Trilha sonora e quadrinhos para a grande final da Copa da Inglaterra

11214307_10152772550736502_4968279232694529883_n
facebook.com/TheFACup

A final da Copa da Inglaterra (FA Cup) fecha neste sábado a temporada 2014-15 do futebol inglês, já que no outro sábado a final da Champions terá Barça e Juve em Berlim. Arsenal e Aston Villa tem tudo para fazer uma decisão emocionante no imponente Wembley. O Arsenal do Nick Hornby ficou em 3º lugar na Premier League inglesa, se classificou novamente para Champions. O Aston Villa do Geezer Butler e pessoal do bom e velho Sabbath lutou bravamente para não cair – e conseguiu escapar, ufa! Como se não bastasse toda esse clima, a Football Association ainda aproveita para esquentar a final com um projeto chamado #FACupMusic. Sons novos das bandas Muse e Blur e do Leftfield vão estrear publicamente em Wembley. No sistema de som dessa catedral da bola e dos concertos, também vão rolar Noel Gallagher, Stereophonics, Mumford & Sons, Foo Fighters, Paul Weller, Imagine Dragons, The Vaccines, Simple Minds, Kaiser Chiefs etc. Calma gente, não é um festival. É só uma trilha sonora da final. E que trilha!

Lá fora, especialmente na Inglaterra, existem programas oficiais de cada jogo, revistas de diferentes formatos, tem gente que coleciona, que vende, revende, enfim, é um mercado. E a revista oficial da final Arsenal x Aston Villa tem a trajetória dos dois times para chegar à Wembley… em quadrinhos! Obra do ilustrador Stephen Gulbis (The Football Artist) que trabalha direto com futebol em HQs. Foi uma superdica da Trivela (leia aqui a reportagem). E o trabalho do Stephen Gulbis – espetacular – pode ser conhecido aqui, no site do artista.

Continuar lendo “Trilha sonora e quadrinhos para a grande final da Copa da Inglaterra”

Música de chuteiras

???????????????????????????????
Ninguém aguenta mais ouvir a melô que começa com “Eu sou brasileiro…” nos estádios. A falta de bons refrões no gogó da torcida brasileira virou quase assunto de estado. Patrocinadores resolveram sugerir algumas letras, como se fossem encartes dos queridos discos de vinil. Talvez as torcidas organizadas dos principais clubes do país poderiam selar a paz e ensaiar algumas musiquinhas para embalar a Seleção. Utopia, eu sei. Na goleada contra Camarões, pelo menos rolou “o campeão voltou”. Calma lá. Confesso que temo o show da torcida do Chile no jogo de sábado no Mineirão… E se o Brasil vai passando e pega a Colômbia ou Uruguai nas quartas e mais pra frente, chega a uma final contra a Argentina? A torcida vai ter que jogar junto. Ok, tem rolado o clássico do Neguinho da Beija-Flor, “Domingo (Eu Vou Maracanã)”. Poderia rolar “Fio Maravilha”, “Umbarauma” (entre tantas do mestre Jorge Ben Jor), “Voa Canarinho”, um trecho do hino (…”pátria amada Brasil!), tantos sambas… beto xavierQuem sabe, uma passadinha na exposição Música de Chuteiras, que fica até o final da Copa no Sesc Pompeia, zona oeste de São Paulo, possa inspirar o 12º jogador canarinho. É de graça. Vou tratar dessa mostra ainda neste post, mas antes queria comentar uma curiosidade. São tantas músicas brasileiras sobre futebol, pelo menos desde os tempos de Friedenreich – tantas, que há 2 livros sobre a relação música/futebol, o do Assis Angelo e o do Beto Xavier, que aliás, é um dos consultores da mostra do Sesc – mas para esta Copa, não apareceu quase nada. Tem um bom jingle do banco que patrocina a Seleção… recebi também um samba funk do João Damásio, cantor e compositor de Campos (RJ).

A expo Música de Chuteiras tem curadoria de Marecelo Duarte (“O Guia dos Curiosos”, “Loucos por Futebol”), projeto cenográfico de Álvaro Razuk, consultoria do jornalista Beto Xavier (autor do livro e do blog “Futebol no Mais da Música”) e do colecionador Francisco Antônio Neto, dono de um acervo impressionante. O próprio curador Marcelo Duarte ajuda com sua coleção (que começou com o pai), ponto de partida da mostra.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo “Música de chuteiras”

Os Helenos lançam “Hey Botafogo”.

https://www.facebook.com/oshelenos?fref=ts
https://www.facebook.com/oshelenos?fref=ts

O Engenhão está fechado, mas o astral do Botafogo anda lá em cima. Nada como ter um ídolo como Seedorf, ganhar título estadual, vencer clássicos, começar bem no Brasileirão. Nessa buena onda, aparece um coletivo formado por músicos com passagens por grupos como Autoramas, Brylho, Carbona, Do Amor, Hanói-Hanói, Nervoso, Seletores de Frequência etc – todos apaixonados pelo clube da estrela solitária. Os Helenos se consideram a primeira banda botafoguense de rock, ska, samba, salsa, punk e música latina  da história.
Um EP com 7 músicas desse supergrupo botafoguense será lançado via iTunes na terça-feira. Em breve, essas músicas devem subir no canal da banda no You Tube.
Por enquanto, primeiro clip d´Os Helenos, “Hey Botafogo”, é uma versão alvinegra de um hit #1 de 1969, “Na Na Hey Hey Kiss Him Goodbye”, da banda americana Steam. Essa cover não entrou no EP.
Veja o clip dos fãs do time de Heleno de Freitas e companhia aqui ou abaixo.


Continuar lendo “Os Helenos lançam “Hey Botafogo”.”

The Anfield Playlist: uma mixtape virtual da torcida do Liverpool.

LiverpoolFC.com
LiverpoolFC.com

Ação interessante do Liverpool nas redes sociais. O clube da cidade dos Beatles pede para a torcida sugerir três músicas que serão tocadas antes do apito inicial e duas para o intervalo. As músicas podem ser sugeridas no site o Liverpool, por e-mail, Facebook ou Twitter, com a hashtag #AnfieldPlaylist. Para o próximio jogo da Premier League, contra o West Bromwich Albion, na segunda-feira, o prazo termina nesta sexta.

Alô clubes brasileiros! Que tal fazer algo parecido?

Vamos ver se entro no espírito da coisa. Continuar lendo “The Anfield Playlist: uma mixtape virtual da torcida do Liverpool.”

En-ger-land!

theFA.com
theFA.com

A FA, Football Association, a federação inglesa, comemora 150 anos.

Este post aqui é uma pequena homenagem ao país que inventou o esporte que o mundo todo come, bebe e respira. O futebol.

E aqui vai o clip oficial da canção da seleção da Inglaterra na Copa do Mundo de 1990 – lembrada pelo jornalista Lúcio Ribeiro (Popload), em sua coluna na editoria de esporte da Folha de S.Paulo ontem: “World in Motion”, do New Order.  Participam do clip astros do English Team como o polêmico Paul Gascoine (à época no Tottenham Hotspur) e John Barnes, então jogador do Liverpool, que escreveu e cantou a parte rap desse single do New Order – nº 1 na parada britânica .

Continuar lendo “En-ger-land!”

Um domingo qualquer?

Coluna de Música + Fut Pop Clube
A Beyoncé faz hoje à noite o “halftime show” num dos maiores eventos do mundo, o Super Bowl, a final do futebol americano (San Francisco 49ers vs Baltimore Ravens). A cada ano, é o programa de TV mais assistido nos Estados Unidos. E um comercial de 30 segundos custa a bagatela de 4 milhões de dólares.

Mas o assunto é esse show do intervalo, que já teve muita gente boa. Confira a lista selecionada.

O Who tocou em 2010. IMAGEM http://www.thewho.com
  • Em 1972, Ella Fitzgerald cantou.
  • Em 1993, deu Michael Jackson.
  • 1996: Diana Ross
  • 1997: The Blues Brothers, com ZZ Top e James Brown
  • 2002: ninguém menos do que o U2, apaixonado pela América
  • Em 2005, Paul McCartney!
  • 2006: a hora e a vez dos Rolling Stones!
  • 2007: Prince
  • 2008: Tom Petty & the Heartbreakers
  • 2009: Bruce Springsteen and the E Street Band
  • 2010: Roger Daltrey e Pete Townshend, os carismáticos tiozões remanescentes do The Who, mandaram ver no show relâmpago. 5 petardos da banda em 12 minutos, num dos intervalos da decisão entre o time de Indianapolis (Colts) e os Saints de New Orleans. Eis o curtíssimo set-list de clássicos:
  1. Pinball Wizard
  2. Baba O´Riley
  3. Who Are You
  4. See Me, Feel Me
  5. Won´t Get Fooled Again

Na bateria, estava Zak Starkey, o filho do beatle Ringo Starr.

  • Em 2011, o Black Eyed Peas dividiu o palco com o Usher e o Slash.
  • E em 2012, deu Madonna na cabeça!

E uma dica de um filmão sobre a liga de futebol americano: Continuar lendo “Um domingo qualquer?”

Sexo, futebol e videogame

Fut Pop Clube em rede com a Coluna de Música

Mais uma tabelinha entre o futebol e a música pop veio (de novo) da Inglaterra. O mais recente single do Hot Chip, grupo inglês de música eletrônica, “Don´t Deny Your Heart”, ganhou um clip com linguagem de game de futebol, do tipo Fifa Football – e ao mesmo tempo, dá um toque contra a violência e a intolerância sexual, num jogo imaginário entre um City e um United – embora as cores dos uniformes não sejam as mesmas dos rivais de Manchester. A ver como as “barras bravas” vão reagir a essa provocação, bolada pelo diretor e comediante Peter Serafinowicz. É realmente inusitado o jeito como um dos “jogadores” virtuais reage a uma discussão de jogo. E o amor acaba contagiando todos os machões em campo.

O Hot Chip é uma das atrações escaladas para a terceira e última noite do Lollapalooza Brasil 2013.
Continuar lendo “Sexo, futebol e videogame”