Com que roupa

Saiu esta semana que o Brasil vai jogar a primeira fase da Copa sempre com a camisa canarinho – a amarelinha adorada por Zagallo. Mas só contra o México vai usar o calção azul. Contra a Croácia e Camarões, shorts brancos. Isso me lembro um lançamento de 2010 que ganhou uma reedição atualizada: “A História das Camisas de Todos os Jogos da Copa do Mundo” (Panda Books). Pesquisa de Paulo Gini e Rodolfo Rodrigues, com ilustrações de Maurício Rito.

Historia_das_camisas_copas_2ed_CMYK_300dpi
Continuar lendo “Com que roupa”

Canarinho básico

Alvinegros, colorados, coxas e tricolores da Bahia ganharam terceiros uniformes amarelos. A Nike, fabricante de materiais esportivos de Corinthians, Santos, Inter, Coritiba e Bahia está de olho no torcedor que vestir o canarinho da Seleção Brasileira neste ano de Copa, sem esquecer do time de coração.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Corinthians e Santos já estrearam suas #amarelinhas. O Coxa é no próximo jogo.
Continuar lendo “Canarinho básico”

Muralha verde e amarela

Muralha verde e amarela

1016582_403092136478818_558978974_n
E eu não me refiro exatamente à defesa brasileira…
muralha amarela DSC02537 (1)

Este slideshow necessita de JavaScript.


1013062_401700893284609_763310495_nNos últimos anos, a gente não costumava ver muitas camisas da seleção brasileira nas ruas, no dia a dia. Certamente em menor número do que as camisas dos clubes brasileiros.
Mas jogando Copa das Confederações em casa, foi curioso ver uma maré de amarelinhas nas ruas, avenidas e meios de transporte, como o Metrô do Rio, no domingo da final contra a Espanha.
E como o novo formato do Maracanã lembra o de uma tribuna única, do gramado ao ponto mais alto, a torcida brasileira deu a impressão de formar uma muralha amarela, verde e amarela. Muralha essa atrás do gol da rua Professor Eurico Rabelo que puxou o hino nacional no meio do segundo tempo. Isso, depois do hino normal, antes do jogo. Normal? Emocionante.muralha amarela DSC02542 (1)
Dentro do post, o batalhão de fotógrafos do mundo todo. Continuar lendo “Muralha verde e amarela”

Clássicos Futbox: Brasil x Itália

Brasil e Itália decidiram as Copas de 1970 e 1994. Nas duas ocasiões, a seleção Canarinho levou a melhor sobre a Azzurra. No ano do tetra, foi apertado, só nos pênaltis. Mas no tri, foi um chocolate: 4×1. Olha só a animação stop-motion feita pelo portal Futbox para o quarto gol, do capitão Carlos Alberto Torres.


Fonte: http://www.futbox.com/pt/animacoes

E que golaço do Futbox. O portal é uma enciclopédia ilustrada do futebol. Bate um bolão com ilustrações sobre a história dos clubes, dos dérbis (os grandes clássicos), dos principais troféus, do Brasileirão 2013 e da Copa das Confederações. A animação do gol do capita Carlos Alberto é uma da lista de gols históricos das Copas do Mundo, que podem ser conferidos neste link: http://www.futbox.com/pt/animacoes

Dentro do post, os créditos dessa animação. Dez,não?

Continuar lendo “Clássicos Futbox: Brasil x Itália”

Rolê por Sarrià com Wilmar Cabrera

DSC02057
Gullit? Quase! É o jornalista colombiano Wilmar Cabrera, autor do livro “Los Fantasmas de Sarrià Visten de Chandal”

O jornalista colombiano Wilmar Cabrera guiou o Rolê do Fut Pop Clube pelo quarteirão onde até 1997 estava o estádio que recebeu uma das maiores partidas da história das Copas. 5 de julho de 1982. O Sarrià, que pertencia ao Espanyol, de Barcelona, viu Brasil 2×3 Itália. O ex-boleiro vive há 5 anos em Barcelona, onde cursou um Master de Criação Literária na Universidade Pompeu Fabra. E seu livro “Los Fantasmas de Sarrià Visten de Chándal” (Editorial Milenio), tema do post anterior, mostra a qualidade do texto deste “futbolero” apaixonado pelo Millonarios, de seu país natal, simpatizante do Espanyol e do Europa, ambos de Barcelona – todos blanquiazules. E pela Squadra Azzurra.

Sarrià, 19/04/1988 http://www.facebook.com/photo.php?fbid=10151564454859834&set=pb.322865159833.-2207520000.1369353063.&type=3&theater
Sarrià, 19/04/1988. O Espanyol vence o Brugge na prorrogação na semifinais da Copa da Uefa (equivalente à Europa League de hoje). Nas finais, o RCDE perdeu do Bayer Leverkusen.
http://www.facebook.com/photo.php?fbid=10151564454859834&set=pb.322865159833.-2207520000.1369353063.&type=3&theater
DSC02051
Sarrià, *1923 + 1997

Wilmar Cabrera sabe de cor e salteado onde aconteceu cada um dos cinco gols daquele “partidazo” – pra ele, uma obra-prima. O jornalista colombiano – @WcGullit no Twitter – estudou praticamente cada “take” do vídeo daquele Brasil x Itália, que nós brasileiros chamamos de “tragédia do Sarriá” (grafia do nome do bairro em castelhano). Para os torcedores do Espanyol, tragédia do Sarrià (aí em catalão) certamente foi a demolição do estádio – bem no coração de Barcelona! – por causa das dívidas do clube. O estádio foi demolido… o terreno vendido para incorporadoras imobiliárias que construíram belos prédios (foto abaixo). O clube andou pelas montanhas de Montjuic (estádio olímpico de Barcelona) até a temporada 2008/09 e finalmente inaugurou uma nova e moderna arena, na cidade vizinha de Cornellà-El Prat (confira rolê do blog num dia de Espanyol x Valladolid, com direito aos torcedores “pericos” cantando uma adaptação de um grande sucesso de Gal Costa). Mas o RCDE continua endividado…

DSC02049
No lugar da emoção do futebol – e como teve emoção em 5/7/82 – um condomínio tranquilo.

Do velho estádio Sarrià, sobraram as imagens do You Tube e arquivos da Copa 82 na TV, as memórias de torcedores do Espanyol e de fissurados por bom futebol como Wilmar Cabrera, você e eu… e pouco mais. Uma placa no meio do jardim entre os edifícios residenciais…
DSC02052
Praças com os nomes do goleiro Zamora, ícone da história do Espanyol e de La Roja, a seleção espanhola… e do fundador do clube, Angel Rodríguez.
DSC02055

DSC02053

No bar inaugurado pouco antes do Mundial disputado na Espanha, já com o nome Sarriá 82, o gentil Basilio lembra com saudade da farra que os torcedores brasileiros fizeram antes da “tragédia”. Ele nunca viu tanta alegria antes… mas em compensação, depois do apito final… Pena que o bar Sarriá 82 não tenha uma flâmula, uma foto, um pedacinho de grama… Receio de provocar desavenças entre os torcedores dos rivais catalães.

DSC02056
Bar Sarriá 82, no bairro Sarrià

Foi no bar que o Fut Pop Clube bateu um agradável papo sobre 1982, o futebol de hoje e o jornalismo esportivo com Wilmar Cabrera, craque das letras. Mais fotos dentro do post.
Continuar lendo “Rolê por Sarrià com Wilmar Cabrera”

Tabela da Copa das Confederações 2013

Atualizado em 10 de fevereiro de 2013

A bola Cafusa vai rolar pela Copa das Confederações a partir de 15 de junho de 2013, em seis das 12 cidades-sedes do Mundial de 2014. O Brasil, agora treinado novamente por Luiz Felipe Scolari, com Parreira como coordenador, ficou no grupo difícil, com Itália, México e Japão. A campeã do mundo e bi da Europa, La Roja, pega a Celeste, o Taiti e a Nigéria, campeã africana. Confira a agenda (horários de Brasília).

  • Grupo A:
  1. Brasil x Japão – 15 de junho, 16h, no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.
  2. México x Itália – 16 de junho, 16h, no Maracanã, Rio de Janeiro.
  3. Brasil x México – 19 de junho, 16h, Castelão, em Fortaleza.
  4. Itália x Japão – 19 de junho, 19h, na Arena Pernambuco, no Recife.
  5. Itália x Brasil – 22 de junho, 16h, na Fonte Nova, em Salvador.
  6. Japão x México – 22 de junho, 16h, no Mineirão, em Belo Horizonte.
  • Grupo B:
  1. Espanha x Uruguai – 16 de junho, 19h, na Arena Pernambuco, no Recife
  2. Taiti x Nigéria – 17 de junho, 16h, no Mineirão, em Belo Horizonte
  3. Espanha x Taiti, 20 de junho, 16h, no Maracanã.
  4. Nigéria x Uruguai, 20 de junho, 19h, na Fonte Nova, em Salvador
  5. Nigéria x Espanha, 23 de junho, 16h no Castelão, em Fortaleza
  6. Uruguai x Taiti, 23 de junho, 16h, Arena Pernambuco, no Recife. Continuar lendo “Tabela da Copa das Confederações 2013”

Os convocados para o Superclássico das Américas

ATUALIZADO EM 17/09/2012

Nesta quarta-feira, 19 de setembro, Brasil e Argentina fazem a partida de ida do Superclássico das Américas, edição 2012, no Serra Dourada, em Goiânia (a volta será em 3 de outubro, em Resistência, na Argentina). Mano Menezes e Alejandro Sabella só puderam convocar jogadores que atuam nos dois países.

Podemos dizer que teremos então a seleção do Brasileirão contra a seleção do Torneio Inicial da Argentina?  Talvez. E como todas seleções e listas, há sempre questionamentos. Rhodolfo, Mano? Eis os convocados pelos dois treinadores (Sabella chamou também o palmeirense Barcos, o colorado Guiñazu, o corintiano Martínez e o cruzeirense Montillo). Continuar lendo “Os convocados para o Superclássico das Américas”