A ERA DO RÁDIO esportivo brasileiro

Ouvir emocionantes transmissões de rádio é o jeito de acompanhar uma rodada se você está na estrada. Sempre que isso acontece, lembro dos meus tempos de garoto louquinho for futebol, tentando ouvir rádios de outros estados em AM ou ondas curtas, numa era sem internet, muito menos PPV. Até vi o primeiro gol do Flamengo. Emerson, o sheik. Deu para ver ainda o segundo, também do Emerson. Mandei até torpedo para amigo flamenguista: “dá-lhe Sheik”. Depois, peguei meu caminho e segui ouvindo as rádios Globo-CBN, que no Rio agora transmitem futebol em dobradinha, ou melhor, em três frequências (AM 1220 e 860 Khz e FM 92,5 Mhz). O que eu não esperava era que o excelente locutor Evaldo José narraria QUE LINDOOO! -o grito de gol dele- seis vezes em 34 minutos de jogo. Quatro gols do Sport em 8 minutos. Quem poderia imaginar que o Sport viraria esse jogo? E assim terminou: 4 a 2 pro novo time treinado por Emerson Leão – alguém aí se lembra da blitz são-paulina contra o São Caetano, na continuação do jogo que parou por causa da morte do zagueiro Serginho, lá se vão quase 5 anos? Os sinais de emissoras paulistanas como Pan, Band, Globo, CBN… ainda estava fracos na estrada, mas deu para saber que o Palmeiras ganhou de virada do Vitória no Palestra Itália. Seis e meia da tarde.

Magrão abriu o placar em BH. FOTO: divulgação: VIPCOMM
Magrão abriu o placar em BH. FOTO: divulgação: VIPCOMM

Hora de acompanhar o grande clássico da rodada, entre o Cruzeiro e o líder Internacional, até então 100% no Brasileiro. Pela rádio Gaúcha (impressionante como dá para ouvir a 600 Khz de POA à noite na cidade de S.Paulo!), ouvi o primeiro gol do Inter (Magrão). Também fiquei sabendo que Lauro, goleiro do Inter, e Kléber, esquentado atacante cruzeirense brigaram e foram expulsos (será que vem punição?). Depois, mudei para a Globo-CBN do Rio, onde José Carlos Araújo transmitiu o clássico-vovô. Não sabia que agora a rádio apresenta os hinos cariocas como o do Flu e Bota em versão para guitarra. Demais. No segundo tempo, Wellington Paulista empatou pro Cruzeiro. 1×1.

Wellington Paulista empatou. FOTO: Washington Alves VIPCOMM
Wellington Paulista empatou. FOTO: Washington Alves VIPCOMM

O Colorado não é mais 100%, mas segue invicto e lidera com 2 pontos mais que o Galo! Que goleou o Furacão no clássico atleticano da Baixada: 4×0 (o que custou o emprego de Geninho). Enquanto isso, no Maraca, Fred marcou no finalzinho e deu a vitória pro Flu. Tudo isso -e resgate de mais corpos do voo 447 – fiquei sabendo via AM ou FM. Longa vida ao rádio esportivo brasileiro!

UMA DICA PARA QUEM SE AMARRA EM NARRAÇÃO DE RÁDIO. A SALA DE GOLS DO Museu do Futebol (clique), em São Paulo, TEM UMA PENCA DE ÁUDIOS DE LOCUTORES CLÁSSICOS, COM GRAFISMOS MANEIRÍSSIMOS ANIMANDO AINDA MAIS AS GRANDES JOGADAS DESCRITAS.

Leia também: CURIOSAS CANÇÕES COM NARRAÇÕES DE GOLS.

7 comentários sobre “A ERA DO RÁDIO esportivo brasileiro

  1. O rádio complementa a transmissao da TV no esporte.
    Na formula 1 o rádio transmite o padock em 1 hora antes da largada, todos os possiveis problemas com pilotos. Isso sem falar no suporte aos torcedores no GP Brasil.
    Em São Paulo a Radio Globo/CBN a rádio Jovem Pan e a Rádio Bandeirantes tem mais tempo na transmissão da F1, mas existem outras. Na rádio Bandeirantes os comentaristas ainda falam das notícias extra-paddock, como curiosidades sobre o Grande Premio, como são os troféus e costumes, baladas após a corrida, transito na região para chegar ao autódromo, perfil do público etcetc. Após o Grande Prêmio as rádios transmitem a coletiva de imprensa com os pilotos e conversam com os pilotos brasileiros. No rádio os comentários tem mais precisão, pois eles tem mais suporte nas contas referentes à corrida, como ganho de tempo em cada volta, desconto de tempo nos pit stops. Aprendi com o meu pai que diminuia o som da televisão para ouvir o jogo do Santos pela transmissão do José Silvério que na época estava na Jovem Pan. Faco o mesmo na Formula 1! NOTA DEZ PARA O RADIO NAS TRANSMISSOES ESPORTIVAS!!

    Na TV destaque para o comentarista Luciano Burti, que trás toda sua experiencia no automobilismo para a TV.

  2. Luiz André está coberto de razão.

    Desde moleque que acompanho os jogos sempre pelo rádio. Não tem coisa mais emocionante. Bons tempos do Osmar Santos na Jovem Pan, com direito a Fausto Silva como repórter de campo. Expressões como “rispa na chulipa” , “é fogo no boné do guarda” marcaram época na mina rotina futebolística.

    Mas qundo me mudei pro Rio, tenho que admitir que descobri o melhor de todos no rádio : o verdadeiro Garotinho Josá Carlos Araújo. Numa época em que não havia pay-per-view, acompanhar o jogo com a narração dele era um privilégio. Imitava o cara o tempo todo na escola e no clube e desenvolvi minha paixão frustrada pela locução de rádio.

    A verdadeira cobertura pra quem quer acompanhar o jogo em todos os seus detalhes tá no rádio. Espero sinceramente que a transmissão no rádio nunca acabe e que a modernidade só ajude na qualidade da transmissão.

  3. Imitar o Osmar Santos era um barato!
    Lembo-me de quando ele trocou a Pan pela Globo-Nacional. 1977.

  4. Vale mencionar tambem o grande Edson Mauro e a dobradinha das anitigas no Rio: Waldir Amaral e Jorge Curi. Comentarios do Joao Saldanha e Mario Viana dizendo se o gol foi legal ou nao. Folclorico…

  5. Aliás, chama-se cabine Waldir Amaral a usada pela rádio Globo no Rio, agora em rede com a CBN na hora das transmissões esportivas.
    Reginaldo, em cada estado, os torcedores têm suas lembranças. Lembro dos locutores de Minas Gerais, como Vilibaldo Alves, Alberto Rodrigues, Willy Gonser… os comentários de Oswaldo Faria. E o ex-goleiro Kafunga fazia o papel de comentarista de arbitragem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.