Loureeeiro Neeeto!

Manoel Fernandes Loureiro, o Loureiro Neto, o português mais brasileiro do rádio (DIVULGAÇÃO Rádio Globo)
Manoel Fernandes Loureiro, Loureiro Neto, o português mais carioca do rádio (FOTO: DIVULGAÇÃO Rádio Globo)

Duas grandes perdas nesta quarta-feira.
Na música espanhola e mundial, Paco de Lucia (mais na Coluna).
No rádio brasileiro, o comunicador Loureiro Neto. Português de Palmeira, Manoel Fernandes Loureiro – nome de batismo – chegou com 5 anos ao Brasil. Trabalhou no programa “Resenha Esportiva” da TV Rio, foi repórter da Rádio Vera Cruz, do grupo Bloch. No Sistema Globo de Rádio, estreou no programa “Globo Esportivo”.

No  final dos anos 70, Loureiro Neto – nome artístico – fez parte de uma formação histórica do rádio esportivo brasileiro (até porque a rádio Globo do Rio era e é ouvida em todo o país): ao lado dos dos clássicos locutores Jorge Cury (um dos favoritos do blogueiro), Waldir Amaral (“bololô na área”), João Saldanha (“o comentarista que o Brasil inteiro consagrou”) e o ex-juiz Mario Vianna (“com dois “Ns”). Os repórteres de campo eram Kléber Leite e Loureiro Neto.

rádio globo
Anúncio publicado em 1978

Que equipe! Uma seleção! Uma espécie de Real Madrid do rádio esportivo brasileiro.

Kléber Leite depois virou empresário e foi presidente do Flamengo. Como bom português radicado no Rio, Loureiro era Vasco.

Mas não ficou só no futebol, não. Loureiro Neto substituiu Haroldo de Andrade na “Manhã da Globo”. Nos últimos tempos, apresentava o programa “Botequim da Globo”.

Loureiro será velado nesta quinta-feira no Cemitério São João Batista. Os ouvintes poderão se despedir do comunicador entre 10 e 17h.

O corpo será cremado na sexta, em cerimônia reservada à família.

Posts relacionados:

5 comentários sobre “Loureeeiro Neeeto!

  1. Uma grande perda…

    O mundo fica mais chato e sem graça sem Loureiro Neto, João Saldanha, Waldir Amaral, Jorge Cury, Luis Mendes, entre outros ícones do Rádio Carioca. Que saudades das tardes e noites nos anos 70 e 80 ouvindo essas feras com o ouvido colado no radinho.

    Abs

  2. Bons tempos, muito bons!
    Era o “escrete do rádio’, como diz o anúncio de 1978, que achei numa “Manchete Esportiva”!
    Abraço

  3. Ha de se salientar a fundamental participcacao de Loureiro na volta de Dinamite pro Machao da Gama em 1980, quando este ja era dado como jogador do CR Mulambada

  4. Grande perda! ao lado de Kleber Leite e Ronaldo Castro formaram a maior dupla de reporteres esportivos da hostório do radio brasileiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.