do Morumbi garantiu o vice e uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores, obsessão tricolor (sorteio dos grupos nesta terça-feira). Só que Kaká não estará mais. Depois da partida contra o Sport na Arena Pernambuco, na última rodada, o ex-Milan e Real Madrid vai jogar no Orlando City. A segunda despedida do Morumbi foi bem mais emocionante do que a primeira, em 2003, quando tomou o rumo do Milan, numa época que alguns coxinhas vaiavam o craque revelado no Morumbi. Minoria!

A festa “volta logo, Kaká” só não foi completa porque outro ídolo da casa, de contrato renovado, pisou feio na bola, e deu o gol de empate ao Mazola, do Figueirense – que aliás poderia ter vencido a partida. Ê Rogério!

Por falar no capitão eterno do São Paulo, confesso que fiquei surpreso com a festança que a torcida fez, antes do jogo deste domingo, na praça Roberto Gomes Pedrosa (aliás, nome de um ex-goleiro tricolor), para receber o time e celebrar o fico de Rogério. Olha que 4 dias depois de uma eliminação de Copa Sul-Americana, hein?

Continuar lendo “Kaká. Até logo?”

O dia do fico

Tem um comercial de um fabricante de relógios que começa com uma atleta correndo e a narração. “Na teoria, você corre com as suas pernas”.
O plano seguinte é aberto, percebemos que ela usa próteses para correr, é uma paratleta. 
O narrador continua: “na teoria, você toca guitarra com os dedos”.
E a tela mostra Jimi Hendrix, o pai da matéria (né, Osmar?), mandando ver uma autêntica #fellatio nos lábios, digo, nas cordas de sua imortal Fender Stratocaster (veja aqui o comercial “Don’t Crack Under Pressure”).

Se o comercial tivesse sido feito aqui no Brasil, quem sabe se bolado pelo Rui Branquinho ou outro publicitário tricolor, bem que poderia continuar: “na teoria, o goleiro joga com as mãos”. E mostrar Rogério Ceni anotando um golaço de falta e/ou jogando com os pés, como um líbero.

O goleiro que joga tão (ou mais) com os pés quanto com as mãos (e olha que também ‘cata’ muito, como tem provado nesta temporada, aos 41 anos!) disse hoje ao povo que fica.

Menos de 48 horas depois da queda na semifinal da Copa Sul-Americana, numa bizarra decisão por pênaltis, em pleno Morumbi, diante do bom time do Atlético Nacional, da Colômbia, que decidirá a taça com o River Plate, Rogério renovou com o São Paulo até agosto de 2015.

Objetivo: aquele brilhante objeto do desejo dele, meu, seu… e vamos falar sério? De todo torcedor do Brasil e da América do Sul. La Copa Libertadores!

FONTE: http://saopaulofc.net/
FONTE: http://saopaulofc.net/

Contrato do líder renovado, o desafio do técnico Muricy e da diretoria do tricolor é reforçar o elenco – que em 2014 desperdiçou pontos quando não deveria e em 2015 não terá mais Kaká – para não repetir a sôfrega campanha da Libertadores 2013, quando quase foi eliminado na fase de grupos e deu azar de cair no mata-mata de novo com o Galo forte e vingador de Cuca, que seria o campeão.
Isso, pra avançar na copa… porque pra ganhar, vai ter que se reforçar muito bem e recuperar aquele espírito de 1992, 93 e 2005.

O goleiro-artilheiro tido como ‘fominha’ já mostrou que pode ser generoso, ao passar a faixa de capitão para outros jogadores… ao assumir a paternidade do Henrique, o filho fora do casamento…  Dito isso tudo, posso mandar um pedido pro Rogério: deixa o Denis jogar o Campeonato Paulista, vai! Continuar lendo “O dia do fico”

São Paulo 2014: o Kaká voltou!

São Paulo 2014: o Kaká voltou!

Atualizado em agosto de 2014.

Onze anos depois de trocar o São Paulo pelo Milan, onze anos mais “experiente”, Kaká volta a vestir a camisa 8 do São Paulo, na partida deste domingo contra o Goiás, no Serra Dourada, em Goiânia. A reestreia no Morumbi está prevista para o sábado que vem, às 18h30, contra o Criciúma ficou para o jogo contra o Vitória, domingo dos pais, 18h30.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • >IN>: Kaká (do Milan, via Orlando City), Alan Kardec (ex-Palmeiras e Benfica), Rafael Tolói (de volta do empréstimo da Roma), Michel Bastos (ex-Atlético Paranaense, Grêmio, Figueirense, Lyon… )
  • <OUT<: Douglas (Barça), Pabón, João Schmidt,João Felipe, Lucas Evangelista
  • Estrelas da Companhia: Rogério Ceni (último semestre do goleiro-artilheiro), Álvaro Pereira (o único jogador do São Paulo na última Copa, com a camisa da Cesleste),  Paulo Henrique Ganso, Osvaldo, Luís Fabiano e Alexandre Pato.
  • Jovens: Rodrigo Caio (sofreu ruptura do ligamento no empate contra o Criciúma, só deve voltar em 2015); Ademílson, Auro.
  • Técnico: Muricy Ramalho
  • Estádio: Morumbi (68 mil lugares)Jpeg
  • Uniformes: apresentados pela Penalty há alguns meses. A Semp – patrocinadora master – não renovou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo “São Paulo 2014: o Kaká voltou!”

Jogo 1.117 de Rogério Ceni pelo São Paulo FC

Atualizado em 24 de novembro, às 23h30

O goleiro-artilheiro Rogério Ceni entrou em campo para sua partida número 1.117 com a camisa do São Paulo, no Morumbi, no empate contra o Botafogo (1×1). Bateu o recorde de jogos de Pelé com a camisa do Santos. Goste-se ou não de Rogério, não dá para negar: é um feito e tanto. Como seus 113 gols.

Foto: Luciano Dias
Foto: Luciano Dias

A foto acima mostra as luvas comemorativas do jogo 1.000 de RC ( x Atlético Mineiro, @ Morumbi, Brasileirão 2011), autografadas, orgulho da coleção do torcedor tricolor Luciano Dias.

Hoje ele jogou com a 10.  FOTO Rubens Chiri | http://www.saopaulofc.net/
Hoje ele jogou com a 10.
FOTO Rubens Chiri | http://www.saopaulofc.net/

DSC03330

O Departamento de Comunicação do São Paulo preparou o e-book #M1T01117 – com pesquisa do historiador Michael Serra e produção gráfica da Publishouse. Clique aqui para fazer o download ou aqui para ler.

Dentro do post, uma reprodução do ingresso da milésima partida de Ceni, em 2011. A de hoje pode ser a última de Brasileirão no Morumbi de Rogério, que ainda não anunciou se pendura essa luvas (e a chuteira artilheira) ou renova.  Continuar lendo “Jogo 1.117 de Rogério Ceni pelo São Paulo FC”