Barça x Santos, 2 de agosto @ Camp Nou.

www.fcbarcelona.com
http://www.fcbarcelona.com

O que se passará na cabeça do torcedor do Santos, ao ver na TV a primeira partida de Neymar pelo novo clube? Tristeza, pela perda do ídolo? Orgulho por formar um grande craque? Conformismo, por saber que nenhum clube brasileiro consegue segurar sequer jogadores menos estelares? O certo é que pela primeira vez o santista vai torcer contra Neymar. Vale taça, mas é um torneio praticamente amistoso o Joan Gamper, que leva o nome do fundador do Barcelona. Dentro do post, o comercial do confronto, dica do Bate Bola da ESPN, que está no canal do Barça no You Tube. Continuar lendo “Barça x Santos, 2 de agosto @ Camp Nou.”

As novas camisas do Barça!

As novas camisas do Barça!

Os novos uniformes do campeão espanhol só tiveram menos destaque nos jornais esportivos catalães desta terça-feira que o noticiário sobre a possível venda de Neymar, cada vez mais quente. E a camisa nº 2 do Barça vai ter mesmo listas vermelhas e amarelas, cores da “senyera”, a bandeira da Cataluna, como o diário “Sport” revelou em setembro do ano passado (!) – agora é oficial. Confira detalhes das novas camisas divulgadas pelo clube na internet, começando pelo que é mais diferente, o uniforme nº 2. Vai vender como água!

Este slideshow necessita de JavaScript.

@FutPopClube
A camisa alternativa do Valencia – Acervo @FutPopClube

Os calções do uniforme 2 do Barça vão ser vermelhos com pequena faixa amarela do lado. E as meias, amarelas, com uma linha vermelha.
O atual uniforme 3 do Valencia tem essas cores (também na bandeira da Comunidade Valenciana) e faz sucesso com os torcedores.
Abaixo, detalhes da camisa titular blaugrana para a temporada 2013-14. Degradê, só nas mangas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

http://www.facebook.com/fcbarcelona
http://www.facebook.com/fcbarcelona

Barça, 22 vezes campeão da liga das estrelas

Primeiro escudo do Barcelona
Primeiro escudo do Barcelona

Alirón, alirón, el Barça és campeón!

DSC01953 (2)“Alirón” com 3 rodadas de antecipação na liga espanhola. O Espanyol deu uma ajudinha involuntária ao rival regional. Com o empate entre Espanyol e Real Madrid (1×1), o Barcelona agora de Tito Vilanova entra em campo neste domingo no Vicente Calderón já como campeão da temporada 2012/2013 da Liga BBVA. É o quarto título de liga do Barça em cinco anos; o sexto nos últimos 10. Devemos ter o “pasillo”, um corredor em que os jogadores campeões passam aplaudidos por um corredor dos atletas adversários, no caso, do Atlético de Madrid. E “alirón”, que diabos é isso? Um termo que veio de Bilbao, terra do Athletic, e sua origem não começa nos campos de futebol, mas nas minas. Quando os trabalhadores achavam mineral, gritavam “All iron, all iron”. Os trabalhadores locais adaptaram: “alirón, alirón”. E isso foi parar no futebol. Do País Basco (que recebeu muita influência da Inglaterra, a terra dos inventores do futebol) e de toda a Espanha (outra acepção diz que o “alirón” vem de um termo hispano-arábico, “al´ilan”, que quer dizer proclamação). Continuar lendo “Barça, 22 vezes campeão da liga das estrelas”

Craque, o Barcelona faz em casa

Esta foto acima é de uma instalações mais interessantes que o Rolê do FutPopClube encontrou no Museu do Barça, em 2010: torcedores das “penyas” barcelonistas do mundo todo cantam o hino do clube catalão. Demais! Na frente do telão, pequenas telas com imagens dos jogadores. Como se fosse uma plantação. Certamente, uma homenagem às “canteras”, as divisões de base do Barcelona, Na final do Mundial de Clubes 201, a aula de futebol nos 4×0 sobre o Santos, Guardiola mandou a campo inicialmente 9 (nove!) jogadores que de uma forma ou outra passaram pela base “blaugrana”: Valdés, Piqué, Puyol, Xavi, Busquets, Thiago Alcântara, Messi, Cesc Fàbregas e Iniesta. Outros dois “canteranos” entraram no decorrer da partida: Pedro e Fontás. O Flamengo que ganhou do Liverpool em 1981 tinha 7 jogadores da base: Leandro, Mozer, Júnior, Andrade, Adílio, Zico e Tita. Continuar lendo “Craque, o Barcelona faz em casa”

Uma seleção do mundo

Casillas, Julio Cesar, Maicon, Daniel Alves, Lahm, Puyol, Xavi, Xabi Alonso, Iniesta, Fabregas, Sneijder, Özil, Schweinsteiger, Cristiano Ronaldo, Diego Forlán, Robben, Messi, Klose, Thomas Müller, Drogba, Gyan, Eto´o e Villa Maravilla.
Uma seleção da última Copa do Mundo diz presente na pré-lista dos 23 que concorrem à Bola de Ouro 2010, agora oferecida em conjunto pela Fifa e France Football. Em 6 de dezembro, serão anunciados os 3 finalistas. E em 10 de janeiro, o grande vencedor. No feminino, pode dar Marta.
Só faltaram a musa Larissa Riquelme, a Jabulani e a Vuvuzela…

La Roja histórica! Espanha na final!

São Paulo, 7 de julho de 2010

Querido tio Pepe
Escrevo assim que acabou essa apertada semifinal de Copa do Mundo. E não é que a sua Espanha, com a base do seu FC Barcelona, da sua querida Catalunha, venceu uma jovem e poderosa Alemanha? Eurocampeã dois anos atrás, La Roja -ou a Fúria, como ainda chamamos aqui no Brasil- está numa final de Copa do Mundo pela primeira vez!
A parada era duríssima, contra uma Alemanha multicolorida – cheia de poloneses, descendentes de tunisianos, turcos, ganeses, até centroavante nascido em Santo André. Multicultural, como a França campeã do mundo em 1998.
Especialmente no segundo tempo, a Espanha conseguiu impor seu espetacular toque de bola… Impressionante como trocam passes perfeitos Xavi e Iniesta, nossos velhos conhecidos do meio de campo do Barcelona. Curioso: os números da camisetas se invertem. No Barça, Xavi é o 6; Iniesta, o 8. Na selección,  é o contrário.
Os madridistas Casillas, Sérgio Ramos (avançando à beça) e Xabi Alonso também jogaram muito bem.
Córner batido por Xavi. Puyol, defensor raçudo que é símbolo do Barcelona e da Catalunha, cabeceia livre pro gol. 1×0.
Pedro, jovem atacante do Barcelona, foi um pouco fominha, perdeu a chance de ampliar.
Acho que a Alemanha sentiu falta daquele camisa 13 bom de bola, não o Ballack, mas o jovem Thomas Müller. Vai ter que disputar o 3º lugar como em 2006, agora contra o Uruguai – espero que com a volta de Lugano e Suárez. Mas desde já esse jovem time da Alemanha é candidatíssimo a disputar o título em 2014, aqui no Brasil. Já imaginou uma final Brasil x Alemanha, no Maracanã?
E depois de tantas “finais antecipadas” (Alemanha x Inglaterra, Alemanha x Argentina, Brasil x Holanda, Alemanha x Espanha),  Holanda e Espanha farão a grande decisão. Xavi, Iniesta, Puyol, Piqué, Busquets, Pedro, Victor Valdés (a armada “blaugrana” na seleção espanhola, sem falar no artilheiro David Villa, recém-contratado pelo Barça) terão oportunidade de –além de conquistar o sonhado Mundial – dar uma vingadinha da derrota para a Internazionale do carrasco holandês Sneijder nas semifinais da Champions League. Desta vez, Sneijder não terá a companhia de Júlio, Lúcio, Milito, Eto´o, Mourinho etc. Mas de Robben, Kuyt, Van Persie, Van Bommel, Van Bronckhorst (momento José Simão: só falta o Van Halen! hahaha!). Que vontade de estar no Soccer City domingo!
Este Mundial 2010 na África do Sul, que ameaçou se tornar uma “Copa América”, virou quase uma “Euro 2010”. Chato não ter Brasil e/ou Argentina nas semifinais. Mas esta Copa – que levantou tantas dúvidas e críticas – até que foi bem legal, com muita emoção. Teremos um campeão inédito, que se juntará ao restrito clube dos donos de taças do mundo, frequentado por Brasil, Itália, Alemanha, Argentina, Uruguai, Inglaterra e França. E que venha 2014.

Grande abraço

João Ricardo Lima Continuar lendo “La Roja histórica! Espanha na final!”

Seis vezes Barcelona

Flâmula à venda na loja online do Barça
Flâmula à venda na loja online do Barça

Três a um vira, 6×2 acaba. Em pleno Santiago Bernabeu, o Barcelona – líder e virtual campeão espanhol – aplicou um chocolate histórico no Real Madrid, vice-líder. O Real saiu na frente com Higuain, de cabeça, aos 14 minutos. Aos 18´, Henry empatou. Dois minutos depois, Puyol,o capitão do Barça, virou.  Messi fez Barcelona 3×1 ainda no primeiro tempo. Sérgio Ramos ainda deu alguma esperança ao torcedor madridista:2×4. Mas logo Henry ampliou, em falha clamarosa do real sistema defensivo. Messi entrou sem pedir licença e a defesa deixou o 10 fazer o quinto gol. “Parece casados contra solteiros”, comentou o  amigo Bruno, da coluna La Pelota. Piqué fechou a tampa. Barcelona 6 x 2 Real Madrid, em Madri! Enquanto os oito gols não passam na TV, vale a pena ver as curiosas animações 3D do diário Marca, de Madri, estilo video game. Entra também a voz de um locutor, imagino que da rádio Marca: “Gol, gol, gol! Del Fútbol Club Barcelona!” O time branco de Madri deu uma arrancada espetacular após perder o superclássico no turno. Mas a esta altura do campeonato, podemos dizer que o Barça acaricia a taça. A 4 rodadas, abriu uma vantagem de 7 pontos sobre o arquirrival.  Joga contra Villareal (em casa), Mallorca (fora), Osasuna (casa) e Deportivo (em A Coruña). O Real pega Valencia (fora), Villareal (fora), Mallorca (casa) e Osasuna (fora). O Barcelona pode gritar “é campeão” já na próxima rodada, se vencer o Villareal e o Real tropeçar no clássico contra o Valencia. E ainda emplaca três atacantes na lista dos maiores artilheiros da liga espanhola: Eto´o (27 gols), Messi (23) e Henry (19). Villa, do Valencia, e Forlán, do Atlético, marcaram 25 vezes.