Rolê do @FutPopClube pelo estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, a “Bombonera de Nervión”.

Bela fachada do estádio do Sevilla FC, onde a seleção do mestre Telê Santana estreou no Mundial de 1982, contra a União Soviética, há exatos 30 anos. Não foi uma tarde feliz para o arqueiro Waldir Peres. Mas o Brasil venceu. 2 a 1.
Voa Canarinho! Pena que no caminho havia um Paolo. Paolo Rossi, o último jogador a fazer um hat-trick na Seleção, antes do triplete (3 gols) de Messi, no último sábado.

No slideshow abaixo, veja mais fotos das fachadas do estádio Ramón Sánchez-Pizjuán – numa delas, um mosaico criado pelo artista Santiago del Campo reproduz flâmulas de clubes do mundo – do rolê do Fut Pop Clube pelo estádio, num dia de Europa League.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Continuar lendo “Rolê do @FutPopClube pelo estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, a “Bombonera de Nervión”.”