Nas bancas

Como vocês sabem, Luxemburgo caiu no Palmeiras. Muricy e Abel são os nomes mais cogitados. Curiosamente, um dia antes da demissão do treinador campeão paulista de 2008, saiu a edição de julho da revista Placar, que chegou às bancas paulistas com pergunta na capa: “Trio de Ferro?” e fotos de Muricy, Mano Menezes e Luxemburgo. A reportagem de Ricardo Perrone e Arnaldo Ribeiro convida o leitor a descobrir “por que nem os três melhores treinadores do país têm estabilidade de emprego”.

Na sua 4ª passagem pelo Palestra Itália, Luxemburgo venceu 60 partidas, empatou 25 e perdeu 25. Somando as quatro passagens – 93/94, 196, 2002 e 2008/09 – são 221 vitórias, 81 empates e 65 derrotas (aproveitamento de 67,5% – infos do Palmeiras.)

Foto Divulgação/VIPCOMM
Foto Divulgação/VIPCOMM

Pelos lados do Morumbi, em tarde fria e chuvosa, Ricardo Gomes estreou com vitória: 2×0 sobre o Náutico. Em Barueri, o Galo mineiro perdeu a invencibilidade -4×2 para o Barueri- mas segue na ponta. De olho na final da Copa do Brasil, o Corinthians perdeu na Arena da Baixada. Furacão 1×0. E de olho na semifinal da Libertadores, o Cruzeiro fez 1×0 no Avaí no Mineirão. Surpresa do sábado: a goleada do Goiás sobre o Bota, em pleno Engenhão: 4×1. Na série B, o Guarani permanece invicto e lidera. Completam o G4: Brasiliense, Atlético Goianiense (3 vitórias seguidas) e a grande rival do Bugre, a Ponte Preta – seguida de muito perto por Lusa e Vasco (6º lugar).

Para saber mais sobre as revistas de futebol, clique aqui.Ainda na Placar de julho, o imperador Adriano e o gladiador Kléber.

capa442O número 7 da edição brasileira da Four Four Two chegou há poucos dias às bancas. A capa destaca entrevista com Kaká, feita antes da venda para o Real. De defensiva, a 4-4-2 só tem o nome… adora uma polêmica, como o ranking dos 50 anos dos campeonatos nacionais  feito pelo Celso Unzelte (é de 59 a primeira Taça Brasil, faturada pelo Bahia).  Computando Taça Brasil e Robertão, o Santos lidera. Por outro lado, santistas não vão gostar muito do perfil do argentino Di Stéfano, ídolo do Real Madrid, feito por Simon Talbot,que defende a tese que que o “Flecha Dourada” jogou mais que Pelé – claro que Maradona não perde a chance de alfinetar o eterno 10 verde-amarelo.

capa.inddJá a ótima Trivela chegou ao número 40. A edição, que está nas bancas há um tempinho, traz reportagem de capa comparando as apostas corintianas e flamenguistas em Ronaldo e Adriano, respectivamente. E se é difícil pinçar alguma declaração mais apimentada de Kaká, entrevistado da 4-4-2, quase sempre politicamente corredo, o mesmo não se pode dizer de Grafite. Que no pingue-pongue para a Trivela disse preferir Paulo Autuori a Muricy como treinador. E revela seu descontentamento com o show que foi o caso Desábato.

Capa da revista "Invicto"
Capa da revista "Invicto"

Também gosto muito da revista bimestral Invicto, bem mais dfícil encontrar nas bancas. Uma pena.  No nº mais recente, Premier League, Gordon Banks, Amauri, escolinha de goleiros do Zetti etc.

Já a oitava edição da Fut!, do grupo Lance!, destaca o goleiro Júlio César, da Seleção e da Inter, tetra campeã italiana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.