Novo visual do Atlético de Madrid

Novo visual do Atlético de Madrid

Publicado em primeiro de julho e atualizado em 17/07/2017

O novo escudo do Atleti

Mudança de foto de perfil no Atlético de Madrid. No começo de julho, o Atleti adotou de vez nas redes sociais o novo escudo, que quando anunciado, em dezembro de 2016, não foi recebido exatamente com flores pelos torcedores rojiblancos. Imagina o que os torcedores vão falar da nova camisa que está circulando por aí (inclusive já está à venda em loja brasileira, desde meados de julho).

É… é aquela mesma que vazou nos sites especializados… já à venda no Brasil. FOTO instagram.com/futpopclube/

Além de arredondar os cantos do distintivo, o novo visual diminui o número de cores. Agora,fora as listras vermelhas e brancas, só tem o azul. Até o urso e a árvore viram azuis. Também teve uma inversão na posição do urso. Confira a evolução histórica do escudo atlético, desde 1903.
Continuar lendo “Novo visual do Atlético de Madrid”

O visual do novo estádio do Atlético de Madrid

O visual do novo estádio do Atlético de Madrid

O Atleti divulgou um vídeo com detalhes das cadeiras do seu novo estádio, Wanda Metropolitano. Elas são vermelhas e já estão sendo instaladas. O nome do clube e o ano de fundação, 1903, aparecerão com destaque no setor leste – quando essas cadeiras não estiverem todas lotadas.

Continuar lendo “O visual do novo estádio do Atlético de Madrid”

Últimos lugares: só faltam 4 jogos do Atleti por La Liga no estádio Vicente Calderón.

Últimos lugares: só faltam 4 jogos do Atleti por La Liga no estádio Vicente Calderón.

O site oficial do Atlético de Madrid avisou, nesta primeira semana de abril: faltam só quatro jogos de La Liga no estádio Vicente Calderón, que vai pro chão quando os rojiblancos enfim mudarem para o Wanda Metropolitano.

Fiesta rojiblanca

Pelas quartas de final da Champions, o Atleti recebe o Leicester no Calderón, na quarta-feira. E em caso de classificação para as semifinais, é claro que voltará a jogar em sua casa.

Adios, Calderón.

E assim, restam pouquíssimos ingressos para este cinco jogos oficiais do Atlético confirmados na temporada de despedida do cinquentão estádio del Manzanares – a final da Copa do Rei será mais uma vez no Calderón: Barcelona e Deportivo Alavés decidem a taça em 27 de maio.

No sábado, dia 8, faltavam umas quinhentas entradas, de acordo com uma rápida pesquisa no site do Atlético.

Duzentas e cinquenta e sete para as quartas da Champions, contra o Leicester, de 70 a 650 euros.

Para a partida contra o Osasuna, no sábado, 15 de abril, 66 ingressos, de 40 a 400 euros.

Para o jogo contra o Villarreal, na terça, 25 de abril, 75 entradas, de 40 a 450.

Contra o Eibar, na antepenúltima rodada, apenas 44 bilhetes, o mais barato a 200 euros.

E para a última partida de La Liga no Calderón, na rodada 38, fim de semana de 20 e 21 de maio, por coincidência ou não entre Club Atlético de Madrid e Athletic Club, de Bilbao (clube também rojiblanco que inspirou a fundação dos colchoneros, em 1903), restam na hora da pesquisa para este post 96 entradas, de 250 à bagatela de 750 euros.

Continuar lendo “Últimos lugares: só faltam 4 jogos do Atleti por La Liga no estádio Vicente Calderón.”

Perfil dos sócios do Atlético de Madrid

Perfil dos sócios do Atlético de Madrid
facebook.com/AtleticodeMadrid/
facebook.com/AtleticodeMadrid/

O Atlético de Madrid comemorou, neste 23 de fevereiro de 2017, o número de 100.000 sócios. Catorze mil a mais do que na temporada passada.

Quarenta e oito mil atléticos têm abono, ou seja, o carnê para ver todas as partidas da atual temporada, 2016-17. Quarenta mil rojiblancos já garantiram esse tipo de abono para o novo estádio Wanda Metropolitano, para onde o Atleti deve mudar ainda este ano.

E onde estão os sócios colchoneros39% moram na cidade de Madri; 35% na Comunidade de Madri; 24% nas demais regiões da espanholas e 2% fora da Espanha. Há sócios espalhados por 74 países! Continuar lendo “Perfil dos sócios do Atlético de Madrid”

Atlético de Madrid: estádio e escudo novos em 2017.

Atlético de Madrid: estádio e escudo novos em 2017.


Esta sexta-feira de dezembro de 2016 foi cheia de novidades para os torcedores e simpatizantes do Atlético de Madrid. O clube revelou o nome do novo estádio rojiblanco. E não, não é o do ídolo atlético Luís Aragonés, como muitos torciam ou poderiam esperar. A nova casa do Atleti vai se chamar estadio Wanda Metropolitano.

atleticodemadrid.com
atleticodemadrid.com

Se o nome do patrocinador ficou estranho, a outra parte não deixa de ser uma bela homenagem à história do clube hoje de Manzanares. Wanda é o nome do grupo liderado pelo empresário chinês Wang Jianlin, hoje dono de um quinto das ações atléticas. Metropolitano era o nome do estádio que o Atlético deixou de usar em 1966, quando mudou para o Vicente Calderón. Sabe o que restou do (antigo) Metropolitano em Madri? O jornalista Andres Cabrera mostrou neste curioso vídeo aqui que sobrou apenas um escudo -virtual- do Atlético no mapa das ruas da capital espanhola.  

O novo escudo do Atlético de Madrid - Imagem em baixa
O novo escudo do Atlético de Madrid – imagem em baixa

Bem, o escudo usado até agora pelos colchoneros. Porque hoje o clube anunciou uma modificação do distintivo, que será implantada definitivamente em 2017, ano da mudança de casa, do Calderón, em Manzanares, para o estádio Wanda Metropolitano, até agora conhecido como La Peineta. O logo ficou mais arredondado, o urso símbolo de Madri ficou maior, o azul do uniforme original do Atlético ressaltado. Um trabalho do estúdio Vasava. Veja no vídeo abaixo a evolução dos escudinhos do Atlético – para justificar a mudança, a peça também mostra a evolução dos distintivos de Arsenal, Bayern, Juve e PSG. Vale ver até o fim.

Continuar lendo “Atlético de Madrid: estádio e escudo novos em 2017.”

O Atleti, uma década e meia depois do ‘inferno’.

O Atlético de Madrid comemorou neste 28 de junho de 2016 a marca de 87 mil sócios! Ainda há 5 mil interessados nos carnês para última temporada no estádio Vicente Calderón.

— Atlético de Madrid (@Atleti) 28 de junho de 2016

É, é verdade. O vice-campeão europeu vai mesmo mudar de estádio na temporada 2017-18. Os trabalhos estão adiantados.

Mas há quinze anos, os tempos eram de vacas magras…

Este post foi inspirado pelo leitor e parceiro do blog Clayton Fagundes Cardoso, que comanda com o Pedro Tattoo o canal Casual Football e também fala de música no I Wanna Rock.

O Atlético de Madrid, que nos últimos dois anos chegou a duas finalíssimas de Champions League, viveu num “inferno” não faz tanto tempo assim, na virada do milênio. O “inferno” da segunda divisão. Há quinze anos, os colchoneros, torcedores do Atlético de Madrid, lamentavam uma temporada em que a luta para voltar à primeira divisão bateu na trave.

Retrô: réplica do primeiro uniforme do Atlético de Madrid, que era sim azul e branco, como o Athletic Club, de Bilbao, que inspirou a criação do clube madrilenho.
Retrô: réplica do primeiro uniforme do Atlético de Madrid, que era sim azul e branco, como o Athletic Club, de Bilbao, que inspirou a criação do clube madrilenho.

No meio de uma crise política e financeira, dentro de campo o Atleti tinha sido rebaixado pra segundona espanhola na temporada 1999-2000. Pra surpresa de todos, o Atleti não conseguiu subir ao fim da Liga Adelante 2000-2001. Teve o artilheiro da segundona, Salva (20 gols), já tinha um (muito) jovem Fernando Torres. Mas ficou em quarto lugar. Mesmo número de pontos do Tenerife, perdendo no gol average (junto com os canários subiram Sevilla -campeão- e Betis).

Quem poderia imaginar? Um grande do futebol cair e não voltar na temporada seguinte!  Na Espanha, isso aconteceu com o Atlético de Madrid. Dá para imaginar as gozações dos madridistas, não?

Mas quer saber? Caiu? Levanta, sacode a poeira e dá a volta a por cima.

E foi o que o Atlético de Madrid fez. Uma vez mais com o mestre Luis Aragonés no comando, os atléticos finalmente conquistaram o título da segundona em 2001-02 e o bilhete de volta para a liga das estrelas.

Assim, o clube de Manzanares conseguiu comemorar na primeira divisão o seu centenário, em 2003. O melhor estava por vir. Continuar lendo “O Atleti, uma década e meia depois do ‘inferno’.”

A família #rojiblanca cresceu. Atlético de Madrid comemora 7 mil sócios a mais numa temporada.

A família #rojiblanca cresceu. Atlético de Madrid comemora 7 mil sócios a mais numa temporada.

fa15_fb_we_club_kits_pr_stadium_crest_h_atletico_madrid_r_square_600-1
Disputar título do campeonato espanhol. Fazer bonito nos últimos mata-mata da Champions. Jogar quase que de igual pra igual com o rival conterrâneo de Madrid e com o Barça. Isso faz diferença, claro, o orgulho rojiblanco voltou com tudo na era Simeone. Esta semana, o Atlético de Madrid passou de 85 mil sócios. Sete mil a mais que na temporada 2014-2015. Um crescimento de 9 por cento, segundo o clube.

Segundo o relatório Football Money League, da Deloitte, o Atlético teve a 15ª maior receita do futebol europeu na temporada passada: 187,1 milhões de euros. Está no grupo dos 15 maiores da Europa nas redes sociais (hoje, mais de 12 milhões de fãs no Facebook e de 2 milhões de seguidores no Twitter). Média de público na temporada 2014-15: 42.110 atleticanos/partida (77% da capacidade do Calderón). Fonte: Football Money League.

Continuar lendo “A família #rojiblanca cresceu. Atlético de Madrid comemora 7 mil sócios a mais numa temporada.”